crescercomcristo

Just another WordPress.com site

David Livingstone – O Homem que Amava a África

David Livingstone

Já há algum tempo pretendia falar sobre David Livingstone, sua história de vida e seu amor por missões que inspiram muitos até os dias de hoje. Se você nunca ouviu falar desse missionário, saiba que ele amou a África e o povo africano.

De origem humilde, David teve de começar a trabalhar bem cedo para ajudar em casa, seu pai era comerciante e professor da Escola Dominical. David sentia, em seu coração que Deus o estava chamando para o seu serviço.

Foi numa reunião de missionários, que David conheceu o senhor Robert Moffat. Ele havia chegado de África. Olhando bem os  olhos de David, o sr. Mofat lhe disse: “Há uma grande planície ao norte da África e tenho visto a fumaça de milhares de aldeias. Nenhum missionário chegou lá até hoje”. “Irei para lá” – Respondeu Davi imediatamente. 
Após dois anos de estudos, David estava preparado para partir.

David ficou seis meses na aldeia e logo aprendeu bem a língua deles. Ensinou-lhes a Palavra de Deus e eles ouviam atentos e  aprendiam cada dia com David.

 Certa vez, não havia água na aldeia para o povo. O feiticeiro da tribo procurou David e o desafiou a fazer chover, porque ele tentou e não conseguiu nada. David aceitou o desafio  e com  a ajuda de alguns homens  e como havia um rio , cavaram com pás de madeira e fizeram a canalização do rio até á aldeia. Foi o primeiro sistema de irrigação no Continente Africano.

As dificuldades iam aumentando. Mais tarde encontraram uma caravana de homens, mulheres e crianças, acorrentados e amarrados uns aos outros. Os traficantes batiam neles com chicotes. Quando viram David, fugiram com medo. David soltou-os todos. David fundou escolas, missões, abriu caminhos para o comércio, para acabar com o tráfico de negros. Sua esposa teve uma filha enquanto viajava.  David só teve a noticia, um ano depois que a filha nasceu. Ela juntou-se à expedição com David. 
     Antes de iniciar a sua última expedição, para descobrir as nascentes do  rio Nilo, tendo ficado só, longe de sua civilização, ele fez uma oração e esta foi encontrada em um diário: “Meu Deus, meu Pai, minha vida meu tudo. Novamente dedico todo o meu ser a Ti. Aceita-me e concede, Oh misericordioso Pai, que antes do final do ano eu possa findar a minha obra. Em nome  do  Senhor Jesus Cristo, amém!!!”

      Em 1871, Stanley, um repórter, com 191 pessoas partem á procura de David. Foi a sua  maior aventura jornalística. Enfrentou muitos problemas, febre amarela disenteria, chuvas constantes e pesadas durante todo o tempo, mas ele prosseguia firme no propósito de encontrar David.

Stanley encontrou o famoso missionário David Livingstone no coração da África e disse: Fui à África levando o preconceito do maior ateu de Londres, mas quando eu vi, aquele idoso solitário, perguntei a mim mesmo – Qual seria a razão que o levaria a ficar aqui nesse fim de mundo? O que é que inspira esta vida? Por meses fiquei pensando muito nele, enquanto ele levava sua missão para a frente, comandado pela Bíblia, deixando para traz tudo para seguir a Cristo. Vendo sua piedade, sua gentileza, seu zelo, sua sinceridade, pouco a pouco minha simpatia por ele foi aumentando. Fui convertido por ele, apesar de que ele nem tentou me mudar. Não foi a pregação de Livingstone que me converteu, foi a vida de Livingstone.”

     Em 1872, a sua idade e forças já não eram como as de antes. Cansado e exausto pelas longas viagens, ficou doente. Mas ele não desistiu. A chuva caía sem cessar. Ele quase não falava. Mas mesmo  assim, David não deixava de fazer os cultos aos domingos e orar com os seus companheiros. De vez em quando lhes pedia para pôr a maca no chão. Construíram uma pequena cabana, e lá puseram o doente. Não podia ir mais além.

     Uma hora antes de amanhecer, viram David de joelhos ao lado da cama, com a cabeça entre as mãos.  David acabava de fazer a sua grande e última viagem – foi para o céu. Milhares de pessoas que o ouviram e aceitaram Cristo, em suas vidas, foram prestar-lhe o último adeus. Tinham tanto amor por David, que não queriam ficar sem ele.

Seus fiéis companheiros de viagem, arrancaram-lhe o coração, e enterraram debaixo de um carvalho em Chitambo, e o corpo embalssamado, para as demais aldeias se despedirem, antes de ir para Londres. 
Há quem diga que seus fiéis companheiros antes de arrancarem o coração, declararam que o corpo poderia voltar pra Londres, mas o coração deveria ser enterrado na África. 

“O Coração do Dr. David Livingstone está na África, seu corpo descansa na Inglaterra, e sua influência continua”.

************

 O que você acabou de ler é um resumo que preparei sobre David Livingstone, mas existem diversos livros sobre a vida de Livingstone, suas descobertas, realizações e sua importância para a obra missionária.

No final desse artigo, tem duas ilustrações em pdf estilo história em quadrinhos sobre a vida de David Livingtone. É só clicar com o botão direito do mouse sobre cada título da ilustração e em seguida em salvar como.

Decidi escrever sobre ele hoje, para que você possa ser inspirado pela história de vida de alguém que dedicou seus dias para servir ao Senhor e ir aonde muitos não queriam, não se dispuseram. É muito fácil dizer: “Eis-me aqui Senhor, envia-me para a obra missionária”, mas quando Deus manda ir a lugares onde a evangelização é difícil e a perseguição é grande, muitos se escondem e se fazem de desentendidos.

Nem todos irão à África ou a qualquer outro país para evangelizar, mas você pode fazer sua parte de onde você estiver. Comece falando de Jesus para os que estão perto, ajude também os missionários que se dispuseram à ir longe, e abriram mão de suas vidas por amor à Cristo e a vidas que nem conhecem. Há muitos missionários presos, perseguidos, expulsos dos países à que foram evangelizar; outros tem o visto de permanência negado insistentemente, alguns são capturados torturados e mortos. Há também os que são obrigados a voltar ao país de origem por falta de verba para mantê-los longe.

Se você não vai, então ore por eles e ajude até mesmo financeiramente àqueles que estão longe. As dificuldades são muitas, os obstáculos surgem diariamente e a perseguição não cessa, procure uma agência missionária séria e se envolva orando e ajudando a manter um missionário. Que o seu coração seja quebrantado por aquilo que toca o coração de Deus.

David Livingstone_pt2

David Livingstone_pt3

No amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Navegação de Post Único

4 opiniões sobre “David Livingstone – O Homem que Amava a África

  1. que Deus nosso senhor comece te recompecando com o seu trabalho gostaria tanto de fazer o mesmo para os meus irmaos africanos. muito graças dou ao nosso senhor pela tua vida meu irmao.

  2. ADOREI O TEXTO E ME AJUDOU A RECONHECER E APRENDER!!

  3. Davi Coutinho em disse:

    Ótimo artigo!

  4. ROGER em disse:

    benção pura !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: