crescercomcristo

Just another WordPress.com site

Arquivo para a tag “Jesus”

Você Realmente Confia em Deus?

confiar em Deus

Sei que muitos vão pensar que essa pergunta parece desnecessária, já que confiar é parte natural da fé. Mas sabemos que infelizmente a carne muitas vezes abala nossa confiança em Deus, colocando dúvidas no meio do caminho e isso não acontece só com um ou outro, todos passam por isso em determinados momentos da vida. Sabe aquela situação impossível de resolver que de repente aparece na sua frente e você pensa “e agora?”, pois é, essa é a questão que quero abordar.

O ser humano é mesmo teimoso e por vezes, incrédulo. Fico pensando quando Deus tirou o povo do Egito, daquela maneira extraordinária, e com tudo isso; estando fora de lá, no caminho já começaram a duvidar. Questionavam os perigos do caminho, reclamavam da comida, era muita falta de confiança, mesmo Deus fazendo tantas maravilhas diante dos olhos de todos.

Dia desses fiquei sabendo que no túmulo da esposa do pastor Billy Graham está escrito assim: “Fim da Construção – Obrigado por Sua Paciência”. Sinceramente fiquei pensando, se nós devemos esperar no Senhor com paciência, imagine Deus, quanta paciência precisa ter conosco! Porque duvidamos, questionamos, reclamamos, os que agem como crianças mimadas então, só faltam dizer “não quero mais ser cristão”….somos mesmo complicados e ainda assim Deus nos ama, a bíblia é mesmo uma declaração de amor.

Até mesmo aqueles que tentam manter uma aparência de “super cristão, super fé”, lá no íntimo deles, só Deus sabe o que se passa. É como eu sempre digo, parecer não é ser.

Fé e confiança são sinônimos. A fé é a confiança ABSOLUTA (não é 10%, não é em parte, é total) e confiar é se colocar sob a guarda ou os cuidados de alguém.

Quando Deus faz uma promessa, existe um tempo entre o dia em que foi falada até o dia em que se cumprirá. E é exatamente nesse período que pode surgir dúvidas, porque ninguém sabe o tempo que irá levar da promessa ao cumprimento dela. Quando Deus fez promessas à Abraão até o tempo de se cumprir se passaram muitos anos, tanto que Sara já impaciente entregou sua serva para gerar filhos de Abraão, mas não era essa a promessa. A promessa não seria cumprida com Ismael, filho de Agar (a serva egípcia de Sara) com Abraão, mas sim com Isaque o filho tão esperado de Abraão com Sara, mesmo em idade avançada.

“Então caiu Abraão sobre o seu rosto, e riu-se, e disse no seu coração: A um homem de cem anos há de nascer um filho? E dará à luz Sara da idade de noventa anos?
E disse Abraão a Deus: Quem dera que viva Ismael diante de teu rosto!
E disse Deus: Na verdade, Sara, tua mulher, te dará um filho, e chamarás o seu nome Isaque, e com ele estabelecerei a minha aliança, por aliança perpétua para a sua descendência depois dele.
E quanto a Ismael, também te tenho ouvido; eis aqui o tenho abençoado, e fá-lo-ei frutificar, e fá-lo-ei multiplicar grandissimamente; doze príncipes gerará, e dele farei uma grande nação.
A minha aliança, porém, estabelecerei com Isaque, o qual Sara dará à luz neste tempo determinado, no ano seguinte.” Gênesis 17:17-21

Deus não é somente aquele que faz a promessa (como se fosse pouco), Ele é também o GUARDIÃO DA PROMESSA. Ele cuida para que a promessa se cumpra haja o que houver, no tempo em que Ele determinar. Não importa o que aconteça, a promessa se cumprirá.

Abraão e Sara viram a promessa se cumprir. Sara achou que faria tudo acontecer entregando Agar para ter filhos de Abraão, mas a promessa era dela, o filho seria gerado por ela, embora fosse humanamente impossível. Mas quem fez a promessa, guardou e cuidou para que ela acontecesse.

O intervalo da promessa não significa ausência de trabalho de Deus e não pode ser usado como desculpa para desconfiança. É nesse meio tempo, que muitas vezes o inimigo usa pra plantar dúvidas, desconfiança, para tentar abalar a nossa fé e nos fazer desistir. Leve o tempo que levar, entenda que vai acontecer, Deus não mudou de idéia, não desistiu de te abençoar.

Simplesmente pode estar trabalhando em você e em outras pessoas/situações para que a promessa se cumpra. Se você não entende, não vê, está duvidando…ore mais, leia mais a bíblia e se fortaleça. Quando escolhemos depositar nossa confiança em Deus, nós não caminhamos enxergando todo o caminho, mas damos cada passo em fé e o caminho vai surgindo.

“Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.” Hebreus 11:1

Não existe fé sem confiança, porque fé é confiar. Vou dar alguns exemplos com base em versículos e vamos substituir a palavra fé, pela palavra confiança e vejamos como ficam:

“Pela fé(confiança) Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela, depois de morto, ainda fala. Hebreus 11:4

“Ora, sem fé(confiança) é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.” Hebreus 11:6

“Pela fé(confiança) Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia.” Hebreus 11:8

“Pela fé(confiança) ofereceu Abraão a Isaque, quando foi provado; sim, aquele que recebera as promessas ofereceu o seu unigênito.” Hebreus 11:17

“Pela fé(confiança) José, próximo da morte, fez menção da saída dos filhos de Israel, e deu ordem acerca de seus ossos.” Hebreus 11:22

“E que mais direi? Faltar-me-ia o tempo contando de Gideão, e de Baraque, e de Sansão, e de Jefté, e de Davi, e de Samuel e dos profetas,
Os quais pela fé(confiança) venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões,
Apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos.” Hebreus 11:32-34

Se você depositar sua confiança em uma pessoa, certamente vai se decepcionar. Mas colocar a confiança totalmente em Deus é ter a certeza da vitória. Ele promete, Ele cuida da promessa até que se cumpra. A palavra de Deus não cai por terra.

“Assim diz o Senhor: “Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor.
Ele será como um arbusto no deserto; não verá quando vier algum bem. Habitará nos lugares áridos do deserto, numa terra salgada onde não vive ninguém.
“Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor, cuja confiança nele está.
Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca nem deixará de dar fruto”. Jeremias 17:5-8

Logo após a crucificação de Jesus, os discípulos pareciam estar meio perdidos, pareciam ter esquecido tudo o que Jesus havia falado e Pedro decidiu voltar a pescar. Aquele que havia sido chamado para ser pescador de homens, se perdeu diante de um problema e retrocedeu . Não era esse o chamado de Pedro, Jesus o chamou para ser pescador de homens, mas quando Pedro viu Jesus crucificado parece ter esquecido as promessas, esquecido os milagres, parecia não saber bem quem era Jesus. O pior é que uma pessoa confusa pode acabar influenciando outras e assim foi:

“Estavam juntos Simão Pedro; Tomé, chamado Dídimo; Natanael, de Caná da Galiléia; os filhos de Zebedeu; e dois outros discípulos.
“Vou pescar”, disse-lhes Simão Pedro. E eles disseram: “Nós vamos com você”. Eles foram e entraram no barco, mas naquela noite não pegaram nada.” João 21:2,3

Eles passaram a noite tentando pescar, mas não pescaram nem um peixe sequer. Por que? Porque não deveriam estar alí, não deveriam retroceder, eles precisavam confiar, mas simplesmente ignoraram tudo o que haviam passado ao lado de Jesus.

Era um tal de discípulos indo pra Emaús, discípulos indo pescar, esqueceram o chamado, não confiavam em Deus ainda como deveriam.

A falta de confiança em Deus traz confusão, gera dúvidas e muitas vezes nos tira do caminho. É a brecha que o inimigo quer pra plantar cada vez mais a desconfiança e te fazer cair. Amado, se você sair do caminho, aí é que não vai receber o que Deus tem pra você. Não perca o foco.

Confie em Deus, a bíblia do começo ao fim, em todas as pessoas citadas que venceram, todas elas têm algo em comum: elas confiaram em Deus, acreditaram. 

Não adianta lutar com seu próprio braço, não adianta se apoiar no seu conhecimento (por maior que seja), não adianta tentar buscar falsos atalhos como Sara que achou que resolveria tudo entregando a serva para gerar filhos de Abraão,  quando na verdade não era essa a promessa.

O Senhor fará acontecer no tempo certo. Deus continua lutando por você nas regiões celestiais, se não aconteceu ainda é porque não chegou o tempo, mas creia, porque vai chegar.

O Deus que tirou o povo do Egito fazendo maravilhas, abriu o mar, guiou o povo, faz um pequeno homem vencer um gigante e com imenso amor entregou seu único Filho por nós…ainda é o mesmo Deus e só é preciso confiar até o fim, aja o que houver.

Se o cansaço vier, renove suas forças no Senhor, mas não desanime, não desista. Vence quem persiste e se mantém e não quem corre mais rápido. Das cinzas, Deus pode fazer chamas.

Confie.

“Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará.” Salmos 37:5

Você realmente confia em Deus ou será que tem tentado agir por conta própria? Confiar é entregar os problemas, as dificuldades, aquilo que pode até estar lhe tirando o sono, lhe fazendo perder a paz, entregar tudo isso ao Senhor e descansar. Confie verdadeiramente em Deus, descanse e entenda que Ele fará o impossível por você. Não há porta fechada que Jesus não possa entrar, não há gigantes que o Senhor não possa vencer, não há montes que não possam ser movidos.

“Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos.
Assim como a chuva e a neve descem dos céus e não voltam para ele sem regarem a terra e fazerem-na brotar e florescer, para ela produzir semente para o semeador e pão para o que come,
assim também ocorre com a palavra que sai da minha boca: Ela não voltará para mim vazia, mas fará o que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei.” Isaías 55:9-11

 

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Anúncios

Curiosidades Bíblicas II

curiosidades biblicas 2

Paz amados! Hoje venho trazer algumas curiosidades bíblicas e garanto que são bem interessantes.  São detalhes que ajudam a gente a entender certos trechos da bíblia com clareza. Se gostarem, avisem pra eu trazer mais, esses dias descobri uma fonte de informação desse tipo bem completa, mais do que a que tenho aqui, e caso queiram, vou providenciar pra trazer pra vocês.

Sabe aquele tipo de coisa que depois que você sabe, vai ver o versículo e pensar “ah entendi, então é por isso que falaram tal coisa, que fizeram isso etc”. Pois é, essas curiosidades são do tipo esclarecedoras.

1- Sal

“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.” Mateus 5:13

Ao ser recolhido da região do Mar Morto, uma parte do sal era boa para salgar e cozinhar, mas a outra havia perdido o seu sabor. Esse sal, porém, não era jogado fora.

Eles o guardavam no templo de Jerusalém e quando as chuvas de inverno tornavam escorregadios os pátios de mármore, o sal era espalhado no chão para reduzir o perigo das quedas. Portanto, o sal que perdeu o sabor é pisado pelos homens.

2-  O Peixe de Pedro

“E, chegando eles a Cafarnaum, aproximaram-se de Pedro os que cobravam as dracmas, e disseram: O vosso mestre não paga as dracmas?
Disse ele: Sim. E, entrando em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Que te parece, Simão? De quem cobram os reis da terra os tributos, ou o censo? Dos seus filhos, ou dos alheios?
Disse-lhe Pedro: Dos alheios. Disse-lhe Jesus: Logo, estão livres os filhos.
Mas, para que os não escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir, e abrindo-lhe a boca, encontrarás um estáter; toma-o, e dá-o por mim e por ti.” Mateus 17:24-27

O peixe em questão era uma tilápia (hoje chamada de “peixe de São Pedro” ou St. Peter). A tilápia carrega os seus ovos e mais tarde os novos peixes na boca. Mesmo quando vão à procura de comida, os peixinhos voltam à proteção da mãe. Quando a mãe-peixe quer que fiquem fora, ela pega um objeto (preferivelmente brilhante) e o segura na boca para evitar que retornem. Nesse caso o peixe pegou uma moeda de um siclo.

Há três formas que se utilizavam para a pescaria: vara e linha (Mateus 17:24-27) como Jesus disse à Pedro para lançar o anzol e pegar o peixe. Outra forma: Lança- Jó 41:7. Homens saíam à noite com uma lança pendurada na proa do barco. Os peixes eram arpoados quando saltavam atraídos pela luz. E a terceira: Pesca com rede especial-  Era uma rede circular com aproximadamente cinco metros de diâmetro e pesos nas bordas.

Uma corda comprida ficava presa ao centro da rede, quando um cardume de peixes era visto no raso, jogavam a rede e o pesos faziam com que a rede pesasse e descesse e os peixes ficavam presos ali. Pedro e André faziam esse tipo de pescaria quando foram chamados por Jesus (Marcos 1:16-17).

3- Mel

“O temor do Senhor é puro, e dura para sempre. As ordenanças do Senhor são verdadeiras, são todas elas justas.
São mais desejáveis do que o ouro, do que muito ouro puro; são mais doces do que o mel, do que as gotas do favo.” Salmos 19:9-10

Quando o menino ia pela primeira vez à escola nos dias do Novo Testamento, ele chegava à sinagoga quando estava ainda escuro para ouvir a história de como Moisés recebera a lei. A seguir era levado à casa do professor para tomar a primeira refeição, onde ganhava bolos com letras da lei escritas neles. Na escola, o menino recebia uma lousa com passagens das Escrituras. A lousa era lambuzada com mel. Ele tinha de traçar as letras através do mel com a pena e era natural lamber a pena enquanto trabalhava.

A idéia era que ele iria compreender que sua ida à escola era para absorver as Escrituras. Essa prática de aprendizado parece ter sido baseada num velho costume ao qual Davi se refere no Salmo.

O mel era usado como um adoçante natural na ausência do açúcar. Enxames de abelhas podiam fixar-se numa árvore oca, num buraco na rocha ou até na carcaça de um animal.

4- “Cala-te, Aquieta-te”

“E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança.” Marcos 4:39

Quando Jesus disse essas palavras, ele usou o termo phimothete, que seria normalmente usado para exorcizar espíritos malignos. Jesus reconheceu à tentação do diabo sobre sua vida na tempestade e falou de acordo com a situação.

5- Seguir Jesus

“E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.” Mateus 4:19

Em nossa cultura, “seguir após” uma pessoa significa colocar-se numa posição secundária, mas a frase não tinha esse sentido nos tempos bíblicos. As ruas eram tão estreitas que se duas pessoas andassem juntas, elas teriam de caminhar uma atrás da outra. Seguir uma pessoa era ir com ela. Diríamos então: “Se alguém vier comigo”.

6- Saudações

“Não leveis bolsa, nem alforje, nem alparcas; e a ninguém saudeis pelo caminho.” Lucas 10:4

As saudações durante uma viagem demoravam muito. Não se considerava educado passar simplesmente pelas pessoas. Era preciso fazer e responder perguntas tais como: “Para onde está indo?… De onde vem?… Como se chama?… Quantos filhos tem?” e assim por diante. Por isso Jesus orientou os discípulos a não saudarem ninguém, porque certamente demoraria muito e perderiam um precioso tempo em cada saudação. Era simplesmente para não perderem tempo.

7- Refeições

Qualquer motivo era desculpa para uma festa: o desmame de uma criança, a chegada de um hóspede e os aniversários.

Quando um amigo chegava à meia-noite e o anfitrião não tinha alimento para satisfazer as necessidades dele, acordava insistentemente o vizinho e lhe pedia comida, não só porque o vizinho era amigo, mas porque a obrigação de oferecer uma refeição a um hóspede era muito grande naquela cultura.

“Então lhes disse: “Suponham que um de vocês tenha um amigo e que recorra a ele à meia-noite e diga: ‘Amigo, empreste-me três pães,
porque um amigo meu chegou de viagem, e não tenho nada para lhe oferecer’.
“E o que estiver dentro responda: ‘Não me incomode. A porta já está fechada, e meus filhos estão deitados comigo. Não posso me levantar e lhe dar o que me pede’.
Eu lhes digo: embora ele não se levante para dar-lhe o pão por ser seu amigo, por causa da importunação se levantará e lhe dará tudo o que precisar.”  Lucas 11:5-8

As refeições eram um aspecto importante da amizade. Comer na companhia de alguém era estar em paz com ele.

Uma aliança de paz feita numa refeição era assim um pacto e a refeição, portanto um meio de reconciliação.

Foi provavelmente por isso que Jesus apareceu a seus discípulos depois da crucificação e comeu com eles; era um meio de lhes garantir novamente que mesmo que tivessem falhado em relação à Ele, sua amizade com eles continuava a mesma.

Uma das primeiras coisas feitas para um convidado era dar-lhe um copo de água fresca para beber. Isso representava um penhor de amizade. Por isso a mulher samaritana não compreendeu porque Jesus, um judeu, pediu água para ela, quando geralmente havia tanta inimizade entre judeus e samaritanos.

Oferecer água, indicava que o convidado era digno de uma recepção pacífica, pedir água para beber era ser bem recebido.

Quando um hóspede chegava para a refeição era cumprimentado  e um servo removia-lhe as sandálias para lavar-lhe os pés e que em seguida eram secos com um toalha. Depois, a cabeça do hóspede era ungida com azeite de oliva, perfumado com especiarias.

Essa prática Simão negligenciou ao receber Jesus em sua casa:

“E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e os enxugou com os cabelos de sua cabeça.” Lucas 7:44

****************************

Fonte: Novo Manual dos Usos & Costumes dos Tempos Bíblicos

Autor: Ralph Gower

Editora: CPAD

****************************

Vou finalizando por aqui, mas se gostarem, é só dizer que eu trago mais. Acho bem interessante esses tópicos pra entender melhor a bíblia, seja para simples leitores ou pastores, ajuda bastante a todos.

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Não se Acostume

nao se acostume

Há um poema bem conhecido onde o tema principal é o fato da gente se acostumar fácil a tudo ou a quase tudo. Vou colocar aqui um pequeno trecho: “A gente se acostuma a morar em apartamentos de fundos e a não ter outra vista que não a das janelas ao redor. A gente se acostuma a não abrir de todo as cortinas, e a medida que se acostuma, esquece o sol, o ar, a amplidão.” (Marina Colasanti).

Realmente, parece que nos acostumamos muito fácil até mesmo a coisas ruins. Isso é algo que precisa ser mudado urgente. A gente se acostuma a rotina, e se acostuma com os problemas, e passa a achar que coisas erradas são normais. A gente se acostuma a sofrer e com isso pensa que Deus nos abandona nos momentos de dor, e por isso desanima e começa a parar de orar e de buscar. Sem perceber, passam os dias, as semanas, os meses, anos. O tempo vai passando e se acumula num período de costumes errados.
O tempo é traiçoeiro, não envelhecemos a cada ano, mas sim a cada dia. Perceba rápido a que você tem se acostumado, abra os olhos depressa e mude. Talvez sua vida não esteja como gostaria, mas você não precisa ser outra pessoa, basta ser um novo você. Renove o seu entendimento, seus conceitos, sua visão. Durante toda nossa caminhada, é preciso renovação.
Não se acostume a cobrar retidão de políticos se você fura a fila, estaciona em vaga proibida, rouba e engana o seu próximo ou fica com dinheiro a mais que o caixa lhe deu de troco errado, sabendo que ele será cobrado depois. “Ah mas ninguém viu e a culpa não foi minha mesmo”. Os olhos do Senhor estão por todo lugar. Não se acostume a levar vantagem, prejudicando alguém.
Não se acostume com o errado (ainda que pareça comum), não se acostume com o “não orar”. Não se acostume a apenas existir. Existimos por uma razão, não apenas pra levar nossa existência numa rotina alucinada de medíocre sobrevivência. Não se acostume a não olhar para os lados, não se acostume a não perceber o próximo, não se acostume a não fazer nem mal nem bem.
Por favor, não se acostume a frases bonitas em redes sociais. Acho isso muito plastificado (não estou generalizando). A frase bonita não te define se você não a coloca em prática verdadeiramente. Em redes sociais, é tudo muito bonito, a foto perfeita, a frase incrível, pessoas boas por todos os lados, Deus em todos os lugares, até na boca de quem nem acredita, apenas para parecer bom. Nunca vemos os invejosos, apenas os invejados, nunca encontramos as pessoas ruins, apenas aquelas que desejam a paz mundial.
Não se acostume a achar que é bom, por compartilhar frases de efeito. Não se acostume a pedir oração pelo “Fulano” se você mesmo não ora por ele. Não se acostume a cobrar dos outros, atitudes que nem você tem.
Não se acostume a não dizer “obrigado”, seja grato. Não se acostume a não olhar o céu, não se acostume com situações que parecem não mudar, tudo tem fim. Não se acostume a esse mundo, não pertencemos à ele. Não somos daqui e vamos para um lugar lindo e preparado para nós. Aqui é temporário. Não se acostume a falta de amor e de perdão. Não se acostume a não conversar com Deus diariamente, e a dizer tudo aquilo que te aflige e agradecer por todas as bençãos.
Não se acostume a ser escravizado pelo trabalho, por pessoas, situações, vícios e sentimentos. Você pode dizer NÃO. Não seja o causador (ou continuador) do seu próprio mal. Se não está bom, mude de rumo, tente outra vez, nasça de novo. Sempre é possível recomeçar, mesmo que esteja no meio do caminho. Não se acostume a pensar que falta de forças significa o fim, quer dizer apenas que você precisa se reabastecer, isso é totalmente possível.
Entenda que a vida é feita de vitórias, derrotas, risos, choros. Tudo isso faz parte e sinceramente está na bíblia, ela não é um livro enganador.
Não se acostume a deixar Deus de lado de suas decisões e depois culpa-lo por algo que você nem o consultou. Não se acostume a estagnação, anseie melhorar e crescer como pessoa, lute.
Não se acostume a desistir, você pode ir mais longe, Deus te criou com capacidade de superação, resiliência; você foi feito pra resistir. Não se acostume a não sentir a presença de Deus.

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

A Polêmica da Cereja

cereja

 

No final de um culto, o pastor anunciou: “Irmãos, vamos participar de uma festa numa cidade do interior, quem quiser ir é só dar o nome para o obreiro e vamos todos à festa da cereja.”

Como a igreja não estava muito cheia, os que ali estavam ficaram encarregados de transmitir a notícia aos outros. O irmão Zezinho saiu de lá cheio de raiva, resmungando e falando mal do pastor à todos que encontrava pelo caminho.

A notícia que ele transmitia era a seguinte: “Onde já se viu, o pastor quer levar a igreja pra festa da cerveja?! Que absurdo, ele está em pecado, não é mais o mesmo, vai acabar com a igreja.”

E com isso, irmão Zezinho destilava e difundia seu ódio entre os irmãos.

Até se explicar que CEREJA não era CERVEJA, a confusão já havia se espalhado e alguns já cogitavam deixar a igreja. Outros se alegraram e achavam bom o fato do pastor estar mais liberal.

 Na verdade, irmão Zezinho é quem já não era mais o mesmo. Todo culto, lá estava ele, entre os primeiros, sempre presente. Quando o culto acabava só se ouvia reclamações por parte do irmão Zezinho. Era o pastor dizer: “É preciso se arrepender dos pecados”. E ele já vinha com um: “Eu não sou pecador, que se arrependa ele que está de carro novo, certamente por causa do dinheiro da igreja”.  Na verdade o pastor trabalhava fora da igreja (ali não era o seu ganha pão), tinha uma empresa e ia muito bem, sempre prosperando e sendo citada entre as melhores do ramo. Todos sabiam disso, incluindo irmão Zezinho. Mas sabe aquela inveja, aquela vontade de criticar, de se colocar num altar e patamar elevado de santidade? Pois bem, era assim que ele se encontrava. Depois de anos e anos de convertido (ou não), ele estava numa fase (esperemos que seja realmente uma fase e que passe rápido) de só ver defeitos. Nada estava bom, era um tal de colocar as pregações do pastor fora de contexto, distorcer versículos, má interpretação de tudo.

Aliás, um problema já comprovado aqui no Brasil, é não saber interpretar textos. Lê mas não interpreta. Nem tudo é literal, há textos e expressões que a interpretação não é aquilo que está escrito, mas é preciso ter um pouco de atenção pra entender o que se quer dizer.

Vou dar um exemplo bem claro, leia o texto abaixo:

Aprendendo com os erros

                O mestre conduz seu aprendiz pela floresta. Embora mais velho caminhasse com igualdade, enquanto seu aprendiz escorrega e cai a todo instante.
                O aprendiz blasfema, levanta-se e cospe no chão traiçoeiro e continua a acompanhar seu mestre.

                Depois de longa caminhada, chegaram a um lugar sagrado. Sem parar, o mestre dá meia volta e começa a viagem de volta.

                – Você não me ensinou nada hoje – diz o aprendiz, levando mais um tombo.
                – Ensinei sim, mas você parece que não aprende – respondeu o mestre – estou tentando te ensinar como se lida com os erros da vida.

                – E como lidar com eles?

                – Como deveria lidar com seus tombos – respondeu o mestre – Em vez de ficar amaldiçoando o lugar onde caiu, devia procurar aquilo que o fez escorregar!”.

Quem lê esse texto e não sabe como interpretar não percebe o objetivo do mestre e nem o erro do aprendiz. O mestre decidiu levar o aprendiz pela floresta para que ele aprendesse a lidar com os problemas, mas o aprendiz não se dava conta disso e apenas reclamava das quedas, ele não estava prestando atenção no que o fazia cair. O texto ainda diz que mal chegaram ao destino e o mestre nem parou, já deu meia volta e começou o caminho de volta. Por que isso? Porque o objetivo do mestre não era o que eles iam encontrar no destino final e sim no caminho. Era ali que o aprendiz teria as lições. Talvez você pense que o autor poderia ter sido mais claro, mas a intenção era essa, de que o leitor chegasse a conclusão sem ser dito tudo muito escancarado. Não é pra criticar o autor (não fui quem escreveu esse texto do exemplo, retirei do site Acessaber) é pra interpretar o texto. Há ainda outras conclusões pessoais sobre esse texto, que não estão erradas também, são apenas outras forma de interpretar.

A má interpretação de texto acontece também com a fala, com pregações. Exemplo: Cantares de Salomão, alguns entendem que ali há comparações do amor de Cristo pela igreja, outros já entendem que se trata somente de amor conjugal.  Irmão Zezinho era do time dos que defendiam que Cantares é do amor de Cristo pela igreja e ai de quem dissesse o contrário perto dele. Ele já ficava com aquele olhar de ódio e levantava a voz pra defender sua opinião. Não acho que ele está errado nessa questão de Cantares, mas também acho muito correto quem interpreta como amor conjugal.

Vamos deixar claro, se você discorda, se não gosta, se acha que está errado, faça o seguinte: GUARDE PRA VOCÊ e simplesmente não leia mais, não vá mais, não ouça mais aquilo ou quem você discorda. Não se dê ao trabalho de responder ou argumentar com raiva porque outra pessoa pensa diferente da sua verdade que é única, absoluta e inquestionável e que Deus está de acordo com você e despreza totalmente a opinião do outro. Essa mania de querer ter razão e parecer santo a todo custo, me parece que tem algo errado com quem faz isso e que na verdade a pessoa tenta esconder toda a podridão que tem dentro de si a condenando nos outros. O pecado pelo qual ela quer apedrejar o outro, na verdade, se encontra nela mesma. A intolerância EXAGERADA ao pecado alheio pode, algumas vezes, esconder o pecado alheio dentro de si. Deu pra entender?

Penso que é preciso praticar o amor. Sabe aquele amor que se ouve nas pregações, aquele que a bíblia tanto fala? Esse mesmo. Amor ao próximo, respeito. Irmão Zezinho passou anos dentro da igreja, ouviu muitas pregações, leu a bíblia inteira mais 5 vezes e? E de nada adiantou, porque ele ouviu mas não entendeu, leu mas desprezou e chegou ao ponto de se achar tão melhor e mais sábio do que todos e achar que poderia corrigir coisas que Deus talvez não estivesse vendo e querendo resolver. Ele pensou que poderia fazer melhor do que Deus, talvez criar um “deus” novo que se importasse e visse o que ele via e acreditava. Que impusesse a “verdade” dele não importa a que custo. Irmão Zezinho achava que estava muito certo e super santo, aí é que mora o perigo.

Quando escrevo um artigo, todo tipo de pessoa lê. Convertidos, não convertidos, simpatizantes, antipatizantes; gente de igreja tradicional, pentecostal, os retetés. Desde  igrejas que pregam costume até igrejas mais liberais. Todo tipo, e cada um vai entender de um jeito. Os que aderiram ao costume, vão me odiar porque corto o cabelo, uso maquiagem, minhas unhas são cumpridas e as pinto da cor que eu quiser. Já os mais liberais vão achar normal porque em suas igrejas isso é normal. Gente, não vou sair por aí atirando pedras em quem é diferente de mim ou pensa diferente, entendam isso. Se discordo, não sigo. Simples assim. Você não vai convencer a outra pessoa e a outra pessoa não vai convencer você. Nós não precisamos concordar com tudo, mas precisamos SIM NOS RESPEITAR. Menos pré-conceito e mais respeito.

A vida passa rápido demais, e não se pode perder tempo criticando o outro porque o outro gosta de verde e eu de azul. Pelo amor! Há pouco tempo surgiu uma polêmica por causa de uma música cantada numa determinada igreja em um congresso de mulheres. Diziam que a música era a pior do mundo, que era ridícula. A música não era do meu gosto, realmente, tinha uma pegada meio infantil até, mas enfim…Se alguém gostou, se foi útil pra alguém, se ajudou alguém, que bom! O problema é que tiraram a música do contexto em que foi cantada, para criticá-la mais. Não era uma música do tipo de ser a mais pedida das rádios, mas com certeza alguém gostou, agora eu vou lá fazer um vídeo ou artigo detonando a música porque eu não gostei? Óbvio que não, não faz parte do meu gosto musical mas faz parte do de alguém.

Se o irmão Zezinho fosse levar a fundo criticar todas as músicas de que não gosta…ninguém o suportaria mais. Basta ter um trechinho de que ele discorde e pronto, aí já começa: “Não tem base bíblica. Não é de Deus” “É o fim do mundo mesmo!”.  Nem adianta falar pra ele que o irmão João foi curado durante o culto enquanto o grupo louvava com aquela música. Ele vai dizer que quem curou o irmão João foi o diabo, porque a música tocada não era de Deus.

Irmão Zezinho já não era o mesmo e nem percebia. De repente todos estavam errados e ele certo. Tanto que em certa ocasião, discutindo (pra variar) com outro irmão, ele apontou o dedo na cara do irmão e disse: “você não é salvo, mas eu sou!”. Ele odiava esse irmão porque irmão Zezinho era muito sério, usava roupas sóbrias e esse irmão era todo colorido. Era calça verde com camisa roxa e gravata amarela e sapato bicolor.

Veja a que ponto ele chegou, a intolerância, a raiva, o fato de se achar super santo o levou a dizer que o outro irmão nem era salvo. Taí uma coisa que ele não poderia julgar, a salvação de alguém. Se até na cruz Jesus disse àquele ladrão (que se arrependeu) que ele estaria com Ele no paraíso, como o irmão Zezinho pode afirmar que fulano ou beltrano não é salvo?

Se você não gosta de alguém, o fato de você não gostar não impede a salvação dessa pessoa. Deus não faz isso: “Ah filhinho querido, você gosta da Maria? Ah então ela será salva! Você não gosta do Marcelo? então ele eu não salvo, fique tranquilo.”

Se dependesse do irmão Zezinho só ele mesmo e mais algumas peças raras (não tão raras, infelizmente) iguais a ele seriam salvos.

Certa vez o pastor deu uma oportunidade para o irmão Zezinho falar, ele queria ser pastor, mas sem muito esforço. Ele falou sobre adultério (não foi à toa, ele ouviu comentários de que um dos irmãos tinha uma amante), e falou bonito, citou a bíblia, bem enfático e espiritual. Espero que a pregação dele tenha alcançado o irmão que estava no erro ( e por que não poderia? Deus usa quem Ele quer. Mas isso não quer dizer que a pessoa já está com um pé no céu porque Deus a usou, às vezes era só o que tinha pro momento mesmo e tinha que ser tal pessoa e assim foi).

Muito tempo se passou, irmão Zezinho, cada vez mais “santo” e “certo”, saiu da igreja…de todas elas (porque é claro, nenhuma havia alcançado esse nível assim tão…enfim) e ainda se diz nos caminhos do Senhor e segue criticando duramente a todos os que discordam dele (o pior é que o que ele diz é certo, o problema é o que ele faz com o certo, o torna errado).

Hoje, irmão Zezinho mora em outra cidade, talvez pra tentar abafar o escândalo da gravidez de sua amante ou quem sabe pra fugir dos donos de bar a quem ficou devendo. Pois é, tudo aquilo que ele criticava nos outros, ele fazia igual ou pior. Vamos detoná-lo? Não, apenas oremos por ele. Deus há de fazer a obra completa.

*******

Pessoal, irmão Zezinho é um personagem fictício (apesar de existirem muitos irmãos Zezinhos na vida real) mas a história da cereja é bem verdade, aconteceu mesmo.  

Eu quero que você perceba que é uma grande perda de tempo ficar odiando os outros, principalmente destilando e disseminando esse ódio até entre os irmãos. Pra que isso? Ah sim, essa postura de “eu sempre tenho razão”, acaba inclusive com muitos casamentos, pense nisso.

Se você entende algo diferente de outra pessoa, não discuta por isso. Alguns versículos servem pra ilustrar diversas situações, se você entende de um modo, outra pessoa vai entender de outro e por aí vai. Já ouvi pregações completamente diferentes baseadas no mesmo versículo. Da primeira vez que isso aconteceu pensei “já sei o que ele vai falar”, mas não! O pregador disse coisas completamente novas e depois disso outro dia em outra pregação com outra pessoa mas sobre o mesmo versículo, era outra interpretação. E em todas tinha sentido. Se concordei com tudo ou não, isso não importa, algo sempre se aproveita e a gente retém aquilo que é bom.

No caso da cereja, alguns pareciam já estar condicionados a ouvir o que queriam e até por sempre esperarem um motivo pra falar mal mesmo, pior que quando não tem motivo a pessoa inventa.

Mais amor e respeito, por favor. É impossível se dizer de Deus sem isso.

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Por Mais Verdade

por-mais-verdade

 

“Ganho entendimento por meio dos teus preceitos; por isso odeio todo caminho de falsidade.” Salmos 119:104

O que mais admiro em uma pessoa, é infelizmente algo que está cada vez mais raro: a VERDADE. Gosto de gente verdadeira, gente que não finge ser o que não é, seja pra agradar alguém ou por pura dissimulação. Sabe aquele tipo de pessoa que na sua frente tem palavras doces e sorriso nos lábios e mal você virá as costas, já se transforma (ou melhor, mostra quem realmente é)? Pois é, esse tipo de gente é sempre preocupante. Vejo isso em pessoas de todo tipo e por vários motivos.  Muitos são verdadeiros profissionais da falsidade, mestres da mentira.

Há pastores assim (estou citando pastores, mas tenha absoluta certeza que há em todas as religiões), que quando estão pregando parecem homens de Deus e quando o culto acaba, a vida dupla começa. Há pessoas assim em empresas, a fim de conseguir cargos melhores, fingem para o patrão, fingem para o colega de trabalho (algumas vezes já visando o cargo do colega), há pessoas assim em relacionamentos, tanto de amizades quanto amorosos. O problema não é tanto conviver com essas pessoas, o grande problema é conviver com elas sem saber quem são. Às vezes, você se abre com uma pessoa que diz ser seu amigo e na verdade não é, na sua frente te trata bem e depois fala mal de você pros outros. Um grande indício é, se fala mal dos outros pra você, pode ter certeza que fala de você pros outros.

Me incomoda profundamente quando uma pessoa parece ser uma coisa e na verdade é outra, diz coisas perfeitas e cristãs nas redes sociais, frases belas, versículos e fotos que confirmam isso, mas o engraçado é quando a gente descobre que a verdade não era bem aquela. E quando se começa a puxar o fio da mentira, percebe-se que ela é maior do que a quilometragem de muitas rodovias.

Vou citar um exemplo:

“Quando os moradores da cidade de Gibeão, que eram heveus, ouviram falar do que Josué tinha feito com Jericó e com Ai,

resolveram enganá-lo. Pegaram comida e carregaram os seus jumentos com sacos velhos e com odres rasgados e remendados, cheios de vinho.

Calçaram sandálias velhas e remendadas e vestiram roupas bem gastas. E levaram para comer pão seco e bolorento.

Eles foram até o acampamento de Gilgal e disseram a Josué e a todos os homens de Israel: – Nós estamos chegando de um país que fica bem longe daqui. Façam um acordo de paz com a gente.

Porém os homens de Israel disseram: – Pode ser que vocês morem aqui por perto. Como é que podemos fazer um acordo de paz com vocês?

– Estamos prontos para ser seus empregados! – responderam eles. – Quem são vocês? De onde vêm? – perguntou Josué.

Os gibeonitas responderam: – Nós, os seus criados, somos de um país que fica muito longe e viemos até aqui porque ouvimos falar do SENHOR, seu Deus. Ouvimos as notícias de tudo o que ele fez no Egito.

E também soubemos o que fez com os dois reis amorreus a leste do rio Jordão; a Seom, rei de Hesbom, e a Ogue, rei de Basã, que vivia em Astarote.

Os nossos líderes e toda a nossa gente nos mandaram preparar comida para viajar. Eles nos mandaram encontrar com vocês e dizer: “Estamos prontos para ser seus empregados! Façam um acordo de paz com a gente.”

E vejam só o nosso pão! Estava quentinho quando saímos de casa no começo da viagem. Mas olhem! Agora está seco e bolorento.

Quando enchemos de vinho estes odres, eles eram novos. Mas vejam! Agora estão rasgados. As nossas roupas e as nossas sandálias estão gastas por causa da longa viagem que fizemos.

Os homens de Israel aceitaram a comida deles, porém não pediram conselho a Deus, o SENHOR.” Josué 9:3-14 (Bíblia na Linguagem de Hoje)

Você percebeu a que ponto chegaram os moradores de Gibeão? Eles ouviram falar de tudo o que Deus havia feito e resolveram enganar Josué e o povo de Israel (já que sabiam que não os venceriam lutando) e fizeram isso não só com palavras, armaram todo um teatrinho com roupas velhas, pão e vinho velhos. Se passaram por pessoas que haviam vindo de muito longe, de uma viagem cansativa, apenas para se aliar à eles. E por que será que eles caíram nessa história inventada? Certamente eles foram convincentes, óbvio a vida deles estava em jogo, mas há um detalhe importante nisso tudo. No versículo 14 diz que os israelitas averiguaram as provisões (vinho e pão estragados e roupas velhas) daqueles homens mas NÃO PEDIRAM CONSELHO A DEUS. Se eles tivessem perguntado a Deus se poderiam confiar naqueles homens e fazer aliança com eles, o que será que Deus teria dito? Teria dito não é claro, a intenção era que o povo de Israel dominasse sobre todas aquelas terras, e exterminasse aqueles povos, até para não se contaminarem com seus falsos deuses e não absorvesse aquela cultura pagã.

Os homens de Gibeão foram astutos e os de Israel ingênuos, talvez estivessem com o ego inflado de tanta vaidade, porque certamente os gibeonitas chegaram à eles tecendo elogios, e eles já estavam se sentindo autoconfiantes o suficiente para tomar uma decisão importante por conta própria, sem perguntar à Deus.

Decidiram baseado apenas no que viram e ouviram.

Sei que parece muito, decidir baseado no que se vê e ouve, mas não é. Muito tempo se passou desde esse episódio, mas ainda há muitos “homens (entenda-se: homens e mulheres) de Gibeão” nos dias de hoje, tão astutos e falsos quanto eles. Hoje em dia, é muito comum as pessoas tirarem conclusões baseadas em quase nada, em redes sociais. Nem sempre o que se vê é a verdade.

Repense se você tem acreditado em quem não deve, é duro dizer, mas até pessoas da própria família. Pense nas pessoas que você tem mais contato, cuidado com seu julgamento (antes que me venham com um “só quem pode julgar é Deus”, estou me referindo à julgamento no sentido de ter como definição se tal pessoa é boa, verdadeira ou não, e isso todos devem fazer, ou você anda por aí sem analisar nada e ninguém? Sem pensar?…Duvido!).

Quer ver como talvez você julgue uma pessoa por pouco? Antigamente (não tão antigamente assim) as pessoas achavam que quando uma pessoa mal vestida se aproximava dela era um assaltante, poderia até ser, mas hoje…as coisas mudaram, os assaltantes também usam terno e gravata (isso quando não se vestem de papai noel) e como adereço uma arma na mão. A premissa de antigamente não está totalmente errada, não é preciso descarta-la, mas deve-se completa-la com a atual (de que assaltantes também podem usar roupas apresentáveis).

Se você tem dúvidas sobre o real caráter de alguém, de pessoas que te cercam, que fazem parte do seu convívio ou que possam vir a fazer, pergunte à Deus. Não saia por aí contando sua vida, seus planos à qualquer um, ainda que essa pessoa tenha um nome conhecido, fama, dinheiro, status…Isso não quer dizer nada.

Se você sabe à respeito dela o que todo mundo sabe, então pergunte a Deus o que ele sabe. Não lembro se já contei aqui, mas certa vez ouvi uma pregação do apóstolo Fred Berry e num determinado momento ele contou como conheceu a esposa Wilma (ele sempre gosta de brincar dizendo que é Fred e Wilma …rs). Ele perguntou à Deus, se Deus tinha uma benção pra ele (ele queria se casar), e depois de algum tempo insistindo com Deus nisso, Deus disse à ele pra olhar pro lado (ou pra frente, não lembro bem), e quando olhou ele disse à Deus: “É pra mim?” E Deus disse: “Sim”. Ele ficou tão feliz, mas tão feliz que depois foi falar pra moça o que Deus havia falado e sabe o que ela fez? Nada. Acho que nem acreditou nele. Ele fez isso mais umas duas ou três vezes em outros dias e….nada. Deus disse à ele que primeiro ele deveria buscá-lo e assim ele o fez. Durante um culto, ele estava orando e quando ele não esperava, sentiu uma mão no seu ombro. Era Wilma, ela disse à ele: “Deus me disse quem você é.” E o resultado disso? Estão casados até hoje.

Deus falou à ela quem ele era. Deus não age da mesma maneira com todos. Mas talvez ela já tivesse sofrido muito ou simplesmente sabia quem ela era e não aceitaria um homem sem saber do caráter dele.

Uma coisa é você falar de si mesmo a alguém, outra bem diferente é Deus falar de você.

Saiba ouvir a resposta até sem palavras, porque já vi Deus mostrar caráter de pessoas sem dizer nada, simplesmente perguntei à Deus e a pessoa fez algo e se revelou (isso já aconteceu umas duas ou três vezes e não demorou). Foi incrível.

 “Porque não há nada oculto, senão para ser revelado, e nada escondido senão para ser trazido à luz.” Marcos 4:22

Há ainda um outro versículo interessante sobre pessoas que mentiram e tentaram parecer o que não eram, você deve se lembrar de Ananias e Safira.

“Um homem chamado Ananias, juntamente com Safira, sua mulher, também vendeu uma propriedade.
Ele reteve parte do dinheiro para si, sabendo disso também sua mulher; e o restante levou e colocou aos pés dos apóstolos.
Então perguntou Pedro: “Ananias, como você permitiu que Satanás enchesse o seu coração, a ponto de você mentir ao Espírito Santo e guardar para si uma parte do dinheiro que recebeu pela propriedade?
Ela não lhe pertencia? E, depois de vendida, o dinheiro não estava em seu poder? O que o levou a pensar em fazer tal coisa? Você não mentiu aos homens, mas sim a Deus”.
Ouvindo isso, Ananias caiu e morreu. Grande temor apoderou-se de todos os que ouviram o que tinha acontecido.” Atos 5:1-5

Ninguém pediu ou obrigou Ananias e Safira a venderem sua propriedade, mas eles fizeram isso pelo motivo errado. Não sei o que se passava dentro deles, talvez quisessem “aparecer”, se passar por bons cristãos, ganhar status no meio do grupo, não sei, só sei que foi pelo motivo errado e ainda mentiram, mas não havia como esconder a verdade de Deus.

“Eis o que devem fazer: Falem somente a verdade uns com os outros, e julguem retamente em seus tribunais” Zacarias 8:16

É por isso que eu insisto, não confie em si mesmo, pergunte à Deus. Até para a contratação de um funcionário, pra evitar aqueles que são verdadeiros aborrecimentos para o patrão, que chegam causando problemas e não saem sem fazer estragos.

Algo que acontece muito é de pessoas que são mais verdadeiras, autênticas, não serem bem aceitas. Se você diz a verdade e por acaso a verdade é exatamente o contrário do que a pessoa queria ouvir, se prepare porque pode acontecer de lhe virarem as costas.

“Tornei-me inimigo de vocês por lhes dizer a verdade?” Gálatas 4:16

Mas quer saber? Não se importe com isso. Dizemos e vivemos a verdade quando a VERDADE está dentro de nós. Apenas tome cuidado, porque quando uma pessoa precisa fingir, dissimular, é porque o que está dentro dela não é bom. Já que ela não está disposta a mudar o conteúdo, ela altera a embalagem. É mais ou menos quando a gente compra um produto pela embalagem e depois descobre que ele é péssimo.

E só pra não deixar dúvidas, vamos esclarecer uma coisa: gentileza não é falsidade, é educação. Não vamos confundir. Se uma pessoa lhe pergunta se engordou (provavelmente uma mulher, sim somos neuróticas!) e você diz que não, mesmo achando que sim, isso não é falsidade é gentileza. Nem tudo se fala, não tem porque sair magoando as pessoas. Vou dar exemplo, se um homem lhe pergunta se você acha que ele está muito barrigudo…rs (sim, vocês são assim e ainda usam camiseta por baixo da camisa pra tentar disfarçar não sei o que – não se preocupem meninos homem sem barriga é manequim de vitrine) e você diz que não acha isso, simplesmente evitou uma briga desnecessária, evitou deixar a outra pessoa triste. Se tiver muita liberdade e quiser dizer a verdade que pelo menos seja de uma forma sútil e delicada.

O falso, não quer alterar o que tem dentro si, então ele coloca uma estampa de “bonzinho”, até de religioso se for o caso. Faz cara de bonzinho, fala manso, sorri e dá tapinha nas costas, e isso quando não vem até abraçar e dar o famoso beijo de Judas.

temas-o-falso-amigo

A pessoa consegue fazer tudo isso, sentindo raiva de você (a troco de nada), tendo inveja (de coisas que talvez nem você dê valor, mas a outra pessoa tem inveja), inveja do que você tem, de quem você é, da sua família e por aí vai.

Acredito que a verdade tem muito valor, tanto que até mesmo Deus procura aqueles que o adorem verdadeiramente. A verdade algumas vezes pode até doer, mas é libertadora. A própria Palavra de Deus é assim: “Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração.” Hebreus 4:12

Amados, não permitam que “homens e mulheres de Gibeão” lhes enganem ao ponto até de lhes prejudicarem. Se tem dúvidas, pergunte a Deus. Acostume-se a não tomar decisões sem consultar ao Senhor. Conheci pessoas que pareciam boas, mas sinceramente, bondade ali passou longe. Também conheci pessoas que eram taxadas como “esquisitas e sistemáticas” e foram tão boas pra mim que até hoje me lembro delas.

Não seja tão inocente pra sair acreditando em tudo e todos, conhecemos a verdade quando não somente há palavras, mas principalmente, atitudes. E ainda assim, não é de todo confiável, se pensarmos que há pessoas que dão alimentos à outras, não por bondade, mas porque fizeram algo maligno naquilo e querem o mal dos outros. Ao longo dos anos, perdi a conta de quantas vezes vi pessoas que chegaram na igreja num estado terrível por causa da maldade de outras supostamente boas.

“Não me associo com homens falsos, nem ando com hipócritas” Salmos 26:4

Uma pessoa falsa pode enganar à muitos, mas não há como ocultar as intenções do coração à Deus. Aquilo que está dentro dela, Deus sabe. Ele sabe quem é cada um quando ninguém vê, Ele sabe o que se passa dentro de nós. Ninguém é perfeito, mas também não precisa ser falso.

pessoas-falsas

É amados, gente verdadeira está em falta no mercado, quase em extinção.

 Verdade não se compra, não se vende, é ou não é, simples assim. A verdade é de graça e ainda assim está cada vez mais difícil de se achar.

Muito cuidado! Algumas pessoas tem preço, outras tem valor.

“Porque outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Vivam como filhos da luz, pois o fruto da luz consiste em toda bondade, justiça e VERDADE; e aprendam a discernir o que é agradável ao Senhor.” Efésios 5:8-10

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

FECHADO PARA BALANÇO

fechado-para-balanco

É uma boa época pra fecharmos para balanço. Sim, nós…você, eu, todos nós. Se em um dia muitas coisas acontecem, imagine em 365. São muitos acontecimentos, muitos sentimentos, emoções que parecem uma montanha russa. Lembranças, memórias, fatos que ao término do ano, às vezes surgem como um flash em nossa mente. Alguns desejamos e devemos lançar no mar do esquecimento, outros queremos lembrar e levar para a vida toda, os bons como lembrança e os ruins como aprendizado.

Agora é um bom momento para refletir e não levar para o ano seguinte bagagens desnecessárias, peso extra. Se não acrescenta, se não te fez aprender nada, se só trouxe sofrimento…livre-se disso. Apague da memória e se esvazie de coisas ruins que não te levarão a lugar algum. Perdoe e realmente esqueça, a mágoa faz mais mal à quem sente, você se sentirá leve. Pense em coisas boas, planeje o seu próximo ano, tenha idéias, ideais firmes, convicções fortes. Seja mais confiante, otimista, não importa o que dizem à respeito da economia mundial ou as piores perspectivas sobre como anda o Brasil e como estará ano que vem. Importa que ainda que o mundo caia você permanecerá em pé. Porque eu disse? Claro que não, porque DEUS disse. Está lembrado? AQUELE que te criou, que tem todo o poder e autoridade sobre sua vida, pois bem, foi ELE quem disse. Faça a sua humana parte, porque onde você não consegue chegar, onde é impossível tocar, aquela situação onde você só enxerga um grande e intransponível muro, é lá que Deus age. Lembre-se das muralhas de Jericó. Ele ainda derruba muralhas e quebranta corações. Apenas não pare, caminhe, caminhe….por favor, seja CONSTANTE, é isso que faz a diferença.

Se não conseguiu esse ano, não desista ano que vem. Renove-se e prepare-se para novas batalhas, a vida de um soldado é a guerra. Aproveite esse momento para pensar em tudo e já preparar nossas estratégias. Respire fundo, devagar e com calma. Use esse tempo livre para arrumar as gavetas, sabe aqueles papeizinhos de anotações que já não servem mais? Jogue fora, abra espaço para novas notas. Pinte ao menos uma parede da casa de outra cor, faça você mesmo. Vamos renovar o ambiente até visualmente.

2017 vem aí, não fique parado, o ano novo não vai lhe esperar. Que até mesmo entre uma mordida no panetone (sempre sobra do Natal, eu sei) e um gole no guaraná você possa aproveitar para refletir.

Não entre em um novo ano sendo um velho você, pense em tudo que está errado e precisa mudar. Se depende de você, faça, se depende de Deus, ore. Livre-se do pecado que talvez tenha se tornado até um hábito, mas já não combina com você, não tem mais nada haver, livre-se disso.

Um novo ano nos aguarda, não retroceda, se aprendeu algo esse ano, lembre-se de acumular conhecimento e avançar ainda mais ano que vem. Nem todo aprendizado acontece pelo sofrimento, busque aprender e se renovar. Talvez você conheça a história (fictícia – talvez baseada na lenda da fênix) da águia que se renova arrancando suas penas e bico depois de velha. É uma história interessante e motivacional mas não é verdadeira, não há nenhuma comprovação de que a águia se automutile, mas mesmo assim há a troca de penas sem que ela as arranque, isso é verdadeiro, as penas da águia são trocadas uma vez ao ano. Há sim, uma renovação. Sabe o que significa renovar? É o ato de se modificar para melhor.

E aí, o que acham? Vamos aproveitar o momento e fechar para balanço? Entrar 2017 renovados.

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Feliz Natal – 2016

Paz amados! Vim desejar FELIZ NATAL, que você tenha momentos de comunhão com sua família, de alegria, muitos sorrisos autênticos (não aqueles das selfies que muitas vezes é só pra selfie e nada mais porque não se sente a alegria dentro de si, é apenas uma estampa) mas principalmente de comunhão com Deus. 

Sabe aquela história de Natal com peru e panetone (isso aqui no Brasil, porque cada país tem uma cultura diferente), se na sua mesa não tem isso, não chore, não se entristeça. Talvez hoje não tenha, amanhã é outro  dia. Sei que é sempre mais fácil falar do que passar, mas acredite, há dias e dias. Já disse aqui e repito, não me apego muito à datas. Se eu quiser comemorar o Natal em Março, é isso e acabou. Comemoro feliz e contente e quem quiser que se achegue pra participar. E por que não? Se muita gente comemora mesversário, posso muito bem comemorar Natal quando eu quiser. 

Até porque 25 de Dezembro é apenas uma data mais comercial e conveniente para o Natal, então se hoje por algum motivo você está triste por falta de algumas coisas, pessoas, ou até mesmo problemas de saúde. Pense o seguinte: isso vai passar e você vai comemorar outro dia da forma que quiser. Apenas me prometa que hoje, ainda que lhe faltem muitas coisas, que não lhe falte gratidão. Pra falar com Deus você não precisa de nada, nem da voz se não puder…Apenas concentre-se nas coisas boas e no que virá, porque Ele é fiel e terminará a boa obra.

Hoje, agradeça ao Pai pelo maior presente que Ele nos deu: JESUS

Nada de embrulhos numa bela caixa, ornada com fitas e brilhos, mas um bebê numa manjedoura que veio ao mundo pra nos salvar. Ele nasceu, se fez carne, mesmo sendo Deus, por amor à nós, todos nós. À você, à mim, à todos aqueles a quem você ama e até àqueles a quem não ama. Ele sabe o que é passar por esse mundo, Jesus sabe e sente a sua dor, Ele sabe o que é sofrer. JESUS AMA VOCÊ, independente de quem você é, e apesar de quem você é. Ele te ama e tudo o que ELE fez foi por amor.

Amados, desejo à vocês, meu leitores tão gentis, um Natal de benção, de Graça e gratidão. De alegria e amor, ainda que falte o amor das pessoas ao seu redor, o amor de Deus tem o poder de cobrir a sua vida e preencher todo o seu coração. Desejo sorrisos, que hoje, as lágrimas sejam apenas de alegria, nada de saudosismo pra não entristecer o coração. Sempre, sempre e repito pra que não haja dúvidas: SEMPRE o melhor virá. Creia nisso.

Amo vocês, todos vocês, mesmo sem conhecê-los. Desejo o melhor à cada um que aqui chega, seja por uma pesquisa no Google, seja pelo Facebook, pelas notificações por e-mail. Seja como for, desejo à você e sua família: UM FELIZ NATAL!!

Beijos no coração.

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

feliz-natal-2016

Isaías 9:6

o-presente-perfeito

Expectativa x Realidade

expectativa-realidade

Hoje quero fazer essa tag com vocês, mas com relação à vida cristã e também sobre o que muitos pensam à respeito, mesmo não sendo cristãos. Muita gente tem uma idéia errada e preconceituosa de como é a vida cristã.

Vejamos:

Expectativa:

Se converter é deixar de ir à baladas e ir à igreja.

Realidade:

Se converter é bem mais do que isso. É mudar a direção, não simplesmente do caminho do bar para o caminho da igreja. É transformação de mente, coração, idéias, de vida. É entender e querer a vontade de Deus, ainda que pareça loucura ao mundo. É se entregar de corpo e alma, seu presente, passado inclusive, e seu futuro. É querer aprender mais, estar perto. É andar não mais na direção do mundo, mas na direção do céu. Você não deixa de fazer o que fazia antes por imposição da igreja e sim porque simplesmente não quer mais a mesma vida. É um processo natural. O caminho muda porque o caminhante já mudou.

Expectativa:

A vida de um cristão é fácil, porque Deus vai facilitar tudo pra ele.

Realidade:

Não sei de onde tiraram isso, mas FACILIDADE, não faz parte da vida de um cristão. Essa idéia de que “agora tudo será fácil”, é bem distante da realidade. Basta ler um pouco a bíblia no que diz respeito a vida dos apóstolos, profetas e seus discípulos.

Eu substituiria a palavra FACILIDADE, por RESISTÊNCIA. O cristão é aquele resiste, que luta. Que ora mesmo em lutas e fraco, que resiste às situações adversas e enfrenta aqueles que não acreditam mais. Que resiste ao inimigo e permanece na fé em meio às setas lançadas. A vida cristã é uma corrida com obstáculos diferente, onde quem ganha não é aquele que corre mais rápido, e sim o que resiste mais e se mantém constante.  Se o que corre mais rápido, no primeiro obstáculo cair e desistir, de que adiantou correr tanto? O resistente, pode até cair, mas ele levanta e se mantém. O obstáculo não é um impedimento à vitória, é apenas algo que serve para deixa-lo mais forte e preparado.  

Expectativa:

Deus fala somente com o pastor, líderes etc.

Realidade:

Deus pode falar com você também, o que acontece é que muitos não estão dispostos à busca-lo e principalmente a ouvi-lo. Deus não faz só promessas, sim, Ele tem planos para nós e quer que saibamos disso, quer falar conosco e quer que possamos ouvi-lo. Mas sem busca, sem momentos dedicados à oração, sem consagração se torna quase impossível ouvir o que Deus tem à dizer.  Ele quer nos dar direção, orientação, porém, se você não fala de seus planos à qualquer um, a quem não é íntimo…quanto mais Deus. Busque intimidade com Deus. Nada de uma oraçãozinha de 5 segundos (o famoso “livrai-me do mal amém”) de vez em nunca, ou uma vez por semana e está tudo certo, nada disso. Você se alimenta todos os dias e várias vezes ao dia, assim também deve ser com a oração. Fale aquilo que está dentro de você, fale tudo, se esvazie. Deus te conhece, mas quer te ouvir, olha que privilégio! Um Deus tão grande que deseja nos ouvir, que nos quer por perto (ainda que ninguém mais queira).

Expectativa:

Sim eu caminho com Cristo quando vou à igreja, temos comunhão.

Realidade:

Um cristão não caminha com Cristo apenas quando vai à igreja. Você deve andar com Ele, quando vai ao trabalho, à casa de amigos, parentes, ao parque e até quando vai à padaria! Sim, por que não?

Não é algo que se possa desvincular, caso contrário seria como ter uma vida dupla. Um comportamento para ir à igreja e outro fora dela. Estamos falando de transformação de caráter, seja um cristão em todo lugar.  Deus espera que sejamos sal, um pouco de sal dentro de um saleiro cheio não faz muita diferença, já num ambiente insípido, sim, é aonde o sal deve estar. Uma luz acesa enquanto há sol, é só mais uma luz, já em meio às trevas, certamente fará a diferença. Deus nos quer “salgados e luminosos”, não agentes secretos da fé.

É como se a bíblia continuasse a ser escrita, mas sem palavras impressas em papel. As palavras, o poder, os milagres continuam, mas o mundo as lê através da sua vida.

Muitas empresas descobriram que é vantajoso enviar seus produtos à diversos formadores de opinião para que os usem e deem seus testemunhos reais sobre o produto do que pagar anúncios que talvez não lhes tragam o mesmo resultado. É mais ou menos isso que Deus espera de nós. Quando a palavra diz “luz” entende-se que a luz não deve ficar escondida, ela precisa ser vista por todos, iluminar o caminho daqueles que se encontram perdidos. Há pessoas que se convertem por causa do testemunho de outros, ou pela maneira de ser (diferente) do padrão do mundo. Não é necessariamente bondade, porque há pessoas boas não convertidas também, é algo a mais. As pessoas olham e pensam: “Não sei o que há nele(a), existe algo diferente aí, coisas acontecem na vida dele(a) que não são normais. Ele (a) não é normal, não tem atitudes comuns. Não sei o que é mas quero isso também.”

Expectativa:

Crente é gente careta.

Realidade:

Crente é aquele que crê, resta saber em que ou quem. O cristão não é careta, até porque nem Jesus era. Pense bem, um homem que falava e atraía multidões, onde todos queriam estar perto, queriam ouvir suas palavras. A prostituta, o pescador, o cobrador de impostos, o centurião, pessoas de classes sociais diferentes, do indouto ao culto. Todos tinham prazer de estar na presença dele.

O que transmite essa idéia de “crente careta” é o comportamento de algumas pessoas, que beiram o fanatismo e nem percebem. Aqueles a quem as pessoas dizem “bom dia” e ele responde de cara fechada “Paz do Senhor!” ou quando lhe comentam do futebol e assuntos atuais e ele vai logo cortando com um “é pecado”. Infelizmente isso depende de cada um, não de Deus. Caretice no céu não existe, basta ver como a bíblia o descreve.

Expectativa:

Não acredito nesse negócio de céu e inferno, mas se existe prefiro ir para o inferno porque lá vou fazer o que eu quiser.

Realidade:

Essa história de que no inferno se pode fazer o que quiser, que vai ser só festa, bebida etc, sinceramente quem vende essa falsidade, é o mercado publicitário que mostra em muitas propagandas o inferno como um lugar legal, vende a idéia de que “faça o que quiser aqui, porque depois lá também será só alegria”. Alegria é tudo que não há no inferno. Viver sem seguir regras não significa uma morte para um lugar também sem regras. O inferno é claramente é um lugar de choro e ranger de dentes, pessoas presas nos seus próprios tormentos, morte eterna, é um sofrimento sem fim. Todas as chances lhe são dadas em vida, para escolher, pensar, mudar.

Aqueles que vivem como querem e fazem o que seus corações e mentes desejam, já alcançaram o seu céu aqui nesta terra, à estes não haverá outro.

Aos que reconhecem seu caminho falho, sua condição humana e errante e vêem em Cristo o seu resgatador, à estes ele preparou um lugar para estarem junto à ele na eternidade.

“Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.
E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.”
João 14:2,3

“Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou”.
Aquele que estava assentado no trono disse: “Estou fazendo novas todas as coisas! ” E acrescentou: “Escreva isto, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança”.
Disse-me ainda: “Está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem tiver sede, darei de beber gratuitamente da fonte da água da vida.
O vencedor herdará tudo isto, e eu serei seu Deus e ele será meu filho.”
Apocalipse 21:4-7

Citei apenas algumas questões, existem muitas outras nas quais há realidade é bem diferente da expectativa. Geralmente a expectativa é uma espécie de “ilha da fantasia” particular, o problema não é tanto visita-la e sim morar nela. Busquemos a verdade sempre.

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Planejar e Organizar – Feliz 2016

degraus que te levem a vitoria

“Adeus ano velho, feliz ano novo…” Não, não vou começar a cantarolar a tão conhecida musiquinha de fim de ano, me recuso a cair nesse clichê. Mas reconheço que alguns clichês, às vezes, são necessários, como a famosa lista de metas a serem alcançadas no novo ano. Para que as coisas aconteçam é preciso planejamento, organização. Se você se organizar e fizer uma lista honesta, vai ver que ao longo do ano muitas coisas dessa lista aconteceram, outras não passaram nem perto. Mas o bom da vida é isso, a gente se surpreende e Deus traça caminhos que nunca imaginamos. Você até alcança a meta, mas o caminho para se chegar até ela, pode não ser exatamente do jeito que você pensou.

Quando eu disse “fazer uma lista honesta”, quis dizer para que você seja sincero com você mesmo, pense no que precisa ser mudado ou conquistado. Se você disser que não tem objetivo algum, que não tem sonhos, planos e metas; vou começar a achar que provavelmente você está desanimado, triste e espero que não esteja à beira de uma depressão. Todo mundo tem algo que deseja alcançar, uns querem emagrecer, outros querem um emprego novo, há quem queira viajar, estudar, fazer um curso específico, casar; fazer uma festa, mudar de casa, comprar um carro, melhorar a vida. Enfim, há tantos planos, o que para alguns é bobagem, para outros não. Se você quer emagrecer, tenha em mente que o “shake milagroso” não existe, e que obviamente você precisa mudar seus hábitos alimentares. Não é comer uma folha de alface e passar fome o resto do dia, é comer direito, reduzir porções, abrir mão de guloseimas e fazer exercícios (sim é preciso!). É difícil? Depende de sua força de vontade, no começo pode ser mais difícil, mas depois o corpo acostuma e passa até a gostar da nova rotina. Se você não gosta de academia, descubra esportes novos (tênis, natação, golfe, vôlei etc), não é preciso fazer o que todo mundo faz da maneira que todo mundo faz. É gostoso descobrir coisas novas, ACOSTUME-SE A NÃO SE ACOSTUMAR.

Se você quer mudar de emprego, analise primeiro o que pode ser feito para que isso aconteça. Se quer ser dono do seu próprio negócio, não precisa sair jogando tudo pro alto e se lançar no imprevisível sem analisar os riscos, os prós e os contras. Aproveite seu dia de folga para testar seus planos, comece por aí. Trabalhe enquanto os outros descansam, sem esforço não se chega a lugar algum. Se quer comprar uma casa nova, veja onde está gastando mais (pizzaria, restaurantes, passeios) e economize, comece um trabalho novo em casa para ajudar nesse período de dívidas. Talvez, por um tempo, você precise ser o seu maior incentivador. Não diga “hoje está frio, não vou fazer”, “está muito calor, nem saio de casa”, “estou com preguiça”. Anime-se, você tem objetivos a serem alcançados! Organize-se.

Se for pra começar com “isso não vai dar certo”, nem comece, porque não vai dar mesmo. Para que Deus possa agir, você precisa querer e crer.

“Sem fé é impossível agradar a Deus. Qualquer um que quer se aproximar de Deus deve crer que ele existe, e que recompensará aqueles que sinceramente o procuram.” Hebreus 11:6

O ano novo, não fica novo de verdade assim do nada. Parece que os ponteiros do relógio juntos no 12 (noite) do dia 31 de dezembro é algo mágico, “uhuuuuu ano novo, vida nova, tudo novo”. Aí você vai dormir, acorda e cai na real que a única novidade foi a mudança de apenas um número (de 5 pra 6) no calendário. O resto (que na verdade é o principal) caro irmão (ã), é você quem vai ter que ir à luta, batalhar muito, querer e fazer mudar. Se você não agir, hoje você vai cantar “Remove a minha pedra…” e pode passar um, dois, dez anos depois e continuar cantando “Remove a minha pedra…”.

“Digo e repito: seja forte e corajoso! Nada de desânimo e não fique com medo! Lembre-se bem: O Senhor, o seu Deus estará com você, esteja onde estiver.” Josué 1:9

 

O tempo passa muito rápido, o momento de ser feliz é agora, mas faça algo para que isso aconteça. Sem oração, sem busca, sem entrega, sem esforço…não adianta reclamar, porque nada vai acontecer. O seu limite é maior do que você pensa, você aguenta sim! Não complique mais a vida, não é só você que chora, não é só você que sofre, os problemas não acontecem só com você. A vida é simples, apenas não é fácil.

Renove-se (não importa sua idade), renove sua mente. Leia mais, conheça lugares novos. Há ainda muitas cores, sabores a serem explorados. Uma nova mente, traz novos resultados. Tudo o que pensar em fazer, pense grande. Ultrapasse seus limites, se doer (dor não necessariamente física, mas emocional), não desista, a dor faz parte da conquista. Nunca vi um atleta bater recordes sem sentir dor, sem lágrimas. E quando estiver cansado, pensando em parar…respire fundo e continue. Quem desiste, não fica no mesmo lugar, começa a regredir.

Conquistar dá trabalho, não espere que Deus faça tudo por você. Ele fará o impossível, mas você precisa estar disposto a fazer o possível. Lembre-se que aqueles que vão além, saem do lugar comum. Ouça as pessoas certas, não dê ouvidos aos invejosos, destruidores de sonhos, àqueles que não querem sair do lugar e se possível tentam impedir outros de o fazerem. Muitas vezes você vai ouvir: “é impossível”, “isso não dará certo”, “você esquece que o mundo está crise?”. Nessa hora, não ouça nada. Deixe o mundo com a crise e lembre-se de que você está em Cristo. Vá a luta sim, às vezes, o que parece impossível, só precisa de mais empenho, de pensar diferente. Ver o que ninguém viu ou se viu não ousou fazer.

Não se pondere tanto, não seja um empecilho à você mesmo. Autocrítica é bom se for na medida certa, se exagerar torna-se um bloqueio.

Quanto a lista de metas, imprima várias e espalhe pela casa. Nunca a deixe guardada na gaveta empoeirando.

No mais, em 2016, lute por aquilo que você quer, aprenda a lutar. Tudo o que vale a pena, merece que você lute.

 

“Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, nem da sorte, nem do dinheiro. Que ela possa vir com toda simplicidade, de dentro para fora, de cada um para todos.”

Carlos Drummond de Andrade

***

Te desejo um ano incrivelmente abençoado, repleto de felicidade, conquistas, vitórias, alegrias diárias. Que Deus te cubra de paz, saúde, renovo, te encha de unção. Que o Senhor te faça ver o invisível, conquistar o impossível e chegar longe, tão longe, onde você nunca imaginou. Que você sonhe e realize. Desejo também que você faça dos obstáculos que possam surgir, degraus que te levem a vitória. Que a dor possa ser superada, que as mágoas sejam lançadas ao esquecimento e que o perdão reine em seu coração.

Quero aproveitar para dizer que fico muito feliz por sua visita aqui e espero que no ano que vem, estejamos juntos novamente.

O SENHOR te abençoe e te guarde; O SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; O SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.” Números 6:24,25-26

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Imagens para Compartilhar

Paz amados! Faz um tempinho que não posto novas imagens aqui não é mesmo? Mas sempre posto no instagram, então se quiser ver todas: instagram.com/crescercomcristo

Dessa vez preparei imagens bem variadas e sobre temas diversos.  As imagens sobre relacionamento, preparei porque a procura por esse tema aqui no blog é grande. Sei que a vida sentimental é preocupação de muitos e fico feliz que seja assim, pois significa que vocês estão pesquisando e procurando saber o que é a vontade de Deus, o que está na bíblia e não o que o mundo diz.

E quero aproveitar para agradecer pelas 238.963 visualizações no blog e mais de 462 compartilhamentos de arquivos do blog em redes sociais (contagem feita somente contando os links padrão, fora os botões oficiais). Sempre oro por cada visitante aqui do blog, de perto ou de longe, estamos sempre juntos. Deus abençoe a cada um de vocês sempre!

Para salvar as imagens em seu computador, basta clicar sobre ela com o botão direito do mouse e em seguida em salvar imagem como, escolher a pasta de destino e pronto.

Dúvidas? Escreva para: crescercomcristo@gmail.com

Bom uso!

Ana Lucia Salles

nao tente agradar todo mundo voce nao e brigadeiro

felizes e abençoados

olhe para cima para Deus

pessoa certa

ele fara o melhor para voce

degraus que levam a vitoria

suas lagrimas em sorrisos

quando chegar ao ceu

crucificacao

jeremias 1 5

mateus 18 3

Navegação de Posts