crescercomcristo

Just another WordPress.com site

Faça o Melhor para Deus – Para Aqueles que Fazem a Obra

Quando se fala em entregar o melhor à Deus, pensa-se logo em dinheiro. Mas o que quero abordar nesse artigo vai muito além disso.

A quem você tem entregado o seu melhor? O seu melhor sentimento? O melhor do seu tempo? O melhor de sua capacidade? O melhor de sua criatividade? O melhor de seus bens? O melhor de seus dias? O melhor de seu trabalho?

É muito comum ver pessoas na igreja, ocupando cargos como diáconos, presbíteros, pastores e etc e agindo como se estivesse num trabalho voluntário ou pior, num trabalho obrigatório e não remunerado. Fazem qualquer coisa e de qualquer jeito, entregam ali o seu pior, o resto, mas na hora de cobrar as bênçãos de Deus são os primeiros a clamar pelo melhor.

Certa vez a igreja estava cheia e não havia muitos lugares, estavam trazendo cadeiras em doses homeopáticas e por isso fiquei em pé perto de uma porta para não atrapalhar ninguém. Uma pessoa que estava ajudando a localizar lugares e acomodar os que estavam em pé, simplesmente passava por nós, nos olhava, virava o rosto e acomodava todos os que chegavam depois. Ficamos ali um bom tempo e nada de cadeira, até que um diácono providenciou as que faltavam. Outro exemplo é quando vejo presbíteros e pastores orando de qualquer jeito pelas pessoas, parecem máquinas programadas. Uma oração que mais parece um ruído, sem sentimento, sem emoção e não conectados nem à Deus. Parecem satisfeitos ao pensar que “estão cumprindo com a obrigação” e isso basta. Obrigação? Quem os obrigou? Tenho certeza de que Deus não foi. Nem Deus vai se agradar de um trabalho mal feito e de má vontade. Falta respeito, conscientização de sua função na igreja e amor ao próximo.

“Da mesma sorte os diáconos sejam honestos, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância;
Guardando o mistério da fé numa consciência pura.
E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis.
Da mesma sorte as esposas sejam honestas, não maldizentes, sóbrias e fiéis em tudo.
Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, e governem bem a seus filhos e suas próprias casas.
Porque os que servirem bem como diáconos, adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.” 1 Timóteo 3:8-13

Todos devemos nos envolver com a obra de Deus, mas nem todos farão a mesma coisa. Mas um não é melhor ou mais importante do que o outro por causa de um cargo, somos parte de uma engrenagem, onde tudo deve funcionar em harmonia para que seja entregue a Deus o melhor. Faça aquilo a que você foi chamado, mas dê o seu melhor. Se você foi chamado para ajudar na organização da igreja, a arrumar cadeiras, preparação da ceia, então faça o seu melhor. Se é para ficar na porta e receber os que chegam, então seja educado e cumprimente as pessoas, não como quem recebe convidados num clube mas como quem recebe aqueles a quem Deus chamou naquele dia  e guiou até aquele lugar.

Tenha em mente que muitos que entram na igreja estão passando por problemas diversos, esperam encontrar ali um ambiente diferente do mundo lá fora. Se ao entrar a pessoa se deparar com alguém na porta que lhe trata mal, torce o nariz, lhe analisa de cima abaixo ou lhe é grosseiro, pode ter certeza que muitos vão embora e não voltam mais.

“E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens,
Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis.” Colossenses 3:23-24

Quando for orar, ore com fé. Se consagre antes, busque mais de Deus. Não adianta passar o dia na frente da Tv, do computador, passeando, trabalhando ou brincando e só lembrar de falar com Deus quando está na igreja. Percebi numa grande igreja que não tem muita oração com imposição de mãos, que em dois cultos específicos um dos pastores se dispõe a orar assim pelas pessoas e elas vão sedentas a frente, elas esperam por isso. Sua oração pode mudar a vida de alguém, não faça de qualquer jeito. Deus deseja te usar mas você precisa buscar e se entregar mais para que isso aconteça. Dê o seu melhor.

Quando se fala em ofertas então, parece ser esta a parte mais sensível do homem: o bolso. Deus é dono do ouro e da prata, o que te faz pensar que Ele precisa ou quer o dinheiro de um miserável? Há uma grande diferença entre dar esmolas e entregar ofertas.

“Porque, quando ofereceis animal cego para o sacrifício, isso não é mau? E quando ofereceis o coxo ou enfermo, isso não é mau?” Malaquias 1:8

A esmola é aquele dinheiro normalmente rasgado e em notas baixas ou moedas de quase nenhum valor que muitos tiram do bolso com ar de superioridade e dão à mendigos ou à pedintes. Para a oferta não há um valor determinado, o que vale mais é o sentimento de entrega. Você daria uma esmola a quem você ama? Então por que dar esmolas à Deus? Conheço relatos de pessoas que se preocupam tanto com a oferta, que não importa o valor, se recebem notas rasgadas, vão ao Banco trocar por notas novas para entregar a Deus o melhor. 

Algumas igrejas colocam as coisas de uma maneira que parece que o dinheiro resolve tudo, outras que um cargo resolve tudo. Na verdade, as pessoas até preferem acreditar que se fizerem voto, pegarem todos os carnês possíveis e comprarem todos os objetos “ungidos” estão se relacionando com Deus e são os cristãos mais devotos por isso. Outros preferem crer que porque tem um cargo na igreja e trabalham na obra de forma sistemática estão mais próximo de Deus. 

Há aqueles que tem cargo há muitos anos mas ainda assim não entregaram suas vidas totalmente à Deus. Quando se faz algo para Deus, é preciso que seu sentimento esteja nisso, que sua mente tenha consciência que não está fazendo para manter uma aparência, que não está fazendo para o pastor ver, para ganhar pontos com a liderança da igreja. Você não é um voluntário, você é servo e a função de um servo é servir.

“Não sejais vagarosos no cuidado; SEDE FERVOROSOS NO ESPÍRITO, servindo ao Senhor…” Romanos 12:11

Sirva a Deus com amor e não com indiferença. “O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem.” Romanos 12:9. Você entrega o seu melhor a Deus quando o serve com verdade, com amor e não apenas de aparência. Uma fruta bonita por fora e estragada por dentro não serve para consumo, não é a melhor. Da mesma forma, exibicionismo religioso não é o melhor a se oferecer a Deus. Você pode dar todos os seus bens, pode trabalhar na obra dia e noite, mas se seu coração estiver corrompido pelo pecado, de nada adianta. Você esfria, passa a fazer tudo de qualquer jeito, entrega a Deus um resto de você. Não é isso que Deus quer. 

“E que amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios.” Marcos 12:33

Parece que enquanto o culto acontece, alguns pensam que Deus está olhando o culto todo, no geral e que o trabalho deles ali e nada é a mesma coisa. Engana-se quem pensa assim, pois Deus vê os dois cultos ao mesmo tempo, o geral da igreja toda e o seu individual. Portanto, se no louvor você canta mas não louva, Deus vê. Se durante o culto sua mente está nos afazeres diários, Deus vê. Se na sua escala da igreja, você ora de má vontade pelos irmãos, deixa tudo bagunçado e fica batendo papo do lado de fora, tenho uma notícia pra você: DEUS ESTÁ VENDO VOCÊ.

 “TENHO, PORÉM, CONTRA TI QUE DEIXASTE O TEU PRIMEIRO AMOR.
LEMBRA-TE, POIS, DE ONDE CAÍSTE, E ARREPENDE-TE, E PRATICA AS PRIMEIRAS OBRAS…”
APOCALIPSE 2:4-5

No amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: