crescercomcristo

Just another WordPress.com site

Igrejas Viciadas – Para Pastores e Obreiros

mantenha a calma e mude de rumo

Às vezes fico entristecida quando me deparo com determinadas igrejas. É fácil perceber quando a igreja é formada por pessoas vindas de outros ministérios. Cada um com um costume diferente, um dogma, uma regra absoluta, vícios eclesiásticos enraizados dentro de si (e que precisam ser tirados). Junte tudo isso para se criar uma nova igreja, resultado: um bolo doido, estranho e mal assado. Parece que não mistura, não combina. Dias atrás, visitei uma dessas e sinceramente me assustei com o que vi. Vi uma igreja sem identidade, sem personalidade, vi gente tentando ser quem não era, tentando imitar quem alcançou um certo status nesse meio “gospel”. Só que quem alcançou esse status, o fez tendo personalidade própria e não sendo caricatura de alguém.

Vi uma nova igreja ainda perdida (apesar de não terem percebido isso), nascida a pouco e já agindo como se fosse uma gigante, no que diz respeito à comportamento. Líderes querendo a famosa fila dos bajuladores, sub-autoridades desejando subir mais. Pareciam não tem rumo, não saber bem o que fazer além do “básico” (antes do culto: músicas do Anderson Freire, mal começa o culto e dá-lhe frases feitas, durante o culto: o momento do reteté onde só faltavam imitar o famoso apresentador de TV e dizer: “É hora da ação!”. E mais reteté, rodopios, arrepios, tremeliques e cai-cai. Chance pra um, oportunidade pro outro. Encerramento). Que fique claro, não sou contra nada disso, sou contra a banalização disso.

O engraçado é que por algumas vezes me senti invisível, ninguém falou comigo (não que eu fizesse questão e nem sou do tipo sentimental: ”ah o pastor não falou comigo hoje? Vou sair da igreja” – vemos muito isso), ninguém me cumprimentou. O pastor da igreja, cumprimentou alguém ao meu lado (que ele já conhecia), mas nem me dirigiu a palavra. A esposa, pastora e forte candidata à super-bispa-show fez o mesmo.

Sinceramente, não me importo, fui apenas conhecer; mas ainda acho que educação é fundamental. Me preocupo com quem chega à um lugar desses caído, destruído e desesperado. Pessoas caídas estão por toda a parte, a função da igreja é abraça-las e ajuda-las a entender e ouvir o que Deus tem a dizer. Fazê-las se sentir bem ali, envolvidas numa atmosfera de amor, seriedade. Aos poucos, feridas vão sendo curadas, vidas sendo transformadas, essa é a função da igreja. Uma igreja que preza pela excelência e almeja melhorar, busca corrigir erros. A palavra pode até ser boa, mas se o obreiro grita e ofende alguém que ali está, pronto….estrago feito. Quem quer ser maltratado numa igreja? Certamente ninguém. Ninguém quer ser maltratado nem num comércio, quanto mais num lugar onde se prega a palavra de Deus. E quer saber do pior? Já vi acontecer. Já vi obreiros sem noção e pelo visto sem orientação discutir com alguém que estava na igreja pela primeira vez. O motivo? A obreira queria que a pessoa sentasse mais à frente e a pessoa não queria, devido à insistência mal-educada da obreira o casal se levantou e foi embora. Tudo por causa de uma cadeira. O pastor queria que as fileiras da frente fossem ocupadas primeiro e ela insistiu demais nisso, o casal não queria sentar mais à frente, queria ficar onde estava e ela não se importou e priorizou o comando do pastor. Não sei pelo que eles passavam, mas certamente precisavam de algo. Não pareciam bem, foram embora porque foram maltratados.

Se você está lendo este artigo agora e é obreiro ou pastor, por favor, entenda que sua função é ajudar e não estragar tudo. Se a pessoa não quer mudar de lugar, pelo amor de Deus deixa-a onde está! Você pode até falar com educação, mas não pode ofender e se quer saber nem priorizar a vontade do pastor nesse caso. De nada adianta gastar milhares de reais em programas de rádio se ao chegar na igreja a pessoa é maltratada por um obreiro ou ao ser recebida é como se fosse um invasor que deve ser expulso a qualquer custo. Percebe o quanto você é importante? O pastor é importante mas cada obreiro, obreira, cooperador, diácono, diaconisa, levita, evangelista também é. Uma palavra, gesto ou atitude errada colocam tudo a perder.

Se fora da igreja você é uma pessoa impaciente, lá dentro, exercendo uma função, pense dez vezes, respire fundo e tenha PACIÊNCIA. Até porque você não está ali trabalhando pro pastor, é para Deus e ainda que o pastor não repare em você, Deus não tirou os olhos de sobre você. Tenha isso em mente. Esqueça as gírias, manias, lá não é para você é para Deus, ofereça o melhor, seja melhor. Mais de Deus e menos de nós.

Igrejas com vícios ministeriais (geralmente são hábitos aprendidos em igrejas por onde os líderes passaram e por repetirem tanto nem se dão conta de que aquilo talvez não seja o ideal, simplesmente reproduzem o comportamento aprendido continuamente – “aprendi assim, vou fazer assim, tem que ser assim”) e sem identidade prejudicam o agir de Deus. Igrejas que na verdade mais parecem cópias de outras, com todos os erros da anterior. Ainda acredito que antes de se abrir uma igreja o líder precisa passar por uma “desintoxicação” a fim de desaprender antigos hábitos, se esvaziar daquilo que o contaminou e encher-se somente de Deus, reaprender e receber uma direção. Não se acostume com coisas malfeitas, não ache o errado normal, ainda que pareça uma fórmula de sucesso. Preocupe-se com os detalhes, afinal Deus é detalhista.

Deus não age somente no momento da oração, age também durante a Palavra, age no louvor, age até mesmo quando o obreiro vai até o visitante e diz “Paz, seja bem-vindo!”. Por que não? Até quando as pessoas ainda terão essa mania de esperar o agir de Deus com raios e trovões? Deus fala de muitas maneiras, fala até mesmo com a nossa própria voz. É como se estivéssemos conversando em pensamento conosco, a voz é nossa, mas o falar é de Deus, isso pode acontecer sim. Fala em nosso coração, como uma certeza muito forte a respeito de algo que não sabíamos. Ah sim, e Deus ainda fala em sonhos, isso é totalmente possível.

Me preocupo com o rumo das igrejas e creio que precisem de muitos ajustes. Se falta identidade e verdade é porque tem algo errado, uma igreja tem um exemplo a seguir: JESUS. Uma igreja tem uma mensagem a transmitir: AMOR, PERDÃO, TRANSFORMAÇÃO, SALVAÇÃO.

Não adianta falar do amor de Deus se as pessoas não conseguem vê-lo em você. Não adianta falar de perdão, se você não sabe perdoar a seu irmão e relevar um momento de nervosismo, uma atitude impensada ou até mesmo um esbarrão.

Deus ama e quer salvar aquela pessoa que entra na igreja pela primeira vez e aparenta ter um comportamento diferente do seu. Deus ama os diferentes, Deus ama aqueles a quem o mundo despreza, Deus ama aqueles a quem você prefere fingir não ver.

Você exerce uma função na igreja (ou não)?

SEJA A CADA DIA MELHOR.

“Deus deu a cada um de vocês algumas capacidades especiais; estejam certos de que as estão utilizando para se ajudarem mutuamente, transmitindo aos outros as muitas formas da graça de Deus.

Se você é chamado para falar, então fale como se o próprio Deus estivesse falando através de você. Se você é chamado para ajudar os outros, faça-o com todas as forças e a energia que Deus lhe concede, a fim de que ele seja glorificado por meio de Jesus Cristo – a ele seja a glória e o poder para todo o sempre. Amém.” I Pedro 4:10-11. 

“Porque Deus não é injusto. Como é que ele pode esquecer-se do trabalho incansável de vocês por ele, ou esquecer-se do modo pelo qual costumavam mostrar o seu amor por ele – e ainda mostram auxiliando seus irmãos na fé?

E o nosso desejo sincero é que vocês continuem com a mesma prontidão até o fim, a fim de que tenham a plena certeza da esperança.

Então, sabendo o que está guardado para vocês lá adiante, não se tornem espiritualmente insensíveis e indiferentes, mas sigam o exemplo daqueles que recebem tudo quanto Deus lhes prometeu por causa do vigor da sua fé e da sua paciência.” Hebreus 6:10,11-12.

 No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Navegação de Post Único

3 opiniões sobre “Igrejas Viciadas – Para Pastores e Obreiros

  1. JOAO PAULO em disse:

    Amem ! Que Deus nos guie cada dia mais .

    Date: Mon, 30 Nov 2015 12:06:33 +0000 To: jppereira.lab@outlook.com

  2. Gilmar Simplicio Da Silva em disse:

    A paz de Deus irmã Ana,

    Incrível o seu texto, creio que a irmã deveria investir mais em literatura, digo; penso que a irmã poderia escrever um livro com este título.

    Que Deus continue te usando neste ministério e que as tuas orações sejam respondidas por causa da tua fidelidade.

    Este é um texto que deveria ser lido numa dessas convenções que existem por ai, acredito que muitos não iriam gostar do conteúdo, mas sabemos que os pensamentos de Deus não são os nossos pensamentos.

    Continue assim irmã!!!!

    Fale sempre, Deus é contigo!!!!

    Do seu irmão menor

    Gilmar

    • Paz do Senhor irmão Gilmar!

      Fiquei extremamente feliz com seu comentário. Talvez os leitores nem tenham idéia, mas o comentário sempre gentil de vocês faz toda a diferença pra mim.

      Deus o abençoe grandemente todos os dias de sua vida e sua descendência!

      Ana Lucia Salles

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: