crescercomcristo

Just another WordPress.com site

Vestido e Revestido

Há algum tempo venho refletindo sobre esse tema, sei que é motivo de grande polêmica, mas sinceramente não vejo razão pra isso. Algumas pessoas e igrejas parecem escolher certos versículos para torcê-los, passando de forma insistente e dogmática para a igreja (pessoas) que aceitam sem questionar. Isso acaba aumentando o preconceito de pessoas que ainda não aceitaram à Jesus porque passamos sem querer uma imagem de restritos, fechados. Muitos pensam “eu é que não quero ir pra igreja e ficar assim”, outros já falam “olha a roupa, é crente”.

Vestido

A QUESTÃO DA ROUPA – SAIA – CALÇA

“Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao SENHOR teu Deus. “
Deuteronômio 22:5

Confusão formada, alguém decidiu que calça para mulher é pecado e a coitada que usar já está com o pé no inferno. Por acaso é isso que está escrito no versículo? Está falando na bíblia que é pecado a mulher usar calça? Não, não está. O versículo diz que é abominação mulher usar roupa de homem e homem usar roupa de mulher.

Há calças masculinas e há calças femininas. Às mulheres não é proibido usar calça, basta saber escolher. O bom senso sempre deve entrar em ação, calças muito apertadas que até ganharam um apelido “mais justas que Deus” devem ser evitadas, saias curtas que mais parecem um pedacinho de pano também devem ser evitadas. O importante é vestir-se com decência e ter um comportamento elegante. Com um comportamento vulgar, uma imensa saia não a fará parecer decente e a curta só piora a situação. Há aquelas que dentro de determinada igreja parecem aceitar a imposição da roupa, mas ao sair da igreja encurtam a saia, o que adiantou nesse caso usar uma saia arrastando no chão?

Um detalhe importante é que meia calça não é calça, como o próprio nome diz é meia, portanto deve ser usada como tal e não somente a meia com uma blusa por cima. Por mais grossa que seja a meia, ainda é uma meia. Já vi uma moça na igreja com um short curtíssimo que mais parecia uma lingerie e uma meia calça grossa (provavelmente achou que resolveria o problema), todo mundo olhava, inclusive alguns homens, mas havia os que não estavam nem aí pra ela. Provavelmente esses a acharam vulgar e a mente deles a identificou e qualificou como um tipo de pessoa vulgar que não valia a pena nem iniciar uma conversa. Restrinja o uso de short na igreja se você só tem aqueles que usa na praia, convenhamos, cada local com seu tipo de roupa.

O chão da igreja não é passarela e você não é um pedaço de carne se expondo num açougue, valorize-se. Tenha discernimento, mais vale uma calça decente do que uma saia curta. Vista-se e comporte-se para o encontro mais importante de sua vida, o encontro com Deus.

As pessoas (principalmente os homens, que são extremamente visuais) interpretam o tipo de pessoa que você é, pela roupa que você usa e por seu comportamento. Se antes de sair de casa você já fica incomodada por ter que ficar puxando a roupa que sobe, levantando um decote que cai, puxando uma calça que colou no corpo, então troque de roupa. Você não está indo ao supermercado ou ao shopping, é a casa de Deus. Quando você visita alguém, você deve respeitar a casa de seu anfitrião, com Deus não é diferente, é preciso haver respeito e reverência.

Como eu disse anteriormente há calças masculinas e há calças femininas e por incrível que pareça também há um tipo de “saia” masculina, o famoso kilt, um modelo escocês de saia para homens. Lá é uma questão cultural e eles não usam saia de mulher, ninguém na Escócia pega a saia da esposa para um passeio. O kilt é um modelo masculino e não feminino. Para nós aqui pode ser um pouco estranho, porque não faz parte da nossa cultura, mas faz parte da cultura deles e nem por isso os homens escoceses irão para o inferno por usar kilt.  Quando eu completei quinze anos, fiz uma viagem para um parque nos Estados Unidos e me lembro muito bem que na fila de um brinquedo, havia um homem usando kilt, suspensório e as meias tradicionais combinando. Pensa que alguém o estava olhando torto, rindo e comentando? Não mesmo. Porque vimos que ele era escocês e estava vestido de acordo com seu país.  A Polinésia é outro lugar onde é cultural homens usarem saia e também em algumas regiões da África.

Particularmente, nesses lugares eu acharia normal ver os homens usando saia, não disse que acho bonito, mas é preciso entender que faz parte da cultura, da mesma forma que temos certos pontos de nossa cultura que para eles parece estranho. Aqui ainda acho um choque visual. Admiro quando vejo um homem com uma calça com um bom corte, sapatos bonitos e claro terno e gravata. Homens, vocês tem muita opção. Há tantas camisas bem feitas, roupas que quando bem escolhidas deixam o homem mais elegante em qualquer situação. Então, evitem usar na igreja aquelas camisetas justíssimas com decotes (existem sim e eu já vi na igreja) ou aquelas regatas que quase deixam o pulmão à mostra.

Conclusão: Calça não é pecado, é na verdade um dogma criado por certas igrejas. Gostaria de ver algumas dessas pessoas usando saia em países onde a temperatura é abaixo de zero. Onde o frio só é suportável com roupas térmicas especiais. Algumas pessoas nem fazem por mal, talvez não tenham noção, nunca perceberam. O importante é ter bom senso.

Quando mulheres que se converteram a pouco ainda se vestem de forma inconveniente, não adianta lançar-lhes um olhar acusador por isso. Só muda a maneira de se vestir quem muda a maneira de pensar. O Espírito Santo vai trabalhar no coração dessas pessoas a tal ponto, que um dia elas mesmas terão vontade de mudar e isso será natural e não por imposição. A mudança que funciona e permanece é aquela que vem de dentro pra fora e não o contrário. O externo é consequência do que acontece internamente.

Revestido

“Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.
Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.
Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.
Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça;
E calçados os pés na preparação do evangelho da paz;
Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.
Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus…”
Efésios 6:11-17

Essa é a parte mais importante, mais até do que a própria roupa. Com sua roupa você passa uma imagem a outras pessoas e com sua armadura você enfrenta o mal.

Vista-se para Deus e revista-se de Deus.

Verdade, justiça, preparação do evangelho, fé, salvação e espada do Espírito.

Só usa uma armadura quem se prepara para a guerra, nós enfrentamos uma guerra constante.

Repare que a armadura é completa, para que você não só se defenda, mas também ataque. A guerra é espiritual e devemos estar munidos de armas espirituais.

Capacete da salvação– para proteger sua mente e seus pensamentos contra os ataques do inimigo.

Couraça da justiça– para proteger seu coração

Evangelho da paz– para que você tenha os pés prontos a levar a Palavra, anunciar as boas novas.

Escudo da fé- indispensável em qualquer batalha, um grande escudo para te esconder as setas inflamadas do maligno. Geralmente o inimigo lança essas setas para atrapalhar o caminho dos que servem à Deus, para tentar te fazer desistir de algo, tornar sua caminhada cheia de problemas e transtornos. Isso acontece em determinadas áreas da vida (financeira, sentimental, saúde, ministério). O escudo da fé serve para te proteger e bloquear as setas, para que elas não tenham nenhum poder sobre você.

O cinto da verdade– É o que segura toda a armadura.

Espada do Espírito- Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão de alma e espírito, e de juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hb 4:12) 

Só resiste e vence uma guerra espiritual quem está preparado com as armas espirituais.

De nada adianta ter essas armas e não usar ou usar somente o escudo para proteção. Ataque! Use cada parte de sua armadura sem medo de desgastá-la.

“Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela…”
Mateus 16:18

 

Revista-se de:

Misericórdia, benignidade, humildade, mansidão, longanimidade e, sobretudo revista-se de amor.

“E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição. 
Colossenses 3:14

 Nessa guerra você já é um vencedor, Satanás só é teimoso porque insiste em continuar nos enfrentando mesmo sabendo que já perdeu. Saiba, que toda vez que ele se levantar é pra cair. Jesus te habilitou e te deu as armas para enfrentá-lo.

“Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo, e não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências. “
Romanos 13:14

Boa batalha.

Ana Lucia Salles.

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: