crescercomcristo

Just another WordPress.com site

O Lógico e o Louco

“Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?” 1 Coríntios 1:20

 Lógico é tudo aquilo que segue certas regras (da matemática, da física etc) é aquilo que é coerente. Loucura é aquilo que é contrário à razão, contrário às leis da lógica.

Deus gosta dos “loucos”, daqueles que creem no impossível. De gente corajosa que ousa acreditar no que não vê, mas sabe que é real. O homem lógico não vê lógica em Deus, já o “louco” não precisa da lógica para explicar o impossível.

Uma pessoa “lógica” não pararia uma multidão em frente ao mar na certeza de que Deus faria o milagre e estenderia a mão para ver o mar se abrir. O “lógico” não mandaria o sol parar, não bateria um cajado numa pedra para tirar água, não dormiria com leões numa cova, não ordenaria a um morto para sair, não clamaria pela cura dos doentes nem pela transformação dos perdidos. Uma pessoa “lógica” não louvaria numa prisão, não amaria quem nem conhece, não enfrentaria açoites para pregar a palavra. Uma pessoa “lógica” não entraria numa batalha com trezentos homens usando cântaros, buzinas e tochas, não crê que Deus pode abrir as janelas do céu e abastecer uma cidade, não enfrentaria um gigante usando uma funda. O “lógico” também é o conformado, que não encontrando respostas dentro da lógica, conclui que então não há saída. O “lógico” é preso por paredes (mentais) e obstáculos que o limitam, o “louco” é liberto pela cruz e crê naquilo que seus olhos não podem ver, naquilo que sua mente não pode alcançar, porque sabe que para Deus nada é impossível.

“As coisas que são impossíveis aos homens são possíveis a Deus.” Lucas 18:27

Para os lógicos, Davi que era o menor de seus irmãos não seria a primeira escolha para ser ungido rei, muito menos para enfrentar um gigante. Para os lógicos, Jesus não poderia ser o messias, pois não era como eles imaginavam. Ninguém espera um Salvador simples, sem beleza, sem agressividade ou táticas de guerra anormais.

Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.” 1 Coríntios 3:19

Os “loucos” são os que acreditam, os que vivem pela FÉ e entendem que onde o braço humano não alcança, Deus estende a mão e nos faz viver o impossível. Os “loucos” sabem que onde termina seu limite começa o ilimitado poder de Deus.

O mesmo Deus que impôs limite ao mar também soprou um vento e o dividiu para que um povo passasse em seco. O mesmo Deus que faz o vento soprar também dá ordem para que se aquiete. Os “lógicos” não entendem como Deus pôde dar seu próprio Filho para morrer por toda a humanidade, isso lhes parece loucura, se choca com sua lógica racional e restrita. Os chamados “loucos” quando aceitam a Jesus como seu Salvador, se entregam chorando porque não compreendem como pode Deus nos amar tanto assim, como pode Jesus ter morrido por pecadores, mas aceitam porque sabem que precisam desse amor em suas vidas. Porque ouvem a voz do Pai, porque sabem que necessitam disso para receber a verdadeira Paz e a verdadeira Vida, sabem que aceitando a Cristo, suas vidas serão transformadas e vivem até o fim de seus dias aguardando o dia em que estarão com Ele.

Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação. 
1 Coríntios 1:21

O “lógico” vive o que a sua lógica permite, ouve a pregação da Palavra mas não crê, talvez até viva uma religiosidade mas se nega à Verdade, gasta seus dias e morre. O “louco” vive para Cristo, vive pela fé, passa seus dias meditando na Palavra e com esperança de que as promessas de Deus se cumprirão em sua vida, recebe o evangelho sempre com alegria e ao fim de seus dias tem certeza da Vida Eterna.

O “lógico” é limitado e tem os pés e a mente presos ao chão. O “louco” sabe que para Deus não há limites e mantém  a mente e o coração no céu e os pés na terra, mas está sempre disposto a voar.

 “Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.” 1 Coríntios 2:14

Indico o filme O Fazendeiro e Deus, título original Faith Like Potatoes. Esse filme é muito bonito, baseado numa história real, onde um homem “louco” ousou ter fé e acreditar que Deus poderia fazer um milagre naquela terra para que ele colhesse batatas. Ele creu contra tudo o que via, contra todas as indicativas de que nada daria certo.

No amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Navegação de Post Único

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: