crescercomcristo

Just another WordPress.com site

Ensina a Criança

  “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele”. Provérbios 22:6

 Tenho muitas lembranças boas de minha infância, grande parte delas relacionadas à igreja.  Lembro-me das aulas e brincadeiras na escolinha, dos ensaios para as apresentações em datas especiais nos cultos, lembro-me do coral da igreja todo arrumado cantando hinos tradicionais; das pessoas se cumprimentando, das risadas e abraços. Lembro-me de algumas pregações que me marcaram ainda criança, lembro-me dos louvores, das orações; das vigílias e das ceias. Lembro-me dos amigos, dos acampamentos, das festas, me lembro até mesmo do cheiro de pipoca que vinha do lado de fora e invadia a igreja, ainda esses dias a lembrança veio tão forte que quase pude senti-lo. Lembrei-me do banco de madeira, lembrei-me também de Tu és fiel, me vi pequena olhando tudo atentamente e ouvindo o coral, era lindo, o melhor lugar do mundo, Deus estava ali. Lembro-me do dia em que me batizei e das palavras do pastor pra mim naquele exato momento, já se passaram dezoito anos, mas me lembro como se fosse ontem.

Nem mesmo o dia em que passei no vestibular ou o dia em que terminei a pós-graduação não foram tão marcantes quanto esses, o sentimento não é o mesmo. Nasci, cresci e fui criada na igreja, desde muito cedo aprendi lições de vida valiosas vindas diretamente do Senhor. Vi ainda criança, pessoas sendo curadas e libertas, pessoas recebendo milagres e prosperando em tudo que faziam, e claro, eu, uma delas. Na escola, via minhas amigas que ainda não conheciam a Jesus, levarem uma vida diferente da minha, o que dava alegria a elas, não dava a mim. As baladas, as bebidas, o cigarro; nada disso fazia parte do meu mundo. Eu olhava pra tudo isso e pensava que graça elas viam nessas coisas, porque a minha felicidade era agradar a Deus, era ser parte do Corpo de Cristo. Passei por careta, por não participar dessa parte da vida delas, não sofri preconceito, mas sem dúvida, os olhares já diziam o que pensavam a meu respeito. Nunca me importei com isso e permaneci firme na fé, firme em minhas convicções. Tive uma infância de verdade e feliz, uma adolescência sadia e feliz, tudo valeu a pena. Entendo quando a bíblia diz que estamos no mundo, mas não pertencemos a ele, entregar à vida à Cristo é isso, é confiar, crer de tal forma que nada no mundo pode nos derrubar, nos fazer perder a fé, as coisas do mundo se tornam impenetráveis na armadura que recebemos de Jesus.

As crianças são pequenos tesouros, se bem ensinadas e orientadas crescerão no caminho certo e os pais têm essa função, a de ajudar a criança a crescer na fé, desenvolver e ser tudo aquilo que um dia Deus planejou para ela. Eduque e corrija sim, quando necessário. Lembre-se que dizer não também é amar.

O Senhor me lembrou de algo, me disse que eu mudei, mas que Ele permanece o mesmo. O homem precisa de mudanças para se tornar melhor, se aperfeiçoar, mas Deus não muda porque Ele é perfeito, é Santo. Crescer faz parte da vida, crescer com Cristo é um privilégio maravilhoso.

Autor: Ana Lucia Salles

Navegação de Post Único

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: