crescercomcristo

Just another WordPress.com site

Erga a Voz

Erga a Voz

“Erga a voz em favor dos que não podem defender-se, seja o defensor de todos os desamparados.
Erga a voz e julgue com justiça; defenda os direitos dos pobres e dos necessitados”. Provérbios 31:8,9

Hoje quero abordar um tema delicado e que apesar de delicado precisa ser falado. Acho que uma das piores coisas que pode acontecer a uma pessoa é estar numa guerra e não se dar conta disso. Agora você deve estar se perguntando, mas como é possível? Sim, pior que é totalmente possível. Sabe como isso acontece? Vou explicar.

 Acontece quando situações anormais passam a ser encaradas como normais, acontece quando aquilo que não existia antes, passa a existir e ser encarado como “moderno”. Quantas vezes ouvimos a seguinte expressão: “Ah isso acontece porque o mundo está moderno, as coisas mudaram”.

Não, na verdade o mundo não está “moderno”, está morto. Posso chamar de moderno, as tecnologias avançadas, as descobertas científicas, avanços na medicina, tratamentos etc, mas infelizmente não posso chamar de moderno determinadas atitudes e comportamentos.

A bíblia diz em I João 1:5 : “Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no Maligno.”

Isso quer dizer que o mundo está morto, está enterrado em pecado. Jazer também é sinônimo de permanecer, continuar, morar, dormir. E nessa condição o mundo não continua da mesma forma, só piora, cheira mal.

Porque estou dizendo isso? Iniciei esse texto com um versículo que diz para erguer a voz em favor dos que não podem se defender. Infelizmente vivemos atolados em trabalho, ocupações, correrias devido à vida moderna de nos exigir cada vez mais. E às vezes, vivemos tão atarefados e esquecemos do próximo. Hoje quero falar de duas pessoas muito importantes e que ultimamente vem sofrendo cada vez mais com as investidas do inimigo: as crianças e as mulheres.

Pois é amados, vamos começar falar sobre as crianças. Nunca vi tanta violência contra crianças como tenho visto em notícias por todos os lados ultimamente. Cuidem de nossas crianças, cuidem!! Zelem por elas!! Não são pequenos adultos, são crianças. É uma etapa da vida. Elas não sabem se defender, tenham cuidado com nossa continuação. Sim, continuação! Depois de uma geração, outra se levanta e assim é a vida e a continuação dela.

Não sei como podem achar normal tudo que tem acontecido, desde abusos, incentivo a erotização infantil, violência, apoio a mudança de gênero desde a infância. “Ah, mas ele se sente menina”, não importa o que ele sente, ele é um menino e ponto final. Está sentido errado, pensando errado. O coração é enganoso (pode se enganar, pode errar) e não se torna enganoso quando nos tornamos adultos, ele já é enganoso desde a infância. Depois a criança, adolescente se arrepende e os estragos já terão sido feitos.

Acho desumano apoiar uma criança a mudar de gênero e depois que ela se arrepende não tem o mesmo apoio pra voltar a ser o que era. Ou seja, o certo é ser o que você não é, porque caso se arrependa, esqueça. Aí dirão: “tem algo errado com você”.

É como aquilo que acontece com adultos, apoio para se tornar homossexual encontra-se, mas para deixar de ser, não. É a liberdade ficando cada vez mais restrita. Eu discordar de você é errado, mas você discordar de mim, não é? A sua opinião é lei e a minha é contra a lei? Estranho isso. Dois pesos, duas medidas. Isso não é respeito, é imposição.

Uma criança, não tem idade e maturidade pra entender muitas coisas. Não conhece e não compreende aquilo que um adulto já vivido entende, percebe de longe. A criança tende a achar que as pessoas são boas, não tem malícia e discernimento pra perceber com rapidez intenções distorcidas. O que ela sabe é aquilo que vai aprendendo aos poucos, e dependendo de quem a orienta, ainda terá informações erradas.

Ela é alimentada com aquilo que aprende, mas o coração ainda inocente e a pouca idade não lhe dão capacidade suficiente pra entender o que um adulto entende.

Vou dar um exemplo: Se um adulto desconhecido se aproxima de uma criança (principalmente dependendo da situação dela) e lhe oferece doces ou brinquedos (por mais simples que sejam os artigos oferecidos), ela nunca vai imaginar a intenção por trás dos presentes. Nunca vai pensar que a intenção daquele adulto é um abuso sexual. Porque aquilo não faz parte do mundo dela, ela não tem noção disso.

Claro que cabe aos pais orientar, mas mesmo assim, orientar e orar, porque às vezes vemos crianças bem avoadas. Na minha época de escola, começou a surgir aquele problema de venda de droga nas portas dos colégios. Estudei em colégio particular mas mesmo assim, ninguém estava livre disso. Sempre fui muito bem orientada e ouvia direto “se te oferecerem balas, doces na porta da escola ou desconhecidos não aceite, não pegue”. E sempre procurei tomar cuidado com isso, podia passar vontade, mas não aceitava. Recebia orientação com relação a isso até na própria escola. E sinceramente, nunca perdi por ser desconfiada desde criança.

Se eu não tivesse sido muito bem orientada, talvez aceitasse. Está percebendo o problema? Porque criança não entende que a bala ou doce oferecido ali pode conter algo que lhe fará mal, lhe trará problemas futuros e isso o tornará um possível dependente.

Oriente seu filho, ou se você é líder de crianças em sua igreja, converse com elas, o ambiente da igreja não lhe impede de fazer esse tipo de orientação, estamos falando de pessoas, hoje crianças, amanhã adultos formadores de opinião, líderes, empresários, funcionários que precisam ser pessoas de bem, serem luz.

A semente plantada ainda quando criança, acredite, mesmo que ela cresça e se desvie, aquela pequena semente sempre terá a chance de germinar pelo simples fato de um dia ter sido plantada. Deus a poderá fazer lembrar, porque estará dentro dela.

Só lembrando que orientação não se faz apenas uma vez. É falar, falar, falar, cansou? É, mas vai falar de novo e de novo e quantas vezes mais forem necessárias, até que aquilo seja totalmente compreendido e absorvido pela criança. Ela vai achar chato ter que ficar ouvindo? Claro que vai, mas não é pra ser legal, é pra ser responsável e zeloso.

Não dê orientação sem explicar a razão. No caso de aceitar doces de estranhos, diga à ela que aquilo nem sempre é o que parece e pode conter algo que lhe fará mal, que causará alguma dor, mas diga também: “Não aceite o doce, mas se ficar com vontade, quando chegar em casa fale e eu lhe dou um doce”. Porque a criança pode pensar que se não aceitar, o pai e a mãe também não vão dar e ela ficará sem o doce. Saiba conversar.

Oriente para que ela não acompanhe estranhos sob qualquer pretexto, nem que lhe ofereça presentes.

“E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor.” Efésios 6:4

Não exponha seus filhos, ou qualquer criança, a situações em que elas não estão preparadas. Sou completamente contra a erotização infantil, isso é um absurdo, um abuso, um ultraje. Crianças devem ser crianças, agir como crianças, pensar como crianças, vestir-se como crianças. É lamentável quando vemos meninas vestidas com roupinhas de adulto e adulto erotizado. Mini saias, mini tops, decotes, micro shorts, aberturas desnecessárias, enfim, roupas que não seriam apropriadas nem pra um adulto. Mas os pais olham e acham tudo lindo, tudo uma gracinha, “Ah é criança, pode tudo”, quando isso gente? Não pode tudo não. Ninguém pode tudo e é desde criança que se aprende. Existem movimentos que apoiam a erotização infantil, não apoie isso. Infelizmente situações ocorridas quando crianças podem afeta-las quando adultas, terão o comportamento modificado, problemas psicológicos por ações que não deveriam ter acontecido. Aí crescem adultos que não sabem lidar com as emoções, pessoas que terão problemas em diversas áreas porque foram marcadas ainda na infância.

Quanto à questão da arte não ter limites porque precisa ter liberdade, vamos à ela. Qualquer crítica à arte principalmente envolvendo nudismo, crianças, sexo etc, já é encarado como censura. Tudo na vida tem limite, aliás o seu termina onde começa o meu. Se a arte invade esse limite, ela pode porque senão é falta de liberdade pra ela? Na verdade, acho que é falta de bom senso. Tem certas coisas que simplesmente não são necessárias e não é porque são feitas por artistas que sou obrigada a chamar de arte. São atos feitos por pessoas que no máximo querem aparecer, chamar atenção, causar polêmica com coisas sem noção alguma do que pode causar nas pessoas. Se a arte me desrespeita então não é arte, é ofensa.

Não sou contra a arte, nada disso. Sou contra aquilo que vem camuflado de bem mas na verdade é só mal. Temos faróis nas ruas, faixas, limites de velocidade, é a toa isso? Não, é para que possamos conviver e viver melhor respeitando os limites que não nos impedem de nada, apenas nos ajudam.

Temos praias de nudismo no Brasil, mas são todas? Não. Quem quer essa prática vai a praias específicas, em todas não é permitido. A limitação de praticar nudismo em algumas praias impede quem quer fazê-lo? Não, apenas respeita o direito de quem não quer. Os limites não nos impedem de viver.

Só pra fechar essa questão sobre as crianças, pelo amor de Deus, tenham cuidado! O inimigo tem agido contra as vidas cada vez mais cedo e pra ele o quanto antes ele conseguir causar estrago, ceifar um vida que lá na frente poderia ser até um servo de Deus ativo na obra, pra ele melhor. Não sejam permissivos, não olhem pras crianças e pensem “são só crianças”, não é assim. Até o inimigo já tem tentado cada vez de forma mais intensa contra elas porque sabe que elas são o futuro. Elas são a próxima geração e depois delas, virão seus filhos e netos.

Cuidado com quem você deixa fazer parte de sua vida, participar do seu dia a dia. Nós também podemos errar. Algumas pessoas ou nos enganam pela capa ou nos surpreendem pelo conteúdo.

Quantos adultos hoje, são marcados por abusos na infância, trabalho escravo, traumas e tantas coisas que mesmo depois de crescidos ainda não superaram, não sabem lidar, como amadurecer de forma saudável? Muitos, talvez até você seja um deles e necessite ser curado em suas emoções, em seus sentimentos, pensamentos. Naquilo que passou, mas que você não deixou pra trás. Peça a Deus para curar sua vida, não sei se você até nem tem conseguido orar, mas fale até em pensamento, e mesmo assim tente orar, Deus quer ouvir sua voz, ainda que em meio a lágrimas. Não se preocupe, há momentos em que as lágrimas soam mais alto do que um grito.

Igrejas, façam sua parte! Não abandone a liturgia da igreja em prol de outras coisas. Distribua bem o período do culto, tenha ordem e organização. É preciso fazer apresentação de bebês sim, é preciso orar pelas crianças sim. Tudo isso é necessário, não pense que é perda de tempo, porque na verdade é ganho. Façam de suas escolinhas pequenos cultos para as crianças. Escolinha de igreja não pode ser playground, torne um ambiente agradável para que elas queiram voltar, mas ensine-as com sabedoria.

Outro ponto que quero falar é sobre a violência contra a mulher. É absurdo o número de casos de agressão, abusos até mesmo em transporte público, assassinatos por homens com quem viviam. São problemas gravíssimos.

Por que será que acontece tanta violência contra a mulher?

A mulher é quem gera a vida (Deus dá o sopro de vida, mas a vida é gerada e desenvolvida dentro da mulher). Perdi a conta de quantos pastores, pregadores eu ouvi dizer que só estavam ali servindo a Deus porque um dia, tiveram uma mãe, uma avó ou esposa que oraram por eles.

“Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos.” Efésios 6:18

 Mulheres com joelhos calejados de orar, que insistiram e não desistiram apesar das circunstâncias contrárias. E que a insistência trouxe a existência o milagre de ver aquela pessoa se tornar um servo do Senhor, de saber que a vida dele foi transformada por Deus.

Bom, os homens dizem que as mulheres falam demais (mas é brincadeira, só falamos o necessário, é treino pra oração…rs), se bem direcionado no caso da oração é extremamente importante, talvez isso explique o fato de geralmente o grupo de senhoras ser sempre o mesmo do grupo de oração e intercessão da igreja.

Mulheres e homens, pensam diferente, sentem diferente, tem visões (visões no sentido de encarar as coisas e não de revelação) diferentes, e até na hora de se expressar, se expressam diferente. Acho que talvez seja até fisiológico e não tem nada a ver com fazer fofoca nem nada do tipo, até porque os homens não se consideram fofoqueiros, mas são bons comentaristas “Só comentei com o Fulano”.

Não estou dizendo que a mulher é melhor do que o homem nem vice-versa, não coloque palavras onde não escrevi. Apenas o que geralmente vemos é que as mulheres são grandes intercessoras e se hoje temos grandes homens de Deus pregando a palavra em todo o mundo, isso muitas vezes se deve ao fato de um dia ter uma mulher orando pela vida dele.

E já vejo nisso um grande motivo para o inimigo tentar contra a mulher. Ele tem tentando acabar com tudo na raiz, se a mulher é destruída, então provavelmente vai enfraquecer. Se acabar com a vida dela e ela não tiver filhos, não haverá a possibilidade de um dia gerar uma vida que seria preciosa para Deus, ou se a marcar e enfraquecer, talvez ela nem ore mais, enfraqueça e morra espiritualmente.

Está percebendo o que está acontecendo? Ataques estratégicos contra crianças e contra mulheres. Vou repetir o que disse no início desse texto: uma das piores coisas que pode acontecer, é a pessoa estar numa guerra e não se dar conta disso, não perceber.

Quero deixar bem claro, que não estou dizendo que os homens não são alvo do inimigo, todos são. Mas nesse texto estou abordando apenas esses dois tipos de ataque.

Se a pessoa não percebe que está em guerra, ela não luta, ao contrário, se deixa levar. E aí é que mora o perigo: se deixar levar numa guerra declarada, mas não percebida, onde todo dia há um ataque que é encarado como “faz parte da vida”, “é o mundo moderno”. Lute, lute!! Tenha fé, força, coragem. O medo não anula a coragem, eles devem agir de forma independente.

Nossa guerra é espiritual, precisamos estar em oração constante. Crie o hábito de orar, fará toda a diferença. Não façamos orações egoístas, lembremos de clamar também por aqueles que não podem se defender, por aqueles que dependem de nós e pelos que sofrem.

Clamemos em oração sim, mas também clamemos por novas leis nesse país, façamos ouvir nossas vozes nos lugares de onde saem os comandos para o Brasil.

A guerra acontece todos os dias mesmo que você não veja, esteja preparado para lutar!

“Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.” Efésios 6:12

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Anúncios

Mensagem no Balão

convite1

Paz amados! Nesse domingo de temperatura agradável aqui em São Paulo, resolvi fazer algo diferente. Há uma semana, durante o culto de domingo, veio em minha mente de comprar um cilindro de gás hélio para enviar um de meus folhetos através de balões (aquelas bexigas de festa).  Sinceramente, eu nem estava pensando nisso, veio do nada e achei bem interessante.

Imprimi os folhetos (o modelo escolhido foi o do convite, achei que tinha tudo haver com os balões) coloquei o endereço de uma igreja, enrolei e amarrei com fitilho colorido. Incrível como eles vão longe, fiquei impressionada. O cilindro de gás que comprei dá pra encher até 50 balões de 9 polegadas.

Fiquei imaginando onde vão parar,  até quem chegarão. Desde casas, até moradores de rua, pessoas que precisam de uma palavra.

Foram longe, até os perdi de vista. A maioria soltamos separados e alguns optamos por soltar juntos. O vento os levava pra bem distante daqui, creio que os conduzia aos lugares certos.

Apesar de já ter dado várias idéias de evangelismo criativo aqui no blog, essa acho que nunca falei, e também nunca havia feito. Coloquei as fotos abaixo,  inclusive a do cilindro porque sei que muita gente não conhece. Então fica a dica.

Que Deus abençoe a quem receber.

No amor de Cristo

Ana Lucia Salles

baloes 1

baloes 2

baloes 3

baloes 5.jpg

baloes 6

baloes 8.jpg

baloes 9

gas helio

Não se Acostume

nao se acostume

Há um poema bem conhecido onde o tema principal é o fato da gente se acostumar fácil a tudo ou a quase tudo. Vou colocar aqui um pequeno trecho: “A gente se acostuma a morar em apartamentos de fundos e a não ter outra vista que não a das janelas ao redor. A gente se acostuma a não abrir de todo as cortinas, e a medida que se acostuma, esquece o sol, o ar, a amplidão.” (Marina Colasanti).

Realmente, parece que nos acostumamos muito fácil até mesmo a coisas ruins. Isso é algo que precisa ser mudado urgente. A gente se acostuma a rotina, e se acostuma com os problemas, e passa a achar que coisas erradas são normais. A gente se acostuma a sofrer e com isso pensa que Deus nos abandona nos momentos de dor, e por isso desanima e começa a parar de orar e de buscar. Sem perceber, passam os dias, as semanas, os meses, anos. O tempo vai passando e se acumula num período de costumes errados.
O tempo é traiçoeiro, não envelhecemos a cada ano, mas sim a cada dia. Perceba rápido a que você tem se acostumado, abra os olhos depressa e mude. Talvez sua vida não esteja como gostaria, mas você não precisa ser outra pessoa, basta ser um novo você. Renove o seu entendimento, seus conceitos, sua visão. Durante toda nossa caminhada, é preciso renovação.
Não se acostume a cobrar retidão de políticos se você fura a fila, estaciona em vaga proibida, rouba e engana o seu próximo ou fica com dinheiro a mais que o caixa lhe deu de troco errado, sabendo que ele será cobrado depois. “Ah mas ninguém viu e a culpa não foi minha mesmo”. Os olhos do Senhor estão por todo lugar. Não se acostume a levar vantagem, prejudicando alguém.
Não se acostume com o errado (ainda que pareça comum), não se acostume com o “não orar”. Não se acostume a apenas existir. Existimos por uma razão, não apenas pra levar nossa existência numa rotina alucinada de medíocre sobrevivência. Não se acostume a não olhar para os lados, não se acostume a não perceber o próximo, não se acostume a não fazer nem mal nem bem.
Por favor, não se acostume a frases bonitas em redes sociais. Acho isso muito plastificado (não estou generalizando). A frase bonita não te define se você não a coloca em prática verdadeiramente. Em redes sociais, é tudo muito bonito, a foto perfeita, a frase incrível, pessoas boas por todos os lados, Deus em todos os lugares, até na boca de quem nem acredita, apenas para parecer bom. Nunca vemos os invejosos, apenas os invejados, nunca encontramos as pessoas ruins, apenas aquelas que desejam a paz mundial.
Não se acostume a achar que é bom, por compartilhar frases de efeito. Não se acostume a pedir oração pelo “Fulano” se você mesmo não ora por ele. Não se acostume a cobrar dos outros, atitudes que nem você tem.
Não se acostume a não dizer “obrigado”, seja grato. Não se acostume a não olhar o céu, não se acostume com situações que parecem não mudar, tudo tem fim. Não se acostume a esse mundo, não pertencemos à ele. Não somos daqui e vamos para um lugar lindo e preparado para nós. Aqui é temporário. Não se acostume a falta de amor e de perdão. Não se acostume a não conversar com Deus diariamente, e a dizer tudo aquilo que te aflige e agradecer por todas as bençãos.
Não se acostume a ser escravizado pelo trabalho, por pessoas, situações, vícios e sentimentos. Você pode dizer NÃO. Não seja o causador (ou continuador) do seu próprio mal. Se não está bom, mude de rumo, tente outra vez, nasça de novo. Sempre é possível recomeçar, mesmo que esteja no meio do caminho. Não se acostume a pensar que falta de forças significa o fim, quer dizer apenas que você precisa se reabastecer, isso é totalmente possível.
Entenda que a vida é feita de vitórias, derrotas, risos, choros. Tudo isso faz parte e sinceramente está na bíblia, ela não é um livro enganador.
Não se acostume a deixar Deus de lado de suas decisões e depois culpa-lo por algo que você nem o consultou. Não se acostume a estagnação, anseie melhorar e crescer como pessoa, lute.
Não se acostume a desistir, você pode ir mais longe, Deus te criou com capacidade de superação, resiliência; você foi feito pra resistir. Não se acostume a não sentir a presença de Deus.

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Vitamina F

Business people-showing teamwork

Como você deve saber, nosso corpo precisa de várias vitaminas para funcionar bem. Algumas delas, estão nos alimentos, principalmente os naturais. Há uma em específico que necessita de um detalhe a mais para se fixar em nosso corpo e para que possamos ter o máximo de benefícios dela, estou falando da vitamina D. A vitamina D precisa do sol, ele é o responsável por fixa-la em nosso organismo e ajudar a produzir mais. A simples falta dessa vitamina, causa diversos transtornos, que vai desde baixa imunidade (o que nos torna vulneráveis a doenças), problemas nos músculos, a problemas ósseos e vários outros.

Muitos nem sabem, mas acabam tendo deficiência dessa vitamina, porque não se expõe ao sol. Pessoas que trabalham em ambientes fechados por várias horas, que saem de casa ainda escuro e retornam a noite. Pessoas que trabalham em hospitais, muitas horas em escritórios etc. Nesses casos, quando detectado através de exame, é necessário repor essa vitamina na forma de comprimidos para que o corpo regularize suas funções.

Tenho o costume de dizer que falta em muitas pessoas a vitamina F. Não, não estou falando de Ferro e sim de FELICIDADE. Às vezes parece que a gente não sabe ser feliz e pra piorar ainda pratica auto-sabotagem. Ainda tem muita gente que acha que tem que sofrer a vida inteira e só ter felicidade quando chegar ao céu. Desconheço o porque desse tipo de pensamento. Alguns tentam argumentar dizendo que “Jesus sofreu na cruz e por isso temos que sofrer a vida toda também”, “Deus não nos criou para sermos felizes aqui, porque não somos desse mundo” e por aí vai a interminável lista de absurdos.

Realmente, não pertencemos a este mundo, mas isso não nos impede de sermos felizes. O nosso corpo tem limitações, e por incrível que pareça, felicidade faz bem à saúde. Não estou falando de coisas complexas, coisas simples mesmo. Comer algo que gosta, um passeio, aproveitar dias de sol, boa companhia, conversas agradáveis, ajudar alguém e tantas outras coisas. Não se engane, não conheço ninguém que ria o tempo todo, que faça o que quer o tempo todo, que não tenha problema algum, incertezas, dúvidas, inseguranças, medos, desânimo. Não conheço ninguém assim. Mas os problemas não impedem a felicidade. Se você pensou: “Mas o Fulano que conheço ri de tudo, brinca demais, parece feliz o tempo todo”. Sabe aquela história de que a grama do vizinho parece mais verde? Pois é, talvez ela seja de plástico.

Você nunca vai saber quem é o “Fulano” quando ele entra em casa e fecha a porta, quando ele coloca a cabeça no travesseiro. Entende o que quero dizer? O que se passa dentro das pessoas, só cada um e Deus pra saber. Tem uma música antiga de um grupo de louvor conhecido, onde um trecho dela diz assim : “Ensina-me, ensina-me , ensina-me a viver.” Acredito nisso, que Deus precisa nos ensinar a viver e Ele ensina mesmo. Seja usando a Bíblia que é praticamente um manual, seja usando pessoas e até mesmo situações (as adversas principalmente). É como se Ele dissesse claramente: “Filho não aja assim” , “Tenha outro tipo de atitude”, “Conduza melhor sua vida”, “Cuide de sua saúde”, “Cuide de seu casamento”, “Não se associe a essa pessoa”. Lembra quando falei no início desse texto sobre a vitamina D e que ela precisa do sol? Deus não vai arrastar você pra tomar banho de sol, tem certas coisas que você mesmo precisa fazer. Às vezes um pequeno alerta já é o indício de que algo precisa ser mudado. Nada acontece por acaso, tudo tem um porque.

Tem gente que tem Jesus e ainda assim não consegue ser feliz de verdade. Acredito que se você já tem o principal, então as outras coisas precisam ser apenas “ajeitadas” dentro de você, ou seja, agora depende de você. Você precisa olhar com outros olhos e parar de se importar com coisas e pessoas irrelevantes. Não torne os problemas maiores do que são, não dê importância para o que outros pensam ou falam à seu respeito. Entendo que certas atitudes e pensamentos vem com o tempo. Quando mais novos, temos a tendência a nos preocupar com o que os outros pensam a nosso respeito, dar importância demais à opinião alheia. Sinceramente, eu era assim, mas o tempo passou e hoje em dia, penso o seguinte : Quer falar? Fala mesmo, porque eu não me importo mais. O que importa é o que Deus pensa a meu respeito, a opnião dos outros e nada, pra mim é a mesma coisa. As pessoas julgam demais, falam demais, pensam demais, mas nunca sobre sua própria vida. E muitas vezes acabam despejando ofensas gratuitamente sem se importar nas consequencias para quem as ouve.

Digo isso, porque vejo pessoas deixando de serem felizes porque estão presas em opiniões diversas. Vou dar alguns exemplos e veja se você já passou por isso ou conhece alguém assim:

1- João queria comprar um carro e comentou com José o seu desejo de adquirir um veículo da marca X na cor verde escuro. José imediatamente já tratou de falar mal da marca e criticar a escolha da cor do carro. Mesmo João tendo pesquisado a respeito da marca e do modelo antes e concluido que seria sim uma excelente aquisição, ele pensou que talvez as outras pessoas pensariam o mesmo de José e acabou optando por um veículo da marca Y na cor preta.

2- Maria queria um vestido rosa e foi com sua amiga Joana até a loja para escolher a peça. Lá, Maria viu o vestido dos seus sonhos, mas Joana disse que não tinha achado bonito e que era brilhante demais. Maria ficou triste e não comprou o vestido. Saindo da loja Joana viu um vestido em outra vitrine e disse que aquele era perfeito para Maria. Maria experimentou a roupa, não gostou, mas levou por causa da aprovação da amiga.

3- Renato queria começar uma dieta pois precisava perder peso, comentou com alguns amigos que lhe disseram que isso seria impossível e que certamente ele não conseguiria reduzir as porções de comida durante das refeições e que como seria quando estivesse saindo com eles pra um restaurante? Que seria terrível estar com alguém que só come alface (não seria assim e eles sabiam, apenas queriam que o “amigo” continuasse como estava). O que aconteceu? Renato desistiu da dieta e engordou mais dez quilos (ah sim, mas manteve os “amigos”- detalhe: todos magros).

4- Marcelo, tem 50 anos e queria comprar um drone pra brincar no parque aos finais de semana. Ele comentou com um amigo, que riu dele, e disse que já tinha não mais idade pra isso. Marcelo desistiu do drone.

Conseguiu perceber o problema? João acabou comprando um carro que não queria porque se preocupou com a opinião dos outros e Maria não ficou satisfeita porque estava buscando a aprovação de outra pessoa para algo que ela ia usar. Renato foi persuadido a desistir e Marcelo desanimou depois do comentário do amigo.

Não se deixe influenciar por opiniões que em sua maioria não importam. Quer comprar uma roupa, começar um dieta, iniciar a prática de um esporte, viajar pra algum lugar exótico? Simplesmente não peça opinião das pessoas. Quem são essas pessoas? Se não é Deus, então opinião alheia errada, dispense! Siga um padrão: Deus, você e os outros. Primeiro lugar o que importa é saber o que Deus pensa, o que Deus quer pra você, o que Ele vê dentro de você. Em segundo lugar a sua opinião e por último, bem distante, quase nulo….os outros.
Não estou dizendo que você não deve ouvir ninguém, nada disso. Principalmente quando se trata de algo que você simplesmente não percebe, não enxerga de forma alguma e as pessoas tentam lhe abrir os olhos. Exemplo: “Não ande com tal pessoa porque ele é mau cárater e não será uma boa influência pra você”. Geralmente nesses casos, é pra se parar pra pensar, porque se todos a sua volta percebem isso menos você, talvez você não esteja querendo enxergar a verdade.

Ainda vejo pré-conceitos errados de que quando uma pessoa aceita Jesus ela fica mais presa e que acaba com a liberdade dela. Isso não é verdade e é bem o contrário. Você passa a buscar aprovação de Deus e não de homens, passa a entender que se te caluniam, se falam mal de você, se inventam mentiras, isso pode até te incomodar mas quando você entende que acima de qualquer pessoa, está Deus, isso se torna tão pequeno. Os problemas que você precisa enfrentar, as lutas, é só você quem vai passar. Qualquer pessoa, por mais que lhe ame, não está na sua pele. Deus lhe dá ferramentas pra enfrentar os problemas e quando você se vê como ele te vê, qualquer opinião contrária passa a ser nada perto de tamanha grandeza, bondade e amor.

Que tenhamos vidas mais felizes. A felicidade vem de Deus, entenda isso o mais rápido possível. Mas não pense que é somente na forma de bençãos, “ah Deus me abençoou, comprei tal coisa e estou feliz”, não é só isso. A felicidade vem de Deus, porque Ele nos guia, nos dirige e nos diz como agir, nos guarda, zela por nós. Ele acalma nossos pensamentos, nos liberta do pecado, de nós mesmos e dos outros. Deus não te abandona nos seus momentos de lazer, aliás lazer não é pecado. Tudo tem hora, lugar. Tudo tem seu momento certo.

Pare de criticar os outros e vá ser feliz. Tem gente que gosta é de apontar o dedo mesmo, falar mal, ser o juíz da situação. E ainda pega a bíblia e começa citar de Gênesis a Apocalipse pra argumentar que o outro está errado e muitas vezes com coisas que não afetam ninguém. Muitos tem a tendência de cobrar dos outros uma perfeição que não existe nem neles. Ah bando de sepulcros caiados! Tem aparência do bem, mas só Deus sabe a podridão que existe dentro. Gente preocupada com a vida alheia não é feliz, não tem como. Porque sempre vai comparar, sempre vai querer o que o outro tem, nunca nada está bom. E quando dizem “Desejo que você seja feliz”, interiormente completam dizendo: “Mas nunca mais do que eu”.

Não perca tempo comparando sua vida a de outra pessoa. Felicidade é consequência de ações e requer esforço, busque a direção do Senhor. Pessoas felizes não ficam cuidando da vida dos outros porque não tem tempo pra isso. Oro por mais pessoas com vitamina F, que cuidam da própria vida (isso não quer dizer que sejam egoístas) e buscam agradar a Deus, aprender, melhorar, mudar, crescer, se aprimorar e consequentemente serem felizes.

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

“Quem de vocês quer amar a vida e deseja ver dias felizes?
Guarde a sua língua do mal e os seus lábios da falsidade.
Afaste-se do mal e faça o bem; busque a paz com perseverança.
Os olhos do Senhor voltam-se para os justos e os seus ouvidos estão atentos ao seu grito de socorro;
o rosto do Senhor volta-se contra os que praticam o mal, para apagar da terra a memória deles.
Os justos clamam, o Senhor os ouve e os livra de todas as suas tribulações.
O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido.
O justo passa por muitas adversidades, mas o Senhor o livra de todas;
protege todos os seus ossos; nenhum deles será quebrado.”
Salmos 34:12-20

Páscoa: A Festa da Libertação

Pascoa

“Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.” Romanos 8:2

Vamos começar pelo final. O que o coelho e os ovos têm a ver com a Páscoa? NADA. Espero de coração, que meus amados leitores não fiquem bravos porque lhes mostro a verdade sobre esse assunto. Digo isso, porque sei que muitos gostam de alimentar a crença de que coelho e ovos tem significados de Páscoa verdadeira por lembrar vagamente (e falsamente) a idéia de renascimento e renovação. Que fique claro, não tenho nada contra os coelhos, acho um animalzinho muito fofo por sinal, mas encaremos a realidade: coelho e Páscoa não combinam.

Vamos aos fatos: Essa história de coelho e ovos de Páscoa na verdade, nasceu de uma festividade pagã celebrada por assírios e babilônios. A festa da primavera (Easter) em adoração à deusa Ishtar (deusa da fertilidade). Dizia-se que a deusa Ishtar caiu no rio Eufrates dentro de um grande ovo, juntou a isso o fato do coelho simbolizar a fertilidade e pronto. Mas isso já acontecia muito antes de Deus instituir a Páscoa aos judeus.

Após Deus instituir a Páscoa ela continuou sendo celebrada da forma como deveria ser (segundo as instruções de Deus) mesmo depois de Cristo, mas no século IV d.C., a Páscoa começou a ser celebrada de uma forma a se misturar com a festa pagã de Ishtar, perdendo totalmente o sentido. Hoje, é claro, que a indústria se apropriou disso e tornou a data meramente comercial. Aqui no Brasil, essa história de chocolates acaba coincidindo com o outono, ou seja, associado a um motivo, vende-se mais, principalmente quando o público é infantil. Não satisfeitos em vender apenas o chocolate, há algum tempo introduziu-se um brinquedo dentro dos ovos, mais um motivo pra vender e a busca nas lojas é grande. Os ovos com brinquedos de personagens famosos são os mais disputados.

Amados, nada contra chocolate (a não ser o fato de não ter as calorias de uma alface), mas saiba, que Páscoa não é isso.

A Páscoa (Pessach) significa passagem ou passar por cima, é a festa instituída por Deus para que os judeus não se esquecessem de onde Deus os tirou, para que se lembrassem que um dia foram escravos no Egito e que Deus com mão forte os tirou de lá. A primeira Páscoa foi celebrada ainda no Egito, pois foi junto com a última praga (a morte dos primogênitos), onde os filhos de Israel deveriam passar o sangue de um cordeiro nas laterais e viga superior da porta de cada casa, porque onde estivesse marcado com sangue seria um sinal de que ali não haveria a morte do primogênito.

“Este dia será um memorial que vocês e todos os seus descendentes o comemorarão como festa ao Senhor. Comemorem-no como decreto perpétuo.” Êxodo 12:14

A Páscoa tradicional é celebrada com ingredientes que trazem simbolismos ao povo judeu. Pães sem fermento, ervas amargas (que representa o tempo de escravidão no Egito) etc.

No Novo Testamento, para nós cristãos, a Páscoa tem um novo significado. É a vitória da vida sobre a morte.

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” Romanos 6:23

Estávamos mortos no pecado, havia uma sentença sobre nós, mas quando Jesus se entregou naquela cruz, Ele o fez por amor. Ele sabia que era necessário para rasgar a sentença e nos reaproximar de Deus, o véu do templo foi rasgado e agora temos acesso ao Pai. Jesus venceu a morte para nos salvar, Ele nos libertou.

 “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão.” Gálatas 5:1

“Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” João 8:36

A nossa Páscoa tem o sentido de libertação, transição. É momento de reflexão sobre o sacrifício de Jesus na cruz por nós. Estávamos mortos no pecado, mas por Ele agora temos vida.

“No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” João 1:29

Hoje, não há mais a necessidade de sacrifícios de cordeiros, porque o maior sacrifício foi feito, o Cordeiro Santo foi entregue, não por um ou alguns, mas por todos e não há nada maior do que isso.

A ressurreição de Cristo significa o início de uma nova vida, um novo recomeço.

Depois da morte de Jesus, os discípulos estavam reunidos a portas fechadas e com medo, o que eles não sabiam é que Jesus (que já havia ressuscitado), entra onde ninguém consegue entrar, Ele ainda trabalha em portas fechadas.

“Ao cair da tarde daquele primeiro dia da semana, estando os discípulos reunidos a portas trancadas, por medo dos judeus, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: “Paz seja com vocês! ” João 20:19

Os discípulos se alegraram quando o viram e Jesus assoprou sobre eles para que recebessem o Espírito Santo.

O mais impressionante de toda a Páscoa é a ressurreição de Jesus e o fato de sabermos que assim como ele entrou naquela reunião dos discípulos em meio a portas trancadas, Ele ainda entra em nossas casas e em nossas vidas porque Ele está vivo e não mudou. Porque o sacrifício na cruz, Ele fez pensando em você, em mim, em todos nós e sabendo que hoje gerações depois, ainda temos vida, porque Ele venceu a morte e Ele vai voltar. Nunca se esqueça disso, Jesus vai voltar!

“Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.
E quando eu for, e vos preparar lugar, VIREI OUTRA VEZ, e VOS LEVAREI PARA MIM mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.” João 14:2,3

Reflita sobre sua vida e o rumo que ela tem tomado. Lembre-se que tem a chance de recomeçar, você é livre. Jesus é com você não somente nos momentos bons, nos dias de alegria, Ele mesmo disse que estaria conosco TODOS OS DIAS.

“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.
Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu ESTOU CONVOSCO TODOS OS DIAS, até a consumação dos séculos. Amém.” Mateus 28:18-20

Alegrai os vossos corações porque é PÁSCOA DO SENHOR.

Feliz Páscoa!

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

sepulcro vazio

Porque Ele Vive

Deus enviou seu Filho amado
Pra me salvar e perdoar
Na cruz morreu por meu pecado
Mas ressurgiu e vivo com o Pai está

Porque Ele vive, posso crer no amanhã
Porque Ele vive, temor não há
Mas eu bem sei, eu sei, que a minha vida
Está nas mãos de meu Jesus, que vivo está

E quando, enfim, chegar a hora
Em que a morte enfrentarei
Sem medo, então, terei vitória:
Irei à Glória, ao meu Jesus que vivo está

A Janela

A Janela

Uma menina debruçada na janela de sua casa chorava
pela morte de seu animal de estimação.
Com muita tristeza observava o jardineiro enterrar o
amigo de tantas brincadeiras.
O avô que a observava aproximou-se, deu-lhe um abraço
e chamou-lhe a atenção para outra realidade.
Pegou-lhe pela mão e a conduziu para outra janela.
Abriu as cortinas, mostrou-lhe um jardim florido
e disse: –
” Está vendo aquele pé de rosas amarelas bem ali à frente ?
Lembra que você ajudou a plantá-lo ?
Era apenas um pequeno galho cheio de espinhos e hoje veja
como está lindo. “
A menina enxugou as lágrimas que ainda corriam e abriu um
largo sorriso mostrando as abelhas que pousavam sobre as
flores e as borboletas que faziam festa entre as rosas
que enfeitavam o jardim.
O avô, satisfeito pôr tê-la ajudado a superar aquele momento difícil
disse:
” A vida nos oferece sempre várias janelas.
Quando a paisagem de uma delas nos causa tristeza sem que
possamos alterar o quadro, voltamo-nos para outra e certamente nos
deparamos com uma paisagem diferente. “

Se hoje você está a observar um quadro desolador, lembre-se de que existem tantas outras janelas, com paisagens repletas de promessas de melhores dias.

Não veja somente a janela da dor. Siga em frente, com ânimo e disposição. Agindo assim, o gosto amargo do sofrimento logo cede lugar ao sabor agradável de viver e saber que Deus nos ampara em todos os momentos da nossa vida! 

“Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; Eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa.” Isaías 41:10

A Polêmica da Cereja

cereja

 

No final de um culto, o pastor anunciou: “Irmãos, vamos participar de uma festa numa cidade do interior, quem quiser ir é só dar o nome para o obreiro e vamos todos à festa da cereja.”

Como a igreja não estava muito cheia, os que ali estavam ficaram encarregados de transmitir a notícia aos outros. O irmão Zezinho saiu de lá cheio de raiva, resmungando e falando mal do pastor à todos que encontrava pelo caminho.

A notícia que ele transmitia era a seguinte: “Onde já se viu, o pastor quer levar a igreja pra festa da cerveja?! Que absurdo, ele está em pecado, não é mais o mesmo, vai acabar com a igreja.”

E com isso, irmão Zezinho destilava e difundia seu ódio entre os irmãos.

Até se explicar que CEREJA não era CERVEJA, a confusão já havia se espalhado e alguns já cogitavam deixar a igreja. Outros se alegraram e achavam bom o fato do pastor estar mais liberal.

 Na verdade, irmão Zezinho é quem já não era mais o mesmo. Todo culto, lá estava ele, entre os primeiros, sempre presente. Quando o culto acabava só se ouvia reclamações por parte do irmão Zezinho. Era o pastor dizer: “É preciso se arrepender dos pecados”. E ele já vinha com um: “Eu não sou pecador, que se arrependa ele que está de carro novo, certamente por causa do dinheiro da igreja”.  Na verdade o pastor trabalhava fora da igreja (ali não era o seu ganha pão), tinha uma empresa e ia muito bem, sempre prosperando e sendo citada entre as melhores do ramo. Todos sabiam disso, incluindo irmão Zezinho. Mas sabe aquela inveja, aquela vontade de criticar, de se colocar num altar e patamar elevado de santidade? Pois bem, era assim que ele se encontrava. Depois de anos e anos de convertido (ou não), ele estava numa fase (esperemos que seja realmente uma fase e que passe rápido) de só ver defeitos. Nada estava bom, era um tal de colocar as pregações do pastor fora de contexto, distorcer versículos, má interpretação de tudo.

Aliás, um problema já comprovado aqui no Brasil, é não saber interpretar textos. Lê mas não interpreta. Nem tudo é literal, há textos e expressões que a interpretação não é aquilo que está escrito, mas é preciso ter um pouco de atenção pra entender o que se quer dizer.

Vou dar um exemplo bem claro, leia o texto abaixo:

Aprendendo com os erros

                O mestre conduz seu aprendiz pela floresta. Embora mais velho caminhasse com igualdade, enquanto seu aprendiz escorrega e cai a todo instante.
                O aprendiz blasfema, levanta-se e cospe no chão traiçoeiro e continua a acompanhar seu mestre.

                Depois de longa caminhada, chegaram a um lugar sagrado. Sem parar, o mestre dá meia volta e começa a viagem de volta.

                – Você não me ensinou nada hoje – diz o aprendiz, levando mais um tombo.
                – Ensinei sim, mas você parece que não aprende – respondeu o mestre – estou tentando te ensinar como se lida com os erros da vida.

                – E como lidar com eles?

                – Como deveria lidar com seus tombos – respondeu o mestre – Em vez de ficar amaldiçoando o lugar onde caiu, devia procurar aquilo que o fez escorregar!”.

Quem lê esse texto e não sabe como interpretar não percebe o objetivo do mestre e nem o erro do aprendiz. O mestre decidiu levar o aprendiz pela floresta para que ele aprendesse a lidar com os problemas, mas o aprendiz não se dava conta disso e apenas reclamava das quedas, ele não estava prestando atenção no que o fazia cair. O texto ainda diz que mal chegaram ao destino e o mestre nem parou, já deu meia volta e começou o caminho de volta. Por que isso? Porque o objetivo do mestre não era o que eles iam encontrar no destino final e sim no caminho. Era ali que o aprendiz teria as lições. Talvez você pense que o autor poderia ter sido mais claro, mas a intenção era essa, de que o leitor chegasse a conclusão sem ser dito tudo muito escancarado. Não é pra criticar o autor (não fui quem escreveu esse texto do exemplo, retirei do site Acessaber) é pra interpretar o texto. Há ainda outras conclusões pessoais sobre esse texto, que não estão erradas também, são apenas outras forma de interpretar.

A má interpretação de texto acontece também com a fala, com pregações. Exemplo: Cantares de Salomão, alguns entendem que ali há comparações do amor de Cristo pela igreja, outros já entendem que se trata somente de amor conjugal.  Irmão Zezinho era do time dos que defendiam que Cantares é do amor de Cristo pela igreja e ai de quem dissesse o contrário perto dele. Ele já ficava com aquele olhar de ódio e levantava a voz pra defender sua opinião. Não acho que ele está errado nessa questão de Cantares, mas também acho muito correto quem interpreta como amor conjugal.

Vamos deixar claro, se você discorda, se não gosta, se acha que está errado, faça o seguinte: GUARDE PRA VOCÊ e simplesmente não leia mais, não vá mais, não ouça mais aquilo ou quem você discorda. Não se dê ao trabalho de responder ou argumentar com raiva porque outra pessoa pensa diferente da sua verdade que é única, absoluta e inquestionável e que Deus está de acordo com você e despreza totalmente a opinião do outro. Essa mania de querer ter razão e parecer santo a todo custo, me parece que tem algo errado com quem faz isso e que na verdade a pessoa tenta esconder toda a podridão que tem dentro de si a condenando nos outros. O pecado pelo qual ela quer apedrejar o outro, na verdade, se encontra nela mesma. A intolerância EXAGERADA ao pecado alheio pode, algumas vezes, esconder o pecado alheio dentro de si. Deu pra entender?

Penso que é preciso praticar o amor. Sabe aquele amor que se ouve nas pregações, aquele que a bíblia tanto fala? Esse mesmo. Amor ao próximo, respeito. Irmão Zezinho passou anos dentro da igreja, ouviu muitas pregações, leu a bíblia inteira mais 5 vezes e? E de nada adiantou, porque ele ouviu mas não entendeu, leu mas desprezou e chegou ao ponto de se achar tão melhor e mais sábio do que todos e achar que poderia corrigir coisas que Deus talvez não estivesse vendo e querendo resolver. Ele pensou que poderia fazer melhor do que Deus, talvez criar um “deus” novo que se importasse e visse o que ele via e acreditava. Que impusesse a “verdade” dele não importa a que custo. Irmão Zezinho achava que estava muito certo e super santo, aí é que mora o perigo.

Quando escrevo um artigo, todo tipo de pessoa lê. Convertidos, não convertidos, simpatizantes, antipatizantes; gente de igreja tradicional, pentecostal, os retetés. Desde  igrejas que pregam costume até igrejas mais liberais. Todo tipo, e cada um vai entender de um jeito. Os que aderiram ao costume, vão me odiar porque corto o cabelo, uso maquiagem, minhas unhas são cumpridas e as pinto da cor que eu quiser. Já os mais liberais vão achar normal porque em suas igrejas isso é normal. Gente, não vou sair por aí atirando pedras em quem é diferente de mim ou pensa diferente, entendam isso. Se discordo, não sigo. Simples assim. Você não vai convencer a outra pessoa e a outra pessoa não vai convencer você. Nós não precisamos concordar com tudo, mas precisamos SIM NOS RESPEITAR. Menos pré-conceito e mais respeito.

A vida passa rápido demais, e não se pode perder tempo criticando o outro porque o outro gosta de verde e eu de azul. Pelo amor! Há pouco tempo surgiu uma polêmica por causa de uma música cantada numa determinada igreja em um congresso de mulheres. Diziam que a música era a pior do mundo, que era ridícula. A música não era do meu gosto, realmente, tinha uma pegada meio infantil até, mas enfim…Se alguém gostou, se foi útil pra alguém, se ajudou alguém, que bom! O problema é que tiraram a música do contexto em que foi cantada, para criticá-la mais. Não era uma música do tipo de ser a mais pedida das rádios, mas com certeza alguém gostou, agora eu vou lá fazer um vídeo ou artigo detonando a música porque eu não gostei? Óbvio que não, não faz parte do meu gosto musical mas faz parte do de alguém.

Se o irmão Zezinho fosse levar a fundo criticar todas as músicas de que não gosta…ninguém o suportaria mais. Basta ter um trechinho de que ele discorde e pronto, aí já começa: “Não tem base bíblica. Não é de Deus” “É o fim do mundo mesmo!”.  Nem adianta falar pra ele que o irmão João foi curado durante o culto enquanto o grupo louvava com aquela música. Ele vai dizer que quem curou o irmão João foi o diabo, porque a música tocada não era de Deus.

Irmão Zezinho já não era o mesmo e nem percebia. De repente todos estavam errados e ele certo. Tanto que em certa ocasião, discutindo (pra variar) com outro irmão, ele apontou o dedo na cara do irmão e disse: “você não é salvo, mas eu sou!”. Ele odiava esse irmão porque irmão Zezinho era muito sério, usava roupas sóbrias e esse irmão era todo colorido. Era calça verde com camisa roxa e gravata amarela e sapato bicolor.

Veja a que ponto ele chegou, a intolerância, a raiva, o fato de se achar super santo o levou a dizer que o outro irmão nem era salvo. Taí uma coisa que ele não poderia julgar, a salvação de alguém. Se até na cruz Jesus disse àquele ladrão (que se arrependeu) que ele estaria com Ele no paraíso, como o irmão Zezinho pode afirmar que fulano ou beltrano não é salvo?

Se você não gosta de alguém, o fato de você não gostar não impede a salvação dessa pessoa. Deus não faz isso: “Ah filhinho querido, você gosta da Maria? Ah então ela será salva! Você não gosta do Marcelo? então ele eu não salvo, fique tranquilo.”

Se dependesse do irmão Zezinho só ele mesmo e mais algumas peças raras (não tão raras, infelizmente) iguais a ele seriam salvos.

Certa vez o pastor deu uma oportunidade para o irmão Zezinho falar, ele queria ser pastor, mas sem muito esforço. Ele falou sobre adultério (não foi à toa, ele ouviu comentários de que um dos irmãos tinha uma amante), e falou bonito, citou a bíblia, bem enfático e espiritual. Espero que a pregação dele tenha alcançado o irmão que estava no erro ( e por que não poderia? Deus usa quem Ele quer. Mas isso não quer dizer que a pessoa já está com um pé no céu porque Deus a usou, às vezes era só o que tinha pro momento mesmo e tinha que ser tal pessoa e assim foi).

Muito tempo se passou, irmão Zezinho, cada vez mais “santo” e “certo”, saiu da igreja…de todas elas (porque é claro, nenhuma havia alcançado esse nível assim tão…enfim) e ainda se diz nos caminhos do Senhor e segue criticando duramente a todos os que discordam dele (o pior é que o que ele diz é certo, o problema é o que ele faz com o certo, o torna errado).

Hoje, irmão Zezinho mora em outra cidade, talvez pra tentar abafar o escândalo da gravidez de sua amante ou quem sabe pra fugir dos donos de bar a quem ficou devendo. Pois é, tudo aquilo que ele criticava nos outros, ele fazia igual ou pior. Vamos detoná-lo? Não, apenas oremos por ele. Deus há de fazer a obra completa.

*******

Pessoal, irmão Zezinho é um personagem fictício (apesar de existirem muitos irmãos Zezinhos na vida real) mas a história da cereja é bem verdade, aconteceu mesmo.  

Eu quero que você perceba que é uma grande perda de tempo ficar odiando os outros, principalmente destilando e disseminando esse ódio até entre os irmãos. Pra que isso? Ah sim, essa postura de “eu sempre tenho razão”, acaba inclusive com muitos casamentos, pense nisso.

Se você entende algo diferente de outra pessoa, não discuta por isso. Alguns versículos servem pra ilustrar diversas situações, se você entende de um modo, outra pessoa vai entender de outro e por aí vai. Já ouvi pregações completamente diferentes baseadas no mesmo versículo. Da primeira vez que isso aconteceu pensei “já sei o que ele vai falar”, mas não! O pregador disse coisas completamente novas e depois disso outro dia em outra pregação com outra pessoa mas sobre o mesmo versículo, era outra interpretação. E em todas tinha sentido. Se concordei com tudo ou não, isso não importa, algo sempre se aproveita e a gente retém aquilo que é bom.

No caso da cereja, alguns pareciam já estar condicionados a ouvir o que queriam e até por sempre esperarem um motivo pra falar mal mesmo, pior que quando não tem motivo a pessoa inventa.

Mais amor e respeito, por favor. É impossível se dizer de Deus sem isso.

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Por Mais Verdade

por-mais-verdade

 

“Ganho entendimento por meio dos teus preceitos; por isso odeio todo caminho de falsidade.” Salmos 119:104

O que mais admiro em uma pessoa, é infelizmente algo que está cada vez mais raro: a VERDADE. Gosto de gente verdadeira, gente que não finge ser o que não é, seja pra agradar alguém ou por pura dissimulação. Sabe aquele tipo de pessoa que na sua frente tem palavras doces e sorriso nos lábios e mal você virá as costas, já se transforma (ou melhor, mostra quem realmente é)? Pois é, esse tipo de gente é sempre preocupante. Vejo isso em pessoas de todo tipo e por vários motivos.  Muitos são verdadeiros profissionais da falsidade, mestres da mentira.

Há pastores assim (estou citando pastores, mas tenha absoluta certeza que há em todas as religiões), que quando estão pregando parecem homens de Deus e quando o culto acaba, a vida dupla começa. Há pessoas assim em empresas, a fim de conseguir cargos melhores, fingem para o patrão, fingem para o colega de trabalho (algumas vezes já visando o cargo do colega), há pessoas assim em relacionamentos, tanto de amizades quanto amorosos. O problema não é tanto conviver com essas pessoas, o grande problema é conviver com elas sem saber quem são. Às vezes, você se abre com uma pessoa que diz ser seu amigo e na verdade não é, na sua frente te trata bem e depois fala mal de você pros outros. Um grande indício é, se fala mal dos outros pra você, pode ter certeza que fala de você pros outros.

Me incomoda profundamente quando uma pessoa parece ser uma coisa e na verdade é outra, diz coisas perfeitas e cristãs nas redes sociais, frases belas, versículos e fotos que confirmam isso, mas o engraçado é quando a gente descobre que a verdade não era bem aquela. E quando se começa a puxar o fio da mentira, percebe-se que ela é maior do que a quilometragem de muitas rodovias.

Vou citar um exemplo:

“Quando os moradores da cidade de Gibeão, que eram heveus, ouviram falar do que Josué tinha feito com Jericó e com Ai,

resolveram enganá-lo. Pegaram comida e carregaram os seus jumentos com sacos velhos e com odres rasgados e remendados, cheios de vinho.

Calçaram sandálias velhas e remendadas e vestiram roupas bem gastas. E levaram para comer pão seco e bolorento.

Eles foram até o acampamento de Gilgal e disseram a Josué e a todos os homens de Israel: – Nós estamos chegando de um país que fica bem longe daqui. Façam um acordo de paz com a gente.

Porém os homens de Israel disseram: – Pode ser que vocês morem aqui por perto. Como é que podemos fazer um acordo de paz com vocês?

– Estamos prontos para ser seus empregados! – responderam eles. – Quem são vocês? De onde vêm? – perguntou Josué.

Os gibeonitas responderam: – Nós, os seus criados, somos de um país que fica muito longe e viemos até aqui porque ouvimos falar do SENHOR, seu Deus. Ouvimos as notícias de tudo o que ele fez no Egito.

E também soubemos o que fez com os dois reis amorreus a leste do rio Jordão; a Seom, rei de Hesbom, e a Ogue, rei de Basã, que vivia em Astarote.

Os nossos líderes e toda a nossa gente nos mandaram preparar comida para viajar. Eles nos mandaram encontrar com vocês e dizer: “Estamos prontos para ser seus empregados! Façam um acordo de paz com a gente.”

E vejam só o nosso pão! Estava quentinho quando saímos de casa no começo da viagem. Mas olhem! Agora está seco e bolorento.

Quando enchemos de vinho estes odres, eles eram novos. Mas vejam! Agora estão rasgados. As nossas roupas e as nossas sandálias estão gastas por causa da longa viagem que fizemos.

Os homens de Israel aceitaram a comida deles, porém não pediram conselho a Deus, o SENHOR.” Josué 9:3-14 (Bíblia na Linguagem de Hoje)

Você percebeu a que ponto chegaram os moradores de Gibeão? Eles ouviram falar de tudo o que Deus havia feito e resolveram enganar Josué e o povo de Israel (já que sabiam que não os venceriam lutando) e fizeram isso não só com palavras, armaram todo um teatrinho com roupas velhas, pão e vinho velhos. Se passaram por pessoas que haviam vindo de muito longe, de uma viagem cansativa, apenas para se aliar à eles. E por que será que eles caíram nessa história inventada? Certamente eles foram convincentes, óbvio a vida deles estava em jogo, mas há um detalhe importante nisso tudo. No versículo 14 diz que os israelitas averiguaram as provisões (vinho e pão estragados e roupas velhas) daqueles homens mas NÃO PEDIRAM CONSELHO A DEUS. Se eles tivessem perguntado a Deus se poderiam confiar naqueles homens e fazer aliança com eles, o que será que Deus teria dito? Teria dito não é claro, a intenção era que o povo de Israel dominasse sobre todas aquelas terras, e exterminasse aqueles povos, até para não se contaminarem com seus falsos deuses e não absorvesse aquela cultura pagã.

Os homens de Gibeão foram astutos e os de Israel ingênuos, talvez estivessem com o ego inflado de tanta vaidade, porque certamente os gibeonitas chegaram à eles tecendo elogios, e eles já estavam se sentindo autoconfiantes o suficiente para tomar uma decisão importante por conta própria, sem perguntar à Deus.

Decidiram baseado apenas no que viram e ouviram.

Sei que parece muito, decidir baseado no que se vê e ouve, mas não é. Muito tempo se passou desde esse episódio, mas ainda há muitos “homens (entenda-se: homens e mulheres) de Gibeão” nos dias de hoje, tão astutos e falsos quanto eles. Hoje em dia, é muito comum as pessoas tirarem conclusões baseadas em quase nada, em redes sociais. Nem sempre o que se vê é a verdade.

Repense se você tem acreditado em quem não deve, é duro dizer, mas até pessoas da própria família. Pense nas pessoas que você tem mais contato, cuidado com seu julgamento (antes que me venham com um “só quem pode julgar é Deus”, estou me referindo à julgamento no sentido de ter como definição se tal pessoa é boa, verdadeira ou não, e isso todos devem fazer, ou você anda por aí sem analisar nada e ninguém? Sem pensar?…Duvido!).

Quer ver como talvez você julgue uma pessoa por pouco? Antigamente (não tão antigamente assim) as pessoas achavam que quando uma pessoa mal vestida se aproximava dela era um assaltante, poderia até ser, mas hoje…as coisas mudaram, os assaltantes também usam terno e gravata (isso quando não se vestem de papai noel) e como adereço uma arma na mão. A premissa de antigamente não está totalmente errada, não é preciso descarta-la, mas deve-se completa-la com a atual (de que assaltantes também podem usar roupas apresentáveis).

Se você tem dúvidas sobre o real caráter de alguém, de pessoas que te cercam, que fazem parte do seu convívio ou que possam vir a fazer, pergunte à Deus. Não saia por aí contando sua vida, seus planos à qualquer um, ainda que essa pessoa tenha um nome conhecido, fama, dinheiro, status…Isso não quer dizer nada.

Se você sabe à respeito dela o que todo mundo sabe, então pergunte a Deus o que ele sabe. Não lembro se já contei aqui, mas certa vez ouvi uma pregação do apóstolo Fred Berry e num determinado momento ele contou como conheceu a esposa Wilma (ele sempre gosta de brincar dizendo que é Fred e Wilma …rs). Ele perguntou à Deus, se Deus tinha uma benção pra ele (ele queria se casar), e depois de algum tempo insistindo com Deus nisso, Deus disse à ele pra olhar pro lado (ou pra frente, não lembro bem), e quando olhou ele disse à Deus: “É pra mim?” E Deus disse: “Sim”. Ele ficou tão feliz, mas tão feliz que depois foi falar pra moça o que Deus havia falado e sabe o que ela fez? Nada. Acho que nem acreditou nele. Ele fez isso mais umas duas ou três vezes em outros dias e….nada. Deus disse à ele que primeiro ele deveria buscá-lo e assim ele o fez. Durante um culto, ele estava orando e quando ele não esperava, sentiu uma mão no seu ombro. Era Wilma, ela disse à ele: “Deus me disse quem você é.” E o resultado disso? Estão casados até hoje.

Deus falou à ela quem ele era. Deus não age da mesma maneira com todos. Mas talvez ela já tivesse sofrido muito ou simplesmente sabia quem ela era e não aceitaria um homem sem saber do caráter dele.

Uma coisa é você falar de si mesmo a alguém, outra bem diferente é Deus falar de você.

Saiba ouvir a resposta até sem palavras, porque já vi Deus mostrar caráter de pessoas sem dizer nada, simplesmente perguntei à Deus e a pessoa fez algo e se revelou (isso já aconteceu umas duas ou três vezes e não demorou). Foi incrível.

 “Porque não há nada oculto, senão para ser revelado, e nada escondido senão para ser trazido à luz.” Marcos 4:22

Há ainda um outro versículo interessante sobre pessoas que mentiram e tentaram parecer o que não eram, você deve se lembrar de Ananias e Safira.

“Um homem chamado Ananias, juntamente com Safira, sua mulher, também vendeu uma propriedade.
Ele reteve parte do dinheiro para si, sabendo disso também sua mulher; e o restante levou e colocou aos pés dos apóstolos.
Então perguntou Pedro: “Ananias, como você permitiu que Satanás enchesse o seu coração, a ponto de você mentir ao Espírito Santo e guardar para si uma parte do dinheiro que recebeu pela propriedade?
Ela não lhe pertencia? E, depois de vendida, o dinheiro não estava em seu poder? O que o levou a pensar em fazer tal coisa? Você não mentiu aos homens, mas sim a Deus”.
Ouvindo isso, Ananias caiu e morreu. Grande temor apoderou-se de todos os que ouviram o que tinha acontecido.” Atos 5:1-5

Ninguém pediu ou obrigou Ananias e Safira a venderem sua propriedade, mas eles fizeram isso pelo motivo errado. Não sei o que se passava dentro deles, talvez quisessem “aparecer”, se passar por bons cristãos, ganhar status no meio do grupo, não sei, só sei que foi pelo motivo errado e ainda mentiram, mas não havia como esconder a verdade de Deus.

“Eis o que devem fazer: Falem somente a verdade uns com os outros, e julguem retamente em seus tribunais” Zacarias 8:16

É por isso que eu insisto, não confie em si mesmo, pergunte à Deus. Até para a contratação de um funcionário, pra evitar aqueles que são verdadeiros aborrecimentos para o patrão, que chegam causando problemas e não saem sem fazer estragos.

Algo que acontece muito é de pessoas que são mais verdadeiras, autênticas, não serem bem aceitas. Se você diz a verdade e por acaso a verdade é exatamente o contrário do que a pessoa queria ouvir, se prepare porque pode acontecer de lhe virarem as costas.

“Tornei-me inimigo de vocês por lhes dizer a verdade?” Gálatas 4:16

Mas quer saber? Não se importe com isso. Dizemos e vivemos a verdade quando a VERDADE está dentro de nós. Apenas tome cuidado, porque quando uma pessoa precisa fingir, dissimular, é porque o que está dentro dela não é bom. Já que ela não está disposta a mudar o conteúdo, ela altera a embalagem. É mais ou menos quando a gente compra um produto pela embalagem e depois descobre que ele é péssimo.

E só pra não deixar dúvidas, vamos esclarecer uma coisa: gentileza não é falsidade, é educação. Não vamos confundir. Se uma pessoa lhe pergunta se engordou (provavelmente uma mulher, sim somos neuróticas!) e você diz que não, mesmo achando que sim, isso não é falsidade é gentileza. Nem tudo se fala, não tem porque sair magoando as pessoas. Vou dar exemplo, se um homem lhe pergunta se você acha que ele está muito barrigudo…rs (sim, vocês são assim e ainda usam camiseta por baixo da camisa pra tentar disfarçar não sei o que – não se preocupem meninos homem sem barriga é manequim de vitrine) e você diz que não acha isso, simplesmente evitou uma briga desnecessária, evitou deixar a outra pessoa triste. Se tiver muita liberdade e quiser dizer a verdade que pelo menos seja de uma forma sútil e delicada.

O falso, não quer alterar o que tem dentro si, então ele coloca uma estampa de “bonzinho”, até de religioso se for o caso. Faz cara de bonzinho, fala manso, sorri e dá tapinha nas costas, e isso quando não vem até abraçar e dar o famoso beijo de Judas.

temas-o-falso-amigo

A pessoa consegue fazer tudo isso, sentindo raiva de você (a troco de nada), tendo inveja (de coisas que talvez nem você dê valor, mas a outra pessoa tem inveja), inveja do que você tem, de quem você é, da sua família e por aí vai.

Acredito que a verdade tem muito valor, tanto que até mesmo Deus procura aqueles que o adorem verdadeiramente. A verdade algumas vezes pode até doer, mas é libertadora. A própria Palavra de Deus é assim: “Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração.” Hebreus 4:12

Amados, não permitam que “homens e mulheres de Gibeão” lhes enganem ao ponto até de lhes prejudicarem. Se tem dúvidas, pergunte a Deus. Acostume-se a não tomar decisões sem consultar ao Senhor. Conheci pessoas que pareciam boas, mas sinceramente, bondade ali passou longe. Também conheci pessoas que eram taxadas como “esquisitas e sistemáticas” e foram tão boas pra mim que até hoje me lembro delas.

Não seja tão inocente pra sair acreditando em tudo e todos, conhecemos a verdade quando não somente há palavras, mas principalmente, atitudes. E ainda assim, não é de todo confiável, se pensarmos que há pessoas que dão alimentos à outras, não por bondade, mas porque fizeram algo maligno naquilo e querem o mal dos outros. Ao longo dos anos, perdi a conta de quantas vezes vi pessoas que chegaram na igreja num estado terrível por causa da maldade de outras supostamente boas.

“Não me associo com homens falsos, nem ando com hipócritas” Salmos 26:4

Uma pessoa falsa pode enganar à muitos, mas não há como ocultar as intenções do coração à Deus. Aquilo que está dentro dela, Deus sabe. Ele sabe quem é cada um quando ninguém vê, Ele sabe o que se passa dentro de nós. Ninguém é perfeito, mas também não precisa ser falso.

pessoas-falsas

É amados, gente verdadeira está em falta no mercado, quase em extinção.

 Verdade não se compra, não se vende, é ou não é, simples assim. A verdade é de graça e ainda assim está cada vez mais difícil de se achar.

Muito cuidado! Algumas pessoas tem preço, outras tem valor.

“Porque outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Vivam como filhos da luz, pois o fruto da luz consiste em toda bondade, justiça e VERDADE; e aprendam a discernir o que é agradável ao Senhor.” Efésios 5:8-10

No Amor de Cristo

Ana Lucia Salles

Boa Viagem

adeus-2016-feliz-2017Atenção senhores passageiros! Está na hora de renovar o passaporte!

Estaremos dentro de pouco tempo, começando mais uma viagem, com um tempo previsto em todo o trajeto de 365 dias. Carimbem o passaporte, definam o destino e embarquem na plataforma 2017. Quem tiver mágoas, ressentimentos, pendências e tristezas antigas na bagagem, favor descarregá-las no Balcão 2016, ao lado dos banheiros. Recomendamos o uso dos sapatos da boa vontade e as camisas do otimismo, evitando, durante a viagem, as saias justas da competitividade insana e os nós da gravata da ambição desenfreada.

Os passageiros que portarem sorriso nos lábios, coração aberto e mãos prontas a construir terão assento preferencial ao lado da janela da felicidade. Solicitamos a todos que apertem o cinto da esperança e recomendamos que ninguém, em hipótese alguma, utilize a saída de emergência durante a viagem.

Caso haja períodos de turbulência, mantenham a calma e a confiança no piloto desta aeronave, o Grande Comandante Universal. Em qualquer situação de medo ou desespero, contem também com nosso atendimento de bordo realizado permanentemente por nossos anjos do espaço que estarão ao lado de cada passageiro. Recomendamos durante todo o trajeto, atitudes de solidariedade, de atenção e carinho, principalmente, com as crianças e idosos, o que garante a participação em nosso programa de milhagem.

O ar das cabines, em virtude das ações do homem, está extremamente seco, por isto, sugerimos a ingestão de água durante toda a viagem. Além disto, moderação com os alimentos gordurosos. Recomendamos também exercícios físicos como exercitar as pernas, braços e pés, evitando os inchaços prejudiciais à saúde.

Importante lembrar, que embora tenhamos pessoas viajando em classes diferentes, nada assegura que na próxima viagem os passageiros terão direito aos mesmos assentos. Portanto, respeito e bom relacionamento com cada companheiro de viagem, independente da classe a qual pertença, será motivo de avaliação no momento do check-out. Para isto lembramos utilizarem o crachá da amizade e palavras de agradecimento e compreensão.

Teremos, como já é de conhecimento de todos, muitas escalas durante o trajeto, o que implica na necessária entrada e saída de pessoas, valendo recordar em todos os momentos da contínua confiança no Grande Comandante Universal.

A todos, uma excelente viagem por 2017!

Retirado do livro: Crônicas da Vida Privada – Autor: Wiliam de Oliveira

airliner

Organização para 2017

Paz amados! Vamos planejar? Preparei algumas imagens para você aproveitar, se inspirar, se animar e planejar! Organização é fundamental. Se você até tem objetivos mas não coloca no papel, acaba esquecendo e quando ver passou mais um ano sem que nada fosse feito. Uma pessoa que não tem objetivos não tem metas a alcançar, não tem sonhos, planos…é como um trem desgovernado e completamente sem rumo. É como viver com base no famoso refrão “deixa a vida me levar”, o problema é que depois você não pode nem reclamar de pra onde ela o levou, já que estava à deriva.

 Coloque claramente o que você quer pra 2017 num papel e depois pense no que pode fazer para alcançar o objetivo. Não se bloqueie ao escrever, porque talvez na hora de começar a escrever pode vir os seguintes pensamentos à sua mente: “Ah isso é muito difícil,impossível. Nem vou escrever.” “Como vou conseguir isso? Não vai dar certo, também não vou escrever”. Gente, isso é um bloqueio tão grande, mas tão grande, o seu próprio empecilho é você. Não seja a pedra no seu sapato! Vamos lá, coloque tudo o que você quer e precisa alcançar no próximo ano.

As duas primeiras imagens dizem pra você manter a calma e focar. Porque nesse mundo globalizado onde as informações surgem pipocando até nas telas dos celulares, às vezes perdemos muito tempo com coisas desnecessárias e com isso saímos do foco. Divida bem o seu tempo, tenha sim o tempo de lazer, de ler notícias, de ver vídeos engraçados; mas não saia do foco. Já preparei essas imagens sem linhas porque é pra não gerar mais bloqueios. Escreva, desenhe, faça o que quiser, cole algo que simbolize o seu objetivo, mas não se bloqueie. Faça sem pensar demais. A outra imagem diz o seguinte “project happiness” e tem um coração bem grande ao centro dela. Por que? Pra você colocar o nome do “crush”? Não! Pra você abrir seu coração e colocar ali com verdade o que quer ver concretizado em 2017. 

Fiz também uma lista de oração, tenha o hábito de orar e coloque nessa lista, nomes de pessoas, situações etc. Pra você se manter organizado e não esquecer de orar por ninguém.

Pessoal, como sempre, é tudo de graça (digo isso, porque o que eu recebo de e-mails perguntando se tem que pagar, é impressionante), é só você imprimir e usar. Imprima quantas folhas quiser, mas use mesmo. Você vai ver que se tornar uma pessoa organizada pode fazer muita diferença em sua vida e até na administração do seu tempo, o dia rende mais.

Estou pensando em disponibilizar uma agenda 2017 completa, um arquivo que você pode levar em qualquer gráfica e mandar imprimir. Caso queiram, me avisem pra eu saber se vocês gostam da idéia.

Botão direito do mouse sobre a imagem e em seguida Salvar Imagem Como.

crescercomcristo@gmail.com

crescercomcristo@hotmail.com

Beijos no Coração

Ana Lucia Salles

keep-calm-and-foca-azul

keep-calm-and-foca-rosa

projeto-felicidade

lista-objetivos-1

lista-oracao

eu-clamarei-a-deus-por

Navegação de Posts