crescercomcristo

Just another WordPress.com site

Amar é Dom de Deus

Amar é Dom de Deus

 Televisão não é um bom meio para ver exemplos de relacionamentos que dão certo, em sua maioria os relacionamentos mostrados estão sempre destruídos, cercados de traições e adultérios. Por procurar respostas e exemplos em “fontes” erradas e sem idoneidade, muitos aprendem como acabar com um relacionamento, como secar o amor no seu cônjuge, como destruir um casamento, mas não como edificá-lo e fortalecê-lo. A bíblia nos diz como deve ser um relacionamento sadio, fruto de um verdadeiro amor. O amor seja para com o próximo seja num relacionamento vem de Deus. Em I Joao 4:7-8 diz: “Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.”

O amor é um sentimento que vem de Deus, nós amamos porque Deus é amor e nos ama com um amor que vai muito além de nosso entendimento. Exercer o dom de amar é um privilegio, mas também é algo que muitos negligenciam e desprezam. Amar é fazer escolhas. Muitas pessoas se casam apaixonadas e logo em seguida passam a achar que não tomaram a decisão mais acertada, ou que nem se amavam e que o casamento foi um grande erro. Essa é a fase de adaptação e de se colocar em prática o amor, aquele sentimento tão precioso que vem de Deus, lembram-se? Essa é a hora de fazer escolhas, escolhas diárias que serão cruciais para determinar o futuro da nova vida a dois. A paixão é algo que acontece quase que sem explicação, a paixão é “química” é um estado de enamoramento que dura no máximo dois anos, às vezes até menos tempo.  Tão pouco tempo que passa como se a pessoa estivesse num estado febril durante aquele período.

A partir do que o nosso Senhor nos disse de como deve ser o amor, nós sabemos como ele não pode ser, vejamos como a bíblia define o amor:

“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”

A palavra chave para todas essas acima é apenas uma: escolhas. Você define que rumo irá tomar seu relacionamento ao fazer as escolhas certas. Você ama, Deus é amor, Ele te ama e lhe deu uma pessoa para que você passe a sua vida aqui nessa terra ao lado dela.  “Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.” Gen 2:24

Decisões certas mudam um relacionamento ainda que os dois pensem que o amor já não exista, mude a forma de tratar, escolha palavras doces, se ofereça para ajudar, elogie, passem mais tempo juntos com coisas que agradem, vão passear só vocês dois. Diante dos obstáculos e desafios, não desistam, invistam no amor. Em outro artigo, irei mais adiante nessas questões, aqui apenas quero inspirá-los a exercitar o amor e a lutar por ele, vale a pena sim. Não é fácil resgatar um amor em corações feridos e maltratados diariamente, mas você tem o dom de Deus, confie naquele que habita em você: Jesus Cristo, Ele é a sua força.

Existe sim um amor que dá certo, um relacionamento que dura uma vida toda, não pelos laços da paixão, mas pela liberdade e força do amor. Por escolhas acertadas, por decisões que apesar de não serem fáceis, trazem resultados incríveis e promovem uma convivência que muitos acreditam nem existir, devido à péssimos exemplos de vida que tiveram, bagagens de um aprendizado distorcido que precisam ser corrigidos pouco a pouco, até que o pouco se torne o todo, até uma pequena parte cresça para que ocupe o lugar das lições errôneas que tiveram em sua vida. Amar é um verbo e como todo verbo requer ação, tome uma atitude positiva e faça algo por seu relacionamento.

O amor é o mais nobre dos sentimentos. O amor “da boca pra fora” é apenas um sentimento; o amor verdadeiro induz à ação, pois tudo fazemos por amor. Amar o próximo como a nós mesmos é nosso maior desafio; implica em abnegação, respeito, cumplicidade, caridade, estender a mão e, principalmente saber se colocar no lugar do outro. É ter consciência que todos somos um, e eu acredito que, às vezes, um pequeno gesto, pra quem fez não é nada, mas pra quem recebe é muito… Para mim, o amor sem atitude e ação, não é verdadeiro assim como a fé, sem obras é morta.

Deixo para sua reflexão uma musica da Fernanda Brum:

Te amaria outra vez

Composição: Fernanda Brum / Ariane

Te amaria outra vez
Se você quiser perguntar
Te amaria outra vez
Pra você nunca duvidar
Te amaria outra vez
Como fogo no teu olhar

Te amaria outra vez
Se visse você partir
Te amaria outra vez
Se tivesse que te buscar
Te amaria outra vez

Te ouviria outra vez
Te escreveria outra vez
Longas cartas
De uma eterna namorada
Te ligaria outra vez
Te acordaria outra vez
Pra conversar durante
Toda a madrugada

Te amaria outra vez
Se visse você chegar
Te amaria outra vez
Se olhasse no teu olhar
Te amaria outra vez

*****************

Autor: Ana Lucia Salles

Navegação de Post Único

Uma opinião sobre “Amar é Dom de Deus

  1. Hernani Onésimo Gomes Vaz em disse:

    Estou me preparando para me tornar membro da Casa de Oração . E lá é bem pregado de que não se deve viver em “jugo desigual”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: