crescercomcristo

Just another WordPress.com site

Arquivo para o mês “março, 2015”

Imagens para Compartilhar

Paz amados! Faz um tempinho que não posto novas imagens aqui não é mesmo? Mas sempre posto no instagram, então se quiser ver todas: instagram.com/crescercomcristo

Dessa vez preparei imagens bem variadas e sobre temas diversos.  As imagens sobre relacionamento, preparei porque a procura por esse tema aqui no blog é grande. Sei que a vida sentimental é preocupação de muitos e fico feliz que seja assim, pois significa que vocês estão pesquisando e procurando saber o que é a vontade de Deus, o que está na bíblia e não o que o mundo diz.

E quero aproveitar para agradecer pelas 238.963 visualizações no blog e mais de 462 compartilhamentos de arquivos do blog em redes sociais (contagem feita somente contando os links padrão, fora os botões oficiais). Sempre oro por cada visitante aqui do blog, de perto ou de longe, estamos sempre juntos. Deus abençoe a cada um de vocês sempre!

Para salvar as imagens em seu computador, basta clicar sobre ela com o botão direito do mouse e em seguida em salvar imagem como, escolher a pasta de destino e pronto.

Dúvidas? Escreva para: crescercomcristo@gmail.com

Bom uso!

Ana Lucia Salles

nao tente agradar todo mundo voce nao e brigadeiro

felizes e abençoados

olhe para cima para Deus

pessoa certa

ele fara o melhor para voce

degraus que levam a vitoria

suas lagrimas em sorrisos

quando chegar ao ceu

crucificacao

jeremias 1 5

mateus 18 3

Anúncios

Guarde o Seu Coração – Uma Abordagem para a Vida Sentimental

guarde seu coração

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.” Provérbios 4:23

O versículo de Provérbios 4:23 tem uma abordagem para a vida espiritual bem ampla, mas sobre isso falarei em outro artigo. Por hora, quero falar com você querido leitor, sobre a parte sentimental que podemos tirar dessa palavra.

A bíblia diz que sobre tudo o que se deve guardar, devemos guardar o nosso coração. Ninguém guarda o que não tem valor e o coração é algo muito precioso. Infelizmente é comum ouvir “mantenha seu coração aberto”, “o amor só vai aparecer se você estiver de coração aberto para recebe-lo”. Amados, uma porta aberta significa que qualquer um pode entrar, uma porta fechada quer dizer que para entrar é preciso permissão, autorização. Se devemos guardar o coração ACIMA de tudo, não podemos ficar de coração tão aberto assim para que qualquer um entre nele.

Há pessoas que embarcam nessa história de manter o coração aberto e levam isso tão à sério que acabam se machucando muitas e muitas vezes. Se vêem sendo destruídas por sentimentos que poderiam ter sido evitados pelo simples fato de ter cuidado.

Mantenha o seu coração aberto para Deus e Ele colocará em seu coração a pessoa certa para você. Percebi que quem quer se apaixonar, mantém o coração aberto demais e sempre fica na expectativa de encontrar alguém. Isso faz com que a pessoa permita que entre em seu coração paixões diversas e muitas vezes sem freio, sem discernimento, não pára nem para pensar se aquela pessoa vai lhe fazer bem ou mal. Se juntarmos isso ao fato de que estamos vivendo numa época onde impera o “parece que é mas não é” o resultado pode ser catastrófico.

Você deve ter ficado se perguntando o que eu quis dizer com o “parece que é mas não é”, vou explicar. Parece que é de Deus, mas é do mundo. Parece que é convertido, mas é só convencido. Parece que é sincero, mas é fingido. As redes sociais colaboram muito para que esse tipo de pessoa se fortaleça, pois é muito fácil parecer e não ser. Vemos belas frases de efeito, imagens bonitas, fotos na igreja e tudo isso faz parecer que a pessoa é alguém que não é. Na verdade podemos estar diante de um “crente Brastemp….não tem comparação (COM CRISTO)”.

Já expliquei aqui o que é jugo desigual e que ele existe dentro e fora da igreja. Quero reforçar para que você tome cuidado com isso. O fato de uma pessoa estar dentro da igreja e muitas vezes até com cargo, fazendo a obra de Deus (mas não necessariamente para Deus), não quer dizer que se trata de uma boa pessoa e que você terá a “segurança sentimental” que procura. Digo isso, pois vejo muita gente querendo se casar com pastores, como se o pastor fosse a personificação de Deus na terra e algumas vezes vemos pastores mais ímpios do que muitos ímpios. Talvez o “status” de ministrar e estar à frente de uma igreja, ou o “status” dos cantores do louvor impressione. As pessoas têm o costume de olhar quem está com o microfone de “baixo para cima” como se aquela pessoa fosse maior do que todos, o problema é quando aquele ministro de louvor ou o pastor começa a se achar realmente muito grande, o maioral (até maior do que Deus).

Não se impressione com dons espirituais, o Espírito Santo dá os dons a quem Ele quer, mas dom não é sinônimo de maturidade espiritual, extrema santidade e nem de experiência de vida.

Particularmente, dou mais valor para aquilo que foi provado pelo tempo e se possível pelo fogo. Para pessoas que já tem uma história com Deus, uma caminhada longa e que já passaram por problemas, que sabem o que é sofrimento e ainda assim não deixaram a Deus, se apegaram à Ele ainda mais. Por que? Simples, porque há pessoas que estão na igreja, fazem a obra (não por amor a Deus e sim por serem CARREIRISTAS) e parece tudo bem, tudo lindo, nunca passaram por nada tão difícil até que um dia surge o problema e a pessoa não sabe como lidar e abandona tudo, podendo até voltar para a vida que tinha antes de se converter. Quem caminha com o Pai, não solta a mão Dele por nada, ao contrário, se apega mais e busca mais. Quem não tem uma base sólida, vem o vento e o leva.

“Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;

E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.

E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;

E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.” Mateus 7:24-27

 É por isso que digo: ABRA O SEU CORAÇÃO PARA DEUS E ELE COLOCARÁ DENTRO DE SEU CORAÇÃO A PESSOA CERTA NA HORA CERTA. Você abre o coração para Deus e Ele se encarrega de “dar a chave” para a pessoa preparada.

 Você olha pra pessoa e pensa: “Que lindo(a) já me apaixonei” e Deus olha pra pessoa e não vê a mesma beleza dentro dela. O lindo(a) não é o que parece. Aí você diz: “mas ele(a) está na igreja, é obreiro(a), pastor(a) etc”. O cargo pode ter a nomenclatura que for, se a pessoa não estiver fazendo a obra por amor à Deus, então não tem um cargo e sim uma carga e a qualquer momento não aguentará mais. A máscara cai. Tem gente que entra na igreja, se converte e começa a se envolver com a obra. Um belo dia descobre que já que seu trabalho secular não está bom (não estou dizendo isso daqueles que realmente foram chamados e separados só para fazer e viver da obra) e que está se destacando na igreja, ele poderia viver só disso. A partir daí começa montar uma estratégia (bajulação, fofoca e querer mostrar serviço demais) para subir rapidamente e ganhar mais e quem sabe até tomar o lugar do pastor titular ou se for o caso de sair, quem sabe levar algumas ovelhas (estilo Absalão). Se você se envolve com alguém assim, sabe como acabará essa história? Muito mal. Ir à igreja, ter um cargo, não faz de ninguém um cristão. Quanto mais se envolver com a obra por dinheiro e planejar carreira nesse meio com fins lucrativos. A raiz desse tipo de gente não está em Deus, está na própria igreja, tão enraizado na igreja que se Jesus volta, ele fica. Nem Deus se agrada disso.

 É algo muito frágil pensar: “eu gosto dele(a) e ele(a) gosta mim”. Não creio que Deus una duas pessoas pelo simples fato de gostarem uma da outra. Acredito que Deus tem a pessoa certa para cada um e que une pessoas de acordo com seu PROPÓSITO. Deus une propósitos. Nossa matemática tão lógica não é igual à de Deus. Em nossa matemática 1+1= 2, na matemática de Deus 1+1= 1….UM EXÉRCITO! Dois formam mais do que uma só carne, formam um exército à serviço do Reino. Um exército que luta junto, que cresce junto e que faz um grande estrago no inferno. Um exército com um propósito.

 Duas pessoas com propósitos diferentes não conseguem crescer juntas, um atrapalha o outro.

 Ah que poético dizer: “siga seu coração!” Amados, o coração é enganoso. Você pode se enganar ao se deixar levar por um sentimento, uma emoção sem base. Não siga seu coração, siga Jesus! O que Deus falar é o que vale, não o que você sente. Até porque, depois o sentimento passa e você comprovará o que já sabia: Deus sempre tem razão.

 Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” Jeremias 17:9

 Guardar significa proteger, vigiar, cuidar, evitar. Cuide de seu coração, talvez você tenha cuidado com tantas coisas e acabe deixando de lado algo tão importante quanto o coração. Não permita que pessoas entrem em sua vida para fazer estragos. Entenda bem, não estou dizendo para você se tornar um “iceberg” de tão frio, nada disso. Não há como evitar certos sofrimentos e deixar de ter sentimentos, mas aquilo que cabe a você fazer, faça. Não permita que seus sentimentos sejam brinquedo nas mãos de gente mau-caráter. Se afaste de quem precisa te diminuir e te humilhar para se sentir bem. O “bonzinho” pra você pode não ser o melhor aos olhos do Senhor. A paixão pode até ser cega mas o amor não, evite agir por impulso. Seja prudente.

Acalme seu coração e descanse, deixe que Deus escolha pra você.

Não espere ser “completado” por alguém. Seja completo com Deus. Ninguém vai te completar se você já não for completo e ninguém vai te fazer feliz se você já não for feliz. É esperar e projetar demais nossa felicidade em outra pessoa. A sua felicidade vem do Senhor. A pessoa certa chega para acrescentar, transbordar e não para “tampar buracos”.

Para isso, mais do que esperar a pessoa certa, procure SER a pessoa certa desse alguém. Há preparação para o trabalho e para tantas coisas mas é raro quem se preocupe em se preparar para o relacionamento (namoro, casamento), portanto: PREPARE-SE! Comece pedindo à Deus para curar suas emoções, seus traumas. Busque, se informe e como diz a bíblia: Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Filipenses 4:8

“E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito; Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração” Efésios 5:18-19

 Não se envolva com qualquer um, prefira as pessoas raras, com qualidades raras, pode ser até simples, mas que não se vê com frequência. E ainda assim não espere alguém perfeito, mas não se preocupe pois, DEUS SEPARA O IMPERFEITO PERFEITO PARA OUTRO SER IMPERFEITO.

Converse muito com a pessoa, observe bem e com discernimento para saber o que é aparência e o que é essência e principalmente busque a direção de Deus.

Lembre-se de que Deus tem a pessoa certa. Você já pode estar sendo observado por sua benção.

Talvez você não possa ouvir, mas em algum lugar há alguém lhe dizendo: “ESPERE POR MIM”.

E acredite…vale a pena esperar!

 Seja feliz.

 No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

eles se encontraram

A Trajetória de José – De Escravo a Governador

jose de escravo a governador

Deus não evitou que José fosse lançado numa cova por seus irmãos, não evitou que fosse vendido como escravo ao Egito, não evitou que fosse lançado injustamente na prisão e nem que fosse esquecido lá por anos, mesmo depois de interpretar os sonhos do copeiro a quem pediu que se lembrasse dele quando estivesse novamente na presença de Faraó. Mas então será que Deus não estava com José e que havia se esquecido dele? Deus era com José TODO O TEMPO.

Muitas vezes pedimos à Deus que mude situações em nossa vida e nos entristecemos quando Deus não a muda. A verdade é que Deus não muda certas situações por um determinado tempo, porque Ele está usando essas situações para nos mudar. Por não entender o agir de Deus podemos pensar que Deus não está trabalhando em nosso favor para acabar com aquilo que nos tem sido motivo de choro. Deus não evitou que José enfrentasse todos esses obstáculos por dois motivos: TRANSFORMAÇÃO e PREPARAÇÃO. Não digo que foi unicamente para que mais adiante ele se tornasse governador do Egito e preservasse a vida de muitos com a questão do alimento, porque Deus tem muitas maneiras de agir, ele poderia chegar a governador sim e sem essa trajetória de sofrimento, o objetivo era esse mas o caminho até chegar ao objetivo pode não ser como imaginamos. Até chegar a ser governador, Deus queria mudar muitas características de José e prepara-lo para o que havia de enfrentar. Um José despreparado não poderia ser governador.

 José era o filho preferido de Jacó, pois foi o primeiro filho que teve na velhice, com Raquel a mulher a quem ele tanto amou e por quem trabalhou anos como se fossem alguns dias. José era o filho querido, mimado, a quem Jacó deu uma túnica colorida (que entre outras coisas, significava autoridade). Por esse motivo era invejado por seus irmãos. Deus dava sonhos a José, que na verdade, eram revelações. Por duas vezes ele sonhou e cometeu o grave erro de contar aos seus irmãos e ao seu pai. Imagine os irmãos de José o ouvindo contar o seguinte:

“Ouvi, peço-vos, este sonho, que tenho sonhado: Eis que estávamos atando molhos no meio do campo, e eis que o meu molho se levantava, e também ficava em pé, e eis que os vossos molhos o rodeavam, e se inclinavam ao meu molho.” Gênesis 37:6-7 

“Eis que tive ainda outro sonho; e eis que o sol, e a lua, e onze estrelas se inclinavam a mim.” Gênesis 37:9 

Claro que eles entenderam que ele queria dizer que um dia eles se inclinariam perante ele e o odiavam ainda mais a cada sonho contado. Jacó também o repreendeu pelo sonho, mas ainda assim guardava essas palavras em seu coração. Amados, um sonho, uma profecia, uma promessa NÃO SE CONTA, guarde pra você. Até aqueles que você acha que ficarão felizes em ouvir podem te surpreender por serem invejosos. Não se engane com as pessoas a ponto de pensar que “é todo mundo bonzinho”, pode não ser bem assim. Você julga aquilo que vê e aquilo que a pessoa parece (só parece) ser, Deus vê aquilo que realmente é. Recebeu uma promessa? GUARDE! Tem um sonho? GUARDE! Está fazendo planos para o futuro? GUARDE PRA VOCÊ! 

O que José sonhava ele contava, não guardava pra si. Essa é uma das características que vemos mudar em José ao longo da jornada. Depois, quando já era governador do Egito e reencontra seus irmãos, aquele José impulsivo, que falava o que pensava, o que sonhava, já não existia mais. Prova disso é que ele não se revela imediatamente aos irmãos. Consegue ter a frieza e a estratégia necessária para agir naquele momento. Vemos um José mais racional, estrategista. Humano sim, pois ao se revelar aos irmãos não consegue conter as lágrimas, mas agora um homem maduro e preparado por Deus, enquanto escravo para ser governador. 

Deus sempre esteve com José e veja que interessante, a bíblia diz que ele foi próspero muito antes de ser governador do Egito. Ele prosperou mesmo sendo escravo. 

“E o SENHOR estava com José, e foi homem próspero; e estava na casa de seu SENHOR egípcio. Vendo, pois, o seu senhor que o SENHOR estava com ele, e tudo o que fazia o SENHOR prosperava em sua mão, José achou graça em seus olhos, e servia-o; e ele o pôs sobre a sua casa, e entregou na sua mão tudo o que tinha.

E aconteceu que, desde que o pusera sobre a sua casa e sobre tudo o que tinha, o SENHOR abençoou a casa do egípcio por amor de José; e a bênção do SENHOR foi sobre tudo o que tinha, na casa e no campo.” Gênesis 39:2-5 

José foi próspero na casa de Potifar, foi próspero até mesmo na prisão. 

“O SENHOR, porém, estava com José, e estendeu sobre ele a sua benignidade, e deu-lhe graça aos olhos do carcereiro-mor. E o carcereiro-mor entregou na mão de José todos os presos que estavam na casa do cárcere, e ele ordenava tudo o que se fazia ali.

E o carcereiro-mor não teve cuidado de nenhuma coisa que estava na mão dele, porquanto o SENHOR estava com ele, e tudo o que fazia o SENHOR prosperava.” Gênesis 39:21-23 

O fato de José estar na prisão não significava a ausência do cuidado de Deus, pois ele nem mesmo era tratado como os outros presos. Portanto, é possível sim, ser próspero em meio às situações que nos afrontam, em meio aos problemas. 

Uma das coisas que acho mais interessantes na história de José é que quem é diferente e escolhido se diferencia desde cedo e em qualquer lugar, qualquer situação. José nunca foi igual seus irmãos, ele foi diferente como escravo, diferente como preso e até mesmo como governador.

Obviamente José sofreu e sofreu muito, Deus era com ele, mas José era humano, passou por anos de sofrimento. Viu sua vida mudar radicalmente, de filho preferido de Jacó a escravo e preso no Egito, teve que aprender muitas coisas. A servir mesmo quando não queria, a se calar. Foram anos e anos de trabalho duro e transformações internas em José. O rapaz da túnica colorida, que se tornou escravo e que agora se encontrava preso por ter se negado a deitar com a mulher de Potifar, o inocente na prisão.

Num dia que tinha tudo para ser como qualquer outro, José é chamado para interpretar o sonho de Faraó e partir daquele momento sua vida mudou novamente, era o dia marcado por Deus para iniciar uma nova história na vida daquele homem, vestes  trocadas, nova aparência e também um novo homem. José saiu de uma cova na prisão para governar o Egito. Da prisão ao palácio.  Faraó viu que Deus era com José e entendeu que não haveria pessoa melhor para governar o Egito. O fato de José ser estrangeiro e ter estado preso não importou a Faraó.

Seu nome foi mudado por Faraó para Zefanete-Paneia, que quer dizer em egípcio: “Salvador do mundo” e em hebraico: “Deus fala, Ele vive”. José agora é um novo homem, marcado por uma história de sofrimento e muitas mudanças e que chegou ao tempo em que Deus lhe havia preparado.

José teve dois filhos com Azenate (filha de um sacerdote do Egito, a quem Faraó lhe deu por esposa), o nome do primeiro filho era Manassés. José deu esse nome porque disse: “Deus me fez esquecer de todo o meu trabalho, e de toda a casa de meu pai”. Deus não deu amnésia a José, nada disso, ele também não havia se esquecido de seu pai e de seus irmãos. Mas esse “esquecer” na verdade era o fato de Deus ter tirado de José o excesso. Todas as situações que ele havia passado haviam deixado uma marca muito forte e certamente algum trauma. Então Deus tira da mente e do coração de José esse excesso que não trazia mais mudança, transformação, que agora só causava dor. Fica a lembrança de tudo o que houve, o resultado permanece, a marca também, mas o excesso Deus tira. Tanto é verdade que José sofreu muito (digo isso, porque muita gente pensa assim: “ah imagina, José era homem de Deus, ele não teve medo, passou por tudo numa boa”) que o nome de seu segundo filho é Efraim, porque disse: “Deus me fez crescer na terra da minha AFLIÇÃO”.

Há certas situações que perduram por tanto tempo que acabam deixando traumas e lembranças tão ruins que não causam mais transformação em nós, apenas dor. Deus muda a situação no tempo certo e se por acaso aquilo lhe foi tão pesado a ponto de lhe causar traumas e agora só de lembrar já lhe traz dor, peça a Deus que tire isso de você. Se você já foi tirado do problema agora ele precisa ser tirado de dentro de você.  Você não esquecerá o que aconteceu totalmente, mas ao lembrar já não vai doer, o sentimento não será mais o mesmo. Outro detalhe importante, o “esquecer” de José também significa PERDÃO, ele havia perdoado seus irmãos, por isso chorou ao se revelar à eles, se alegrou e entendeu o propósito de Deus. Quem perdoa, esquece o que houve, não sente mais o ódio a raiva.

Se você não liberar perdão, não poderá seguir em frente. O que aconteceu vai sempre ficar martelando sua mente e seu coração e o sentimento ruim estará aprisionado dentro de você, impedindo sua vida de prosperar. Quando digo prosperar, entenda, quero dizer como um todo, em todas as áreas.

Na oração do Pai Nosso, pedimos a Deus que nos perdoe assim como nós perdoamos aos que nos fizeram algo. Se você não perdoar primeiro, como Deus poderá lhe perdoar? Talvez você não tenha idéia do quanto isso é importante, mas a falta de perdão pode atrasar sua vida. Será que foi fácil para José perdoar? Não foi. Afinal, ser tirado do conforto de estar perto da família, do pai que o amava, dos privilégios que tinha, pra ser vendido pelos próprios irmãos como escravo, com certeza não foi fácil para José perdoar. Mesmo assim ele liberou perdão e um dia viu se cumprindo os sonhos que Deus havia lhe dado. Aquilo que depende de Deus (tirar o trauma) Ele fará, aquilo que depende de você (perdoar), só você pode fazer.

“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós;

Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas.” Mateus 6:14-15

Você precisa seguir em frente, rumo ao propósito de Deus. Deus foi tão bom para José e o propósito da vida dele era tão grande que o tempo da alegria e da superação foram muito maiores do que o tempo do sofrimento.

Tem um louvor antigo que diz assim: “Quando a dor vai tomar o meu sorriso que está se apagando, sei que amanhã, quando eu acordar, Jesus Cristo, minha dor vai tirar, vai tirar…O choro pode durar uma noite, mas alegria, ela vem, de manhã bem cedo. As estrelas podem formar contra mim açoites, mas Cristo vem bem de manhã e tira o meu medo”.

Amados, a noite de José durou muitos anos mas, um dia quando ele não esperava, veio a manhã e o SOL DA JUSTIÇA, brilhou com toda força na vida dele.

Creia, porque assim também será em sua vida. A noite que você tem enfrentado pode estar durando muito tempo, mas vai chegar o dia que já pode estar bem próximo. O dia em que virá a manhã e o SOL DA JUSTIÇA brilhará e todo o mal, todo o sofrimento, todo o excesso e todo trauma sairão de sua vida, sua mente e de seu coração. A força do propósito e do bem do Senhor é muito maior do que qualquer longa noite de aflição.

 No amor de Cristo

Ana Lucia Salles

senhor estou disposto a ser o que quiseres de mim

Dia Internacional da Mulher

mulher

Paz amadas! Quero direcionar esse post de hoje mais às mulheres, mas claro, os homens são bem-vindos a essa leitura.

Vamos lembrar o papel da mulher na bíblia. Essa rápida viagem ao tempo nas escrituras lhe dará melhor noção de sua importância.

“E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele.” Gênesis 2:18 

Quando Deus diz “ajudadora idônea”, isso significa uma pessoa adequada, apta, capaz e competente. Alguém em quem se pode confiar. Deus não se preocuparia em criar uma pessoa com essa intenção se fosse para a mulher simplesmente não ter função nessa terra. Você é importante sim, descubra todo o potencial que o Senhor colocou dentro de você!

Vamos conhecer algumas mulheres importantes da Bíblia:

Rebeca 

“Então o servo correu-lhe ao encontro, e disse: Peço-te, deixa-me beber um pouco de água do teu cântaro.

E ela disse: Bebe, meu senhor. E apressou-se e abaixou o seu cântaro sobre a sua mão e deu-lhe de beber.

E, acabando ela de lhe dar de beber, disse: Tirarei também água para os teus camelos, até que acabem de beber.

E apressou-se, e despejou o seu cântaro no bebedouro, e correu outra vez ao poço para tirar água, e tirou para todos os seus camelos.

E o homem estava admirado de vê-la, calando-se, para saber se o SENHOR havia prosperado a sua jornada ou não.” Gênesis 24:17-21 

“E chamaram a Rebeca, e disseram-lhe: Irás tu com este homem? Ela respondeu: Irei.” Gênesis 24:58

Rebeca era batalhadora, inteligente e decidida. O servo de Abraão não a encontrou em casa sem fazer nada, esperando as coisas acontecerem e chorando. Não, ele a encontrou quando ela ia ao poço tirar água. Rebeca era tão forte, tão disposta que depois de dar água ao servo de Abraão, ela também deu água aos camelos dele. Imagine o trabalho que ela teve ao dar de beber a dez camelos. Quando questionada se iria com aquele homem para se casar com Isaque, ela não teve dúvidas; e disse: “Irei”.

Rute e Noemi

“Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus.” Rute 1:16

“E respondeu Boaz, e disse-lhe: Bem se me contou quanto fizeste à tua sogra, depois da morte de teu marido; e deixaste a teu pai e a tua mãe, e a terra onde nasceste, e vieste para um povo que antes não conheceste. O SENHOR retribua o teu feito; e te seja concedido pleno galardão da parte do SENHOR Deus de Israel, sob cujas asas te vieste abrigar.” Rute 2:11-12

“E DISSE-LHE Noemi, sua sogra: Minha filha, não hei de buscar descanso, para que fiques bem?” Rute 3:1

Rute era uma mulher determinada e corajosa. Após a morte de seu marido, ela poderia ter voltado ao seu povo mas escolheu ficar com sua sogra Noemi a ponto de dizer : “o teu Deus é o meu Deus”. Noemi decidiu voltar para sua cidade com Rute. Rute era incansável e atenta, começou a colher espigas nas terras de Boaz, passava o dia inteiro debaixo de sol e calor colhendo espigas. “Disse-me ela: Deixa-me colher espigas, e ajuntá-las entre as gavelas após os segadores. Assim ela veio, e desde pela manhã está aqui até agora”. Rute 2:7

Noemi era uma mulher sábia e amava tanto sua nora que a orientou quanto ao que deveria fazer com relação a Boaz. Toda a cidade sabia que mesmo Rute sendo moabita e tendo ficado viúva, ela não havia abandonado Noemi, era dedicada e atenciosa.

“Agora, pois, minha filha, não temas; tudo quanto disseste te farei, pois toda a cidade do meu povo sabe que és mulher virtuosa.” Rute 3:11

 A bíblia diz que a mulher virtuosa é a coroa de seu marido, imagine o orgulho de Boaz ao se casar com uma mulher que era conhecida por toda uma cidade por sua virtude.

Ana

“E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao SENHOR o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.” I Samuel 1:11

Ana era a primeira esposa de Elcana, porém não tinha filhos. Ana era constantemente irritada pela outra esposa de Elcana, que tinha filhos. Pense em quantas provocações Ana teve de enfrentar, toda a tristeza que por anos a incomodava. Ana era uma mulher perseverante, sempre buscava ao Senhor e lhe pediu um filho. Até que um dia ela orou diferente, ao invés de pedir, entregou. Ana fez um voto que foi aceito por Deus. O Senhor deu a Ana um filho e ao povo um profeta, Samuel. Depois de Samuel, Deus deu a Ana mais filhos, mas Samuel foi o resultado de muita busca, oração, persistência e entrega.

Débora

 “E Débora, mulher profetisa, mulher de Lapidote, julgava a Israel naquele tempo.” Juízes 4:4

 Débora era PROFETISA, sim amados, uma mulher profetisa e que julgava a Israel. Débora era casada, porém ela era a juíza e não seu marido Lapidote.

“E disse ela: Certamente irei contigo, porém não será tua a honra da jornada que empreenderes; pois à mão de uma mulher o SENHOR venderá a Sísera. E Débora se levantou, e partiu com Baraque para Quedes.” Juízes 4:9 

“Porém Sísera fugiu a pé à tenda de Jael, mulher de Héber, queneu; porquanto havia paz entre Jabim, rei de Hazor, e a casa de Héber, queneu. E Jael saiu ao encontro de Sísera, e disse-lhe: Entra, senhor meu, entra aqui, não temas. Ele entrou na sua tenda, e ela o cobriu com uma coberta. Então ele lhe disse: Dá-me, peço-te, de beber um pouco de água, porque tenho sede. Então ela abriu um odre de leite, e deu-lhe de beber, e o cobriu. E ele lhe disse: Põe-te à porta da tenda; e há de ser que se alguém vier e te perguntar: Há aqui alguém? Responderás então: Não. Então Jael, mulher de Héber, tomou uma estaca da tenda, e lançou mão de um martelo, e chegou-se mansamente a ele, e lhe cravou a estaca na fonte, de sorte que penetrou na terra, estando ele, porém, num profundo sono, e já muito cansado; e assim morreu.

E eis que, seguindo Baraque a Sísera, Jael lhe saiu ao encontro, e disse-lhe: Vem, e mostrar-te-ei o homem que buscas. E foi a ela, e eis que Sísera jazia morto, com a estaca na fonte.” Juízes 4:17-22

 Perceba a força de Débora, Baraque disse que só iria a Quedes se Débora fosse com ele, e ela foi. Porém Deus tirou a honra da jornada de Baraque e a deu a uma mulher: Jael. Jael foi muito astuta ao se fazer de aliada de Sísera e ao lhe dar leite (para que lhe desse sono) ao invés de água que era o que ele havia lhe pedido. Sísera estava cansado e Jael havia lhe dado leite e lhe coberto, resultado: teve sono. Jael foi astuta e rápida ao ter a atitude de matar Sísera.

 Ester

 “Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de dia nem de noite, e eu e as minhas servas também assim jejuaremos. E assim irei ter com o rei, ainda que não seja segundo a lei; e se perecer, pereci.” Ester 4:16 

Ester se viu numa situação inesperada, precisava defender seu povo e a si mesma mas se fosse a presença do rei sem ser chamada, morreria a menos que ele estendesse o cetro. Ela foi extremamente corajosa e ousada, ao iniciar um jejum antes de se lançar rumo ao inesperado. Ester colocou em prática sua fé (oração= orar+ação) e Deus foi a favor dela. Ester foi ao encontro do rei mesmo correndo o risco de morrer. Ester era uma rainha de atitude, força, fé e ousadia.

 Abigail

 “E era o nome deste homem Nabal, e o nome de sua mulher Abigail; e era a mulher de bom entendimento e formosa; porém o homem era duro, e maligno nas obras, e era da casa de Calebe.” I Samuel 25:3 

“Então Davi disse a Abigail: Bendito o SENHOR Deus de Israel, que hoje te enviou ao meu encontro. E bendito o teu conselho, e bendita tu, que hoje me impediste de derramar sangue, e de vingar-me pela minha própria mão.” I Samuel 25:32-33 

Abigail era mulher de Nabal, quando Davi precisou de Nabal, ele não lhe ajudou e Davi enfurecido ia ao encontro dele para matá-lo. Abigail era uma mulher sábia e ao ser informada da atitude de Nabal, preparou suprimentos e levou a Davi. Abigail foi sábia por ter enviado os alimentos a Davi e muito inteligente com as palavras. Ela conseguiu impedir Davi de matar a Nabal, por causa de uma mulher toda a situação foi apaziguada. Algum tempo depois, Abigail se casou com Davi.

TODA mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos.” Provérbios 14:11

 Sunamita

 “Sucedeu também um dia que, indo Eliseu a Suném, havia ali uma mulher importante, a qual o reteve para comer pão; e sucedeu que todas as vezes que passava por ali entrava para comer pão. E ela disse a seu marido: Eis que tenho observado que este que sempre passa por nós é um santo homem de Deus. Façamos-lhe, pois, um pequeno quarto junto ao muro, e ali lhe ponhamos uma cama, uma mesa, uma cadeira e um candeeiro; e há de ser que, vindo ele a nós, para ali se recolherá.” II Reis 4:8-10

 A sunamita era uma mulher inteligente, ao perceber que Eliseu era um homem de Deus, ela quis fazer para ele um quarto onde ele pudesse repousar quando passasse por alí. Por isso foi abençoada com um filho. Tempos depois, o filho a quem tanto amava havia morrido. Quando lhe perguntavam se estava tudo bem ela respondia: “tudo vai bem” mesmo estando com o filho morto em casa. Determinada ela foi ao encontro de Eliseu para que ele fizesse algo por seu filho. Não parou no caminho, era uma mulher decidida a mudar uma situação. Só voltou para casa com Eliseu que clamou ao Senhor pelo filho da sunamita e novamente aquela mulher teve a alegria de ver seu filho vivo.

 Raabe

“E JOSUÉ, filho de Num, enviou secretamente, de Sitim, dois homens a espiar, dizendo: Ide reconhecer a terra e a Jericó. Foram, pois, e entraram na casa de uma mulher prostituta, cujo nome era Raabe, e dormiram ali. Então deu-se notícia ao rei de Jericó, dizendo: Eis que esta noite vieram aqui uns homens dos filhos de Israel, para espiar a terra.”

Josué 1:1-2 

Deus usa quem Ele quer. Raabe era prostituta mas, ela foi fator determinante para o sucesso da missão dos espias. Se ela não os tivesse escondido, certamente teriam sido pegos. Raabe foi astuta ao propor aos espias uma aliança para que salvassem a vida dela e de sua família quando invadissem Jericó.

 Mulher Hemorrágica

 “Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua veste. Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei. E logo se lhe secou a fonte do seu sangue; e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal.” Marcos 5:27-29

 Vale a pena mencionar a mulher hemorrágica nessa lista de mulheres fortes da bíblia, porque fico pensando o quanto ela teve que enfrentar para ir ao encontro de Jesus. Uma pessoa que um dia teve posses mas que gastou tudo com médicos e remédios, imagine quantos a iludiam dizendo ter a cura para o problema que ela enfrentava. Uma mulher desprezada pela sociedade, isolada por uma doença, cansada de sofrer (afinal 12 anos de sofrimento não são 12 dias), ela ainda encontrou forças para ir até Jesus. Ouviu falar de Jesus e creu a ponto de pensar que se conseguisse apenas tocar a orla de suas vestes seria curada. Grande exemplo de força e fé.

Persistência irmãs, persistência! Se doze anos depois ela creu que seria curada mesmo contra tudo o que via acontecer, mesmo tendo de enfrentar a multidão, você também pode crer. Resista um pouco mais, a vitória está logo alí.

 Maria (mãe de Jesus)

 “Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela.” Lucas 1:38 

Veja como é interessante a maneira delicada e sábia com que Maria lida com tudo o que o anjo lhe havia falado. O anjo havia dito que ela teria um filho mesmo sendo virgem. Isso poderia ter escandalizado Maria, afinal era algo contra todas as regras, mas não. Ela compreendeu que fazia parte dos planos de Deus e havia sido escolhida como instrumento para que a vontade do Pai se cumprisse. Maria demonstrou serenidade, calma e sabedoria.

Maria (irmã de Lázaro)

“E Maria era aquela que tinha ungido o Senhor com ungüento, e lhe tinha enxugado os pés com os seus cabelos, cujo irmão Lázaro estava enfermo.” João 11:2 

“Então Maria, tomando um arrátel de ungüento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do ungüento.” João 12:3

Maria, irmã de Lázaro fez ao Senhor Jesus o que ninguém havia feito e o que indignou a muitos. Derramou sobre Jesus um nardo muito caro que havia guardado preparando o Senhor para o que viria. Maria foi humilde, sábia, demonstrou muito amor ao Senhor e não teve medo ou vergonha, nem ficou se preocupando com o que os outros iam pensar, simplesmente fez.

Outras Mulheres

 “E ACONTECEU, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com ele, e algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com seus bens.” Lucas 8:1-3

 Várias mulheres caminhavam com Jesus e o serviam com seus bens. Maria Madalena era uma delas.

 “E eram Maria Madalena, e Joana, e Maria, mãe de Tiago, e as outras que com elas estavam, as que diziam estas coisas aos apóstolos. E as suas palavras lhes pareciam como desvario, e não as creram.” Lucas 24:10-11

 Após a ressureição de Jesus, Maria e as outras mulheres foram contar aos apóstolos o que havia acontecido mas eles não acreditaram. Se hoje a mulher ainda sofre preconceitos, imagine naquela época, ouvir de uma mulher que Jesus estava vivo. Maria foi a primeira a anunciar as boas novas apesar da descrença dos apóstolos no que ela havia falado.

 “E estavam ali, olhando de longe, muitas mulheres que tinham seguido Jesus desde a Galiléia, para o servir; entre as quais estavam Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu.” Mateus 27:55-56

 Dorcas 

“E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia.” Atos 9:36

 Dorcas é um grande exemplo de mulher que não ficava parada, não ficava se lamentando. Repare que a bíblia diz que ela estava cheia de boas obras. Dorcas fazia roupas. Talvez para você agulha e linha não sejam algo muito representativo, mas para aqueles pessoas a quem Dorcas ajudava, o pouco era muito.

*******

Ainda hoje, as mulheres ganham menos do que os homens, acumulam funções e não são valorizadas. Mas creia que você pode ir além, além dos problemas, além das limitações, além dos preconceitos.

A vida de nenhuma dessas mulheres foi fácil e mesmo assim elas foram bem sucedidas. É hora de alargar as estacas.

 Citei apenas alguns exemplos de mulheres que fizeram a diferença e tiveram papel fundamental no contexto e período em que viveram e que por isso mereceram ter seus nomes e vidas citados na bíblia. Desejo que você tenha a persistência de Ana, a coragem de Débora, a ousadia de Ester, a virtude de Rute, a sabedoria de Abigail; a determinação da mulher hemorrágica e a fé da sunamita. Se você pensa que nada pode fazer sobre as situações que acontecem em sua vida, inspire-se nessas mulheres, com Jesus você pode mais!

“E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas FILHAS profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos terão sonhos; e também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as MINHAS SERVAS naqueles dias, e profetizarão” Atos 2:17-18

 No amor de Cristo

Ana Lucia Salles

flores proverbios 31 25

Navegação de Posts